Início » Negócios » SP quer que iFood e Rappi mudem pagamento a motoboys para reduzir acidentes

SP quer que iFood e Rappi mudem pagamento a motoboys para reduzir acidentes

Motoboys ganham por entrega, o que é proibido por lei federal e provoca aumento no número de acidentes e mortes no trânsito

Felipe Ventura Por

A prefeitura de São Paulo está conversando com empresas de entrega por aplicativo para mudar a forma de remuneração dos motoboys: eles ganham por entrega, o que é proibido por lei federal e provoca aumento no número de mortes no trânsito. Na capital paulista, o número de acidentes fatais com motociclistas aumentou em 2018, especialmente entre motofretistas. A mudança deve afetar empresas como iFood, Loggi, Rappi e Uber Eats.

A lei nº 12.436 de 2011 proíbe "estabelecer práticas que estimulem o aumento de velocidade" de motociclistas, incluindo "oferecer prêmios por cumprimento de metas por números de entregas". No entanto, os entregadores trabalhando por aplicativo recebem por entrega, não por hora.

"A legislação brasileira proíbe que a pizzaria pague seu entregador de acordo com a quantidade de entregas que faz", disse o prefeito Bruno Covas (PSDB) ao Metro Jornal em março. Ele avalia "se a gente pode aplicar diretamente a legislação e multar esse aplicativos ou se precisaremos de lei específica para São Paulo".

O secretário de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, afirmou nesta segunda-feira (10) à Rádio Bandeirantes que a prefeitura está negociando mudanças na remuneração dos motoboys. Ele disse às empresas de entrega por aplicativo: "se vocês insistirem na linha de beneficiar a produtividade, vão perder o serviço em São Paulo".

Rappi (Foto por Carlos Felipe Pardo/Flickr)

Número de motoboys mortos no trânsito aumentou em SP

Uma das metas da prefeitura para 2018 era reduzir o número de mortes no trânsito. Ela não conseguiu, em parte devido aos acidentes fatais com motociclistas: foram 366 casos no ano passado, crescimento de 18% em relação a 2017, segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). O aumento foi ainda maior para motofretistas e motoqueiros de entregas: 37 óbitos, alta de 32%.

De acordo com o SindimotoSP, sindicato dos motoboys, o trânsito de São Paulo recebeu pelo menos 60 mil motos adicionais nos últimos três anos. Isso se deve ao aumento do trabalho informal, no qual a maioria ganha por entrega realizada, não por hora trabalhada.

Empresas como iFood, Loggi e Uber Eats talvez precisem mudar esse formato de remuneração em um futuro próximo. A Rappi, que tem 70 mil motoqueiros e ciclistas cadastrados no Brasil, diz em comunicado ao UOL que "sempre orienta todos os entregadores cadastrados na plataforma a cumprirem integralmente regras e leis, como o Código de Trânsito Brasileiro".

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Cruz
Bé isso. desempregado atras de emprego desses e quando acham querem retirar. Então vão ter que criar uma lei contra o captalismo que suga a alma e vida sem dó e piedade.
Vladimir Junior
Será que não dava para aumentar o prazo de entrega?? Tipo prazo mínimo 30 minutos?? Assim o motoboy continuaria a ganhar por entrega, mas em um prazo mais razoável. QUem for motoboy comenta aí...
EssentialG
Melhor comentário amigo, penso exatamente assim, maldito governo socialista, comunista, total aversão de valores, transfere a irresponsabilidade do cidadão para as empresas, ao invés de estimular a competitividade. Se a empresa te escraviza, boicota porra, vai pra outra, usa a porra da cabeça e arranja outro bico, agora, o que vejo é que as pessoas se submetem a regimes de escravidão e esperam o governo decidir o que é bom ou ruim, vão pra puta que o pariu, xô doutrina de Cuba, Venezuela, China. Quanto mais agirem assim, menos oportunidades terão.
EssentialG
Trabalho esse que deveria ser bico, um complemento da renda, visto o risco imenso, mas não, ficam anos e anos, não planejam a saída dessa tal profissão, realizam inúmeras infrações e irresponsabilidades todos os dias e é culpa é da empresa, meu ku.
EssentialG
Enfim, um comentário sensato. Lá vem o governo querendo inventar, tudo nesse país tem que ter o dedinho estatal pra ferrar competitividade. Quem deve ter bom senso é o motociclista, vivem fazendo irregularidades e a culpa é da empresa, faça o favor de ir tomar naquele lugar, que inversão demente.
@Sckillfer
Livre mercado tem emprego pra todo mundo, AH TÁ!
Fernando
aff, mas que comentario inutil!
Adriano De Lima
Logo você acaba de confirmar o livre mercado, pois havendo maior oferta de trabalho, os empregos são melhores remunerados, já que será mais difícil preencher as vagas, enquanto que havendo pouca oferta de trabalho os salários são menores, pois há disputa de vagas. Outra saída, porém esta leva mais tempo para ser observada é a livre iniciativa, onde os trabalhadores empreendem seus trabalhos, também chamados de serviços informais.Normalmente os mais inclinados aí socialismo abominam está alternativa, pois ela destrói completamente o ideal socialista que pune a livre associação empreendedora.
@Sckillfer
Peada: a taxa de desemprego que tá no país e vem falar em "se o trabalho for realmente ruim, as pessoas irão escolher outra atividade pra trabalhar"
Cristovão Epa
Liberdade é a pessoa escolher pular de paraquedas sabendo que pode morrer. Não existe liberdade relativa!
Rodrigo Barreto
Liberdade seria lucro a todo custo? Pois o estudo apresenta dados concretos e mostram o crescimento no número de acidentes fatais. Vida em primeiro lugar. Luto pela liberdade, concordo com essa frase, mas liberdade n é colocar a vida humana acima de tudo não, de forma alguma. Se achamos uma maneira de ir até a lua, com certeza arranjaremos uma de remunerar melhor e de forma mais segura o motoboy q luta pra sustentar sua família e usa a fé como maior segurança enquanto conduz sua moto.
Maxnoob
Faltou colocar aí o valor do combustível, manutenção da motoca e outros. Uma única queda corta esse "lucro" de uma só vez.
Maxnoob
Noussa são tantass opções no mercado :3
Cristovão Epa
Amigo vou repetir e espero que aprenda, esse modelo impositivo sobre a liberdade das pessoas é que torna nosso país tão ruim de se viver. O mercado cria a oportunidade de trabalho e isso é bom, mas quando o estado começa atrapalhar que é o nosso modelo socialista brasileiro. Aí acontece o que vivemos! Aprenda de uma vez por todas devemos lutar pela liberdade e menos estado em nossas vidas e na livre iniciativa entendeu? Esse é o modelo americano e funciona e que devemos nos espelhar, não nessa de Venezuela e Cuba que não funciona, copia o que funciona! Liberdade/Freedom o sonho americano precisa ser o sonho brasileiro, temos tudo para sermos uma potência com menos impostos, mais consumo e liberdade!
Fred
Para a prefeitura, para a cooperativa, e na gigantesca maioria dos casos, para o dono da licença, pois a maioria dos motoristas de taxo não é o dono da licença!Essa é uma das grandes M dos Taxi. O carro é homologado, e uma galera dirige pra aumentar o faturamento. Já no Uber você sabe que o motorista tem que ser cadastrado lá. Esse pra mim é o grande ponto, que me faria continuar andando de Uber e não de taxi mesmo se o preço fosse igual
Fred
Cooperativas de Taxi...Independente, a questão é ganhar sobre corrida e colocar a vida em risco, da mesma forma que quem entrega mercadorias e ganha por corrida. Meu ponto é que é a mesma coisa, e você não conseguiu argumentar o contrário
Edu Fadini
Antes dos apps podia até ser amigo....agora ele TB é terceiro e antes que fale algo já fui taxista por.mais de 10 anos e sou motoka novamente.
Miguel
Amigo, ninguém é motoboy pq gosta de morrer não. O iFood é uma peneira do desemprego. Muitas das vezes essa é a única opção da pessoa como "trabalho". Ninguém vive a mesma realidade que a sua.
Cristovão Epa
Por isso o PSDB está no poder, porque inclusive o eleitor fica no CENTRÃO. Nenhuma intervenção é boa, e principalmente do governo.
Cristovão Epa
Se é perigo eu recomendo procurar outra profissão e não ficar de maneira ditadora dizendo como mercado deve atuar. Faz a sua parte, se o motoqueiro quer se matar é decisão dele e livre
Cristovão Epa
Vai trabalhar, se acha perigoso um trabalho vai procurar outro. Esse pensamento de intervir só funciona em CUBA.
Cristovão Epa
Mas São Paulo é um estado de merda igual o resto do país, porque o prefeito do PSDB continua com ações socialistas! Mas é assim mesmo vamos fazer a revolução liberal e arrancar esses parasitas do poder!
Fabio Santos
Não sou funcionário público presto serviço por meio de PJ e mais eu tenho momentos de descanso senão tem noção disto.Como se diz perde o contexto e já vem pra provocação típico da atual geração manipulada.Vocês acham que a vida é tudo teórico um dia que você trabalhar de verdade e saber como o mundo é você aprende.E mais o que impede um médico gostar de tecnologia e responder quem fala merda como você ? Não preciso melhorar meu português até porque você compreendeu bem o contexto e só age por si atacar, se tivesse defendido tua colocação sem colocar uma só acentuação você nem teria notado tal fato.Vai pra casa do capiroto hater mal amado.
Mauricio Feler Mateus
Fácil, basta os aplicativos dos motoqueiros terem a mesma funcionalidade que tem o da Porto Seguro, que monitora como o motorista dirige: caso o entregar ande conforme a velocidade, etc. da via, recebe um valor na entrega, se ultrapassar a velocidade ou regras de trânsito das vias que ele trafega durante uma entrega, recebe um valor menor na entrega.
Antony
Realmente, médico em expediente não deveria estar nos comentários de um site de tecnologia, acho que vc tem mais o que fazer, certo? E se quer menos estado, comece abrindo mão do cargo público, é um bom começo! Bom trabalho, melhoras no português e sorte aos seus pacientes =)
Omar
Noooofaaa... Ficou brava. Você falou bobagem sim. Taxista é profissional autônomo, não tem uma empresa mediando como no caso do Uber.
Fabio Santos
As pessoas devem de certo modo ter educação e não depender de leis que somente agrega custo ao preço final por prática.Parabéns continue defendendo estado forte e suas regras e você vai longe, afinal deve depender do mesmo de alguma forma pra tal ação, no demais esta é minha posição e não irei mudar, você e sua ideia é maluca, você deve ser daqueles que idealiza tudo que o estado agrega a grande massa, mais por debaixo dos panos faz tudo que um mercado capitalista tem a agregar afinal você pode se dar bem já o povo que pague o preço, e ainda vocês quando são desconstruídos virão professores de português, rebeldes com zombamentos e etc.Você acha que vou perder tempo com acentuação tenho uma fila de paciente pra atender aqui no servidor público algo que como já citei anteriormente a malucos como você que amam defender governo nunca precisaram do SUS por eletivo.Passar bem espertinho.
Antony
Que bom que vc mesmo identificou a falta de pontuação, talvez nos comentários do G1 esse tipo de comentário seja comum, aqui não é. Quanto à matéria, repito, e dessa vez lhe indico, vá ao 2º parágrafo: "A lei 12.436 de 2011 proíbe estabelecer práticas que estimulem o aumento de velocidade”. Todas as outras empresas que trabalham com entregas em SP estão sujeitas à essa lei, porque o Rappi e iFood não estariam?
Fred
O taxista paga uma porcentagem da corrida pra alguém. O motorista do Uber e outros apps a mesma coisa. E assim o motoboy de entrega. O salário dele é variável igual a quem entrega pessoas.Posso até ter me enganado, não sou dono da verdade, mas minhas colocações são práticas e verdadeiras. Bobagem foi o que sua mãe fez quando resolveu dar pro seu pai
Fernands Lima
8 minutos 3 km eu faço a pé 😅 o tempo seguro é 1 min por km, sempre chego antes nas entregas, faço rotas alternativas as passadas pelo app, e ainda tem cliente que reclama e te negativa por atraso, sendo que esperamos até 1 hora pra sair um pedido no restaurante.
Fernands Lima
Está bem informado, vai lá então colocar a cara, o corpo a tapa 👍
Fernands Lima
Ifood estimula sim o excesso de velocidade, pois se a gente atrasar 1 min na entrega, ficamos bloqueado por 30 sem receber pedidos. O mesmo não acontece com o restaurante, q as vezes esperamos até 1 hora pra sair o pedido, e ainda tem q aguentar cliente negativando entregador como se fosse nós que atrasassemos.
Fabio Santos
Amigo ninguém pede pra pessoa entrar no sistema de cadastro destas empresas em questão faz porque quer, hoje atendi um paciente motoqueiro que fez uma cagada na rua cortando no faixa oposta e a culpa segundo é porque ele ganha por viagem, ah me poupe vocês pensam como todo maluco igual aquela colocação da semana passada porque não terá mais multa da cadeirinha minguem mais vai valorizar a vida do filho.E ainda vem querer achar que não entendi o que li conheço esta técnica de difamação pra validar sua ideia.Agora começa a dar uma de professor porque na pressa não usei pontos.Cada u, deixa eu voltar pro trabalho.
Antony
Volta e lê o texto de novo, você não entendeu. Já existe uma legislação e outras empresas, que não de aplicativos, já seguem.
Antony
Frete grátis ou não, alguém está pagando, e alguém está recebendo. Mas já deu pra entender suas limitações em se colocar nu lugar dos outros, relaxa.
Antony
Lê seu comentário de novo amigo. A culpa é do iFood se ela incentiva um sistema que quanto mais eu entrego, mais ganho, logo vou entregar tudo o mais rápido possível.
Antony
Você leu a matéria antes de vir falar do estado malvadão? O Governo sugeriu que as empresas mudem a forma de remuneração, caso a empresa não faça sua parte aí sim haverão represálias do Estado.
Samuel Alexandre
Pois é, mas como o Estado é ineficiente, pensa logo em proibir ou taxar as coisas.
raphaela1
Só compro com Frete grátis
Guilherme da Silva Manso
Exatamente. Pensar numa maneira mais inteligente do que simplesmente proibir.
Guilherme da Silva Manso
"se vocês insistirem na linha de beneficiar a produtividade, vão perder o serviço em São Paulo"Difícil não pensar em produtividade quando se fala em empresa, ainda mais quando é privada.
Jhon
Estou falando das leis de trânsito, e não dessa aberração que é a lei que só atrapalha quem quer fazer negócio no Brasil.
Jhon
Me mostra onde eu disse o contrário, por favor? Meu questionamento é em relação à lei em si, que é absurda assim como muitas outras no Brasil.
Paquito78
Hahahahahahaha....minha geração é ótima. Qual é a minha geração? Poderia me dizer, pois você parece ser onisciente..E, ao invés de questionar minha forma de escrever, você poderia interpretar melhor o meu texto. Pode me mostrar onde eu disse que "Esse prefeito é sim um dos piores da história, pois resolve tudo, com pouco diálogo, pouco tempo e pouco estudo."?Agradeço imensamente.
Drax
Elas podem pagar o justo, mais vão ter que aumentar o valor da entrega e muita gente vai reclamar e deixar de pedir. Eu sou autônomo e posso cobrar o justo por meu serviço também, mas perderei vários clientes.Sobre xingar os caras, isso vai muito da educação da pessoa. Nunca fiz isso com os caras, são pessoas acima de tudo e, se não fizeram de propósito, não ter porque eu tratá-los mal. Aliás, nem que fizessem de propósito eu trataria mal, só deixaria de comprar naquele local.
Mazz
Essa verborréia só mostra o que todo mundo acha da sua geração: Chatos.Esse prefeito é sim um dos piores da história, pois resolve tudo, com pouco diálogo, pouco tempo e pouco estudo.Agora chega de conversa flácida para acalentar bovinos.
Drax
O entregador pode ter bom senso também e aceitar ganhar menos correndo menos risco. E outra, o governo não está preocupado com a saúde dos entregadores, mas sim com os custos, visto que quando se acidentam são tratados no SUS.
Leticia Sena
Que venham os drones!
Rookie naz
É a mesma galera que quando reclamam do Uber falam "Ain motorista que não tá contente cai fora"
Luizão
vão correr menos risco de sofrer um acidente tbm, na moto o chassi é o seu corpo.não sou a favor de estado grande, nem de intervencionismo estatal, mas as pessoas (de esquerda e direita) tem que terem na cabeça uma coisa chamada "bom senso", nesse caso a prefeitura está correta.
Uriel Dos Santos Souza
Não responde, ele é burro!
Junior
Bom dia presto serviços pra uma empresa fantasma mais e vinculada ao ifood ,uma operadora de logística .sou obrigado a cumprir o horário e ficar online o tempo determinado por essa empresa ,tenho tempo pra chegar até a coleta ,se eu não chegar sou bloqueado por 30 minutos ,e depois fico sem receber pedido por mais uma hora ou até mesmo 2 horas , não tenho salário nem ajuda de custo ,e se eu faltar ou ir embora cedo são descontados dos meus ganhos .acho que me enquadro em trabalho escravo kkkk trabalho das 11:00 am às 00:00 pm
Uriel Dos Santos Souza
Uiii me subiu um ódio... To poco me lixando pra motociclista. Quero minha encomenda em 30 minutos! Uii como sinto ódiooo
Mozart Rozendo
Deve ser gente privilegiada, que não sabe o que é trabalho duro, como o dos motoboys desses apps
Omar
Um taxista comum, trabalha pra si mesmo e não como um serviço terceirizado. Falou bobagem.
Caio San
muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu
Tony Topete
Não rola. Se fizerem isso os motoboys param São Paulo. Esse prefeito de merda que se atreva.
johndoe1981
Pois é, quero só ver entregador ser dispensado porque os custos da empresa aumentaram e vir aqui comentar e defender mais essa regulação.
Love
Então deixe eles se reunirem nos bares e estádios de futebol, enquanto um político decide o que é melhor para eles.E no final, o inocente sou eu.
johndoe1981
Prefeitura de SP tá com fogo no traseiro pra regular serviços, hein. Querem tapar o sol com a peneira e jogar a culpa da irresponsabilidade dos entregadores na empresa.
Qohen Leth
huahuah Filhote: AS OUTRAS EMPRESAS JÁ TRABALHAM ASSIM!Tá difícil de entender, hein?Tu podes ficar ironizando e de mimimi Estado mimimi já que tu não tens argumento nenhum, mano.
Qohen Leth
Pq magicamente entregadores irão parar de correr e ser imprudentes agora.Nem você, nem eu podemos afirmar se irão parar de correr e ser menos imprudentes.Mas, logicamente, se tenho menos 1 incentivo ("atender metas" x "ganhar mais dinheiro") para correr e cometer infrações de trânsito,a probabilidade de eu fazer isto diminui.Causa e efeito, filhote.
Fred
Um taxi leva um passageiro e ganha por corrida. Se acha que essa medida faz algum sentido, tem que acabar com o pagamento por corridas de taxi, uber, e todos os outros apps de transporte individual
Qohen Leth
Vai subir o custo final para o cliente deste tipo de aplicativo. ;)E daí?Você, sentado confortavelmente em sua casa esperando seu X Bacon, que pague, ora bolas!Você não está tão preocupadinho com o pobre trabalhador ou com a empresa que não segue a norma?Acho engraçado: todas as outras empresas que utilizam entregadores seguem a lei e vocês ficam de "mimimimi o Estado mau está interferindo" só porque empresas de aplicativos não seguem e agora estão sendo cobradas por isto? HUAHAUAHUA
Qohen Leth
Santo Deus!A empresa não está seguindo uma lei existente, filhote.Todas as outras empresas que utilizam o serviço de entregadores seguem, ´porque as de aplicativos não fazem isto?Tu realmente acha que o serviço de motoboys começou com iFood e coisas deste tipo, tolinho?
Qohen Leth
Se ele entrega mais porque não cumpre leis de trânsito, tem que se ferrar mesmo.É a mesma coisa que eu ser mais produtivo porque não sigo as leis que orientam meu trabalho. ;)
Jorge Luis
Isso, a vida de todos, concordo. Talvez fosse possível estabelecer um limite de velocidade, especialmente nos lugares com maior incidência de acidentes. Caso descumpra, não ganha pela entrega. Seria uma forma mais eficaz na minha opinião e menos subjetiva.
Qohen Leth
Não só suas vidas resguardadas MAS TAMBÉM A DE OUTROS.Eu estou cagando e andando se o cara não dá valor à própria vida e quer se matar...MAS NO MOMENTO QUE ESTE ATO DELE PODE POR A MINHA VIDA EM RISCO, ele tem que ser parado!Se o infeliz não se conscientiza disto e a empresa que utiliza o serviço dele acha isto normal ou até incentiva tais atos, que ambos se ferrem!
Jorge Luis
As empresas devem mudar a forma de pagamento. Vão colocar um valor/hora mais baixo que a média atual para compensar a menor produtividade dos entregadores, que ganharão um pouco menos mas terão suas vidas resguardadas e ainda abrirão mais vagas para outros, porque o número de pessoas que pede comida para entrega não para de crescer. Assim todos ficam felizes.
Qohen Leth
Mas a culpa não é do Estado neste caso e sim de uma empresa que não atende uma lei JÁ EXISTENTE, QUE TRATA DO ASSUNTO, É CLARA E AS OUTRAS EMPRESAS QUE CONTRATAM ENTREGADORES JÁ SEGUEM.Traduzindo:1) já existe uma lei na legislação brasileira proibindo isto.2) O estabelecimento responsável, no caso pessoa jurídica iFood (ou qualquer outro serviço de ENTREGA que contrata ENTREGADORES) não está cumprindo a lei.
Qohen Leth
Independente da explicação para tais comportamentos, a lei deve ser clara e válida para todos.A lei existe, é clara e válida para todos... você que ainda não entendeu. ;)
Qohen Leth
Você claramente não leu a matéria.“A legislação brasileira proíbe que a pizzaria pague seu entregador de acordo com a quantidade de entregas que faz”Traduzindo:1) já existe uma lei na legislação brasileira proibindo isto.2) O estabelecimento responsável, no caso pessoa jurídica iFood (ou qualquer outro serviço de ENTREGA que contrata ENTREGADORES) não está cumprindo a lei.É simples, filhote...
DDR31600Mhz
Eu sei bem o que a reforma fez, eu já disse que você é inocente e mostrou de novo como é inocente, o Brasileiro não liga para uma coletividade maior do que o torcida de futebol ou a mesa do bar, a fragmentação das classes trabalhistas torna essa coletividade mais difícil ainda.Esse Brasil que você quer construído só existe nos livros
Love
No serviço via aplicativo, como reclamar com ele?Vc não tem um RH, não tem um supervisor, nem chefe, a enorme maioria das reclamações são via e-mail, então... Não teria tanto problema para se expressar com medo de represálias.E a reforma trabalhista tirou a obrigatoriedade da cobrança direto da folha de pagamento, ou seja... O sindicato vai ter que trabalhar mais próximo do trabalhador se quiser uma contribuição, é bom pesquisar sobre a reforma, são seus direitos.
Arthur Sayeg
Não faz se não fizerem pra Uber caronas e 99 tb.
Paquito78
Hum....gostaria realmente de entender sua inferência com base no que respondi para a comentarista acima.1 - eu concordo inteiramente com a proposta da prefeitura; 2 - a comentarista em questão não concorda e, no meu entendimento só disse bobagens na matéria; 3 - sim, eu ando de carro em SP.
Arthur Sayeg
Acho esse feitio ignorante.Com os motoristas de caronas Uber, não farão o mesmo.É como botar lei pra silenciar motos, mas não Ferraris e Lamborghinis..
DDR31600Mhz
O sindicato que a reforma trabalhista estrangulou tirando o dinheiro deles?Partir dos trabalhadores? Eles reclamam irmão, pode te certeza que reclamam, mas vão fazer o que? 13 milhões de desempregados, sempre vai ter quem se sujeite, você é inocente demais
Edson Gonçalves
Pelo jeito você não anda de carro ou moto em sp né
Edson Gonçalves
A prefeitura sempre proibindo. Não tem condições ou pessoas capacitadas pra criar formas de evitar o acidente ou amenizar, vai lá e proíbe. São uns incapazes mesmo.
Cleyton Frazão
🤔engraçado pessoal que comenta nos comentários aqui critica motoboy falando que são irresponsável mas bem que quer a comidinha dele rapidinho né?! motoboy atrasou minutinho já começa a xingar o motoboy.... Vocês são um bando de hipócritas!!! E essas empresas pagasse o justo para os motoboys eles não precisavam se matar tanto, para garantir o sustento da sua família!!!
Andréia Oliveira
Concordo com a medida e creio que pagar um salário DECENTE e NÃO encher o motoboy de metas absurdas, reduziria mesmo os acidentes. AS DUAS COISAS JUNTAS FUNCIONARIAM!
Fabio Santos
Mais a culpa de não cumprir as regras de trânsito devem ser jogadas as empresas e não aos motoristas?Eu adoro quando o Estado tenta dar uma de babá do povo.Toda vez que surge algo que faz o povo ganhar algo a mais vem o governo e caga.Nosso prefeito Baladeiro está com todo vapor está nova política dele tá no estilo do vovô dele.
Alessandro
Pelo visto você nunca trabalhou por comissão
Wellington Manttovani
Sou entregador. O único aplicativo que faz do motoboy um candidato ao cemitério é o ifood, com estimativa de chegada ao restaurante, se você passou do tempo eles te bloqueia por trinta minutos, e tem estimativa de chegada, que pode causar bloqueio definitivo. O motoqueiro sai como um louco pra cumprir os horários deles até chegar ao acidente fatal, isso é bom pra eles porquê não vai precisar pagar o repasse ao defunto, preferem bloquear o motoqueiro do que pagar o repasse.Isso o prefeito não se importa.
Adriano De Lima
É no fim, uma questão de escolha e se a meta for impossível e o trabalho for realmente ruim, as pessoas irão escolher outra atividade pra trabalhar, mas se não estão fazendo é porque o negócio é sim viável e o governo no fim é que não está levando a parte (que ele acha ser) dele.
Adriano De Lima
Só tivemos prefeitos ruins nesta cidade, o Dólar que fez tudo pra se promover que aparentemente prestou, mas veja a cagada que ficou no lugar dele.Ele podia ser ruim, mas o cone dele é dezenas de vezes pior.É tanto prefeito ruim que faz até o Maluf parecer bom.
Adriano De Lima
Culpar a empresa por irresponsabilidade do entregador é no mínimo um absurdo.O estado é incapaz de prover maior segurança no trânsito, por isso impõe multas pra tentar mascarar o real problema!
Alexandre R.
Basta o prefeito cumprir a lei 12.009 de 2009, essa lei regulamenta o setor de entregas. A prefeitura nao cumpre a lei e nao fiscaliza por isso tanta morte no transito , essa nova lei vai gerar mais desemprego
Love
Concordo que recompensar por agilidade, talvez não seja o melhor para os motoboys, mas não é com intervenção do estado que isso se resolve, aí que entra o verdadeira trabalho de um sindicato, mas tudo é feito com segundas intenções nesse querido Brasil.E mesmo colocando tudo na balança, prefiro ficar contra essa medida, que a reclamação parta dos próprios trabalhadores, e assim a empresa que tome suas decisões.
William Lima Crisostomo
Dá até vergonha de ler os comentários dos produtivistas a qualquer custo, tudo bem que morre alguns, quero minha pizza entregue. É ótimo quando esse tipo de gente fica a face do que ele mesmo prega, são muito infantis ao imaginarem que esse modelo de negócio é bom para as pessoas. Não vejo esse como sendo um caminho saudável, pode ser mais economicamente rentável, mas qual é o preço da vida desses jovens ?
Geraldo Lopes
Impressionante como as pessoas são egoístas e indiferentes com o outro... os caras são jovens, ganham uma miséria, rodam o dia inteiro levando e trazendo coisas e esse bando de malditos acham que a empresa está acima de tudo, que apesar de impor metas impossíveis a culpa é do prestador de serviço. Quem apodreçam no inferno essa turma do "sou contra intervenções do governo no mercado", "defendo a remuneração por produtividade" e "que se matem mas não atrase minha encomenda"!
Jhon
Independente da explicação para tais comportamentos, a lei deve ser clara e válida para todos. No caso, as leis de trânsito. Se há algo q influencia o indivíduo não importa para a lei, aí é coisa pra políticas sociais, campanhas de conscientização e afins, enquanto isso a lei deve continuar sendo aplicada em todo seu rigor.
Jhon
Motoqueiro que tá botando a vida dos outros em risco é vítima da sociedade né? Entendi. É tipo bandido que tá matando pai de família, é só mais uma vítima dessa sociedade malvada
Jhon
Meu questionamento é justamente para a lei.Existe limite de velocidade pra que? Existe multa pra direção perigosa com que objetivo?O problema do brasil é que não se cumpre isso, ai precisa ficar fazendo lei besta e desnecessária como medida paliativa. Se multasse motoqueiro que não dirige direito tava resolvido, mas não, tem que agir contra a empresa que não tem nada a ver com isso.
Jhon
Que tal punir quem tá matando em vez de uma empresa q está apenas fazendo o serviço dela?
Jhon
O cara é irresponsável, tá fazendo m****, arrisca morrer e a culpa é do iFood. Faz muito sentido sim.Práticas assim de transferir a responsabilidade são péssimas.
Pedro E.
Me subiu um ódio quando li isso. Só faltou ele completar "tem que ser improdutivo que nem o serviço público que eu to prestando."
Marcus Pessoa
Fico feliz que a maioria seja a favor de medidas pra diminuir as mortes de motociclistas.Esses são tempos estranhos.Em que pessoas aplaudem quando o tiozão chucro que tá sentado na cadeira maior do país quer retirar a obrigatoriedade de dar segurança para crianças pequenas no carro...
Samuel Alexandre
Só brasileiro pra gostar de Estado grande, e receber por hora ao invés de produtividade.
Exibir mais comentários