Início » Aplicativos e Software » Microsoft libera kernel do Linux embutido no Windows 10

Microsoft libera kernel do Linux embutido no Windows 10

Novo kernel do Linux substitui o que a própria Microsoft criou

Por
18 semanas atrás

A Microsoft anunciou nesta quarta-feira (12) que liberou uma versão de testes do Windows 10 e que vem acompanhada do kernel do Linux, em uma arquitetura chamada WSL 2 (Subsistema do Windows para Linux 2). A versão é a Preview Build 18917 (20H1), promete melhor desempenho e compatibilidade com distribuições do Linux.

Distribuições Linux estão presentes no Windows 10

A versão do Windows 10 que acompanha o kernel do Linux está disponível apenas para os participantes do programa Insiders, que é um grupo para testes de versões beta do sistema operacional da Microsoft. Em sua segunda geração, a arquitetura utiliza um kernel do próprio Linux, no lugar de um criado pela Microsoft e que era utilizado até então.

Ele, sozinho, já é o suficiente para que algumas distribuições rodem em uma máquina virtual ou que podem ser instalados diretamente no Windows, como é o caso do Ubuntu, Debian e openSUSE que estão presentes dentro da loja Microsoft Store.

O foco da compatibilidade entre sistemas que brigavam no passado não é para permitir o usuário final acessar o Linux (dá para fazer isso), mas sim para desenvolvedores que conseguem programar para este SO, sem a necessidade de uma instalação limpa e em partição separada do PC.

A versão final e estável deste Windows 10, que é entregue para todos os usuários da plataforma, deve ser liberada apenas no ano que vem.

Com informações: Microsoft e Engadget.

Mais sobre: , ,