Início » Aplicativos e Software » Microsoft libera kernel do Linux embutido no Windows 10

Microsoft libera kernel do Linux embutido no Windows 10

Novo kernel do Linux substitui o que a própria Microsoft criou

André Fogaça Por

A Microsoft anunciou nesta quarta-feira (12) que liberou uma versão de testes do Windows 10 e que vem acompanhada do kernel do Linux, em uma arquitetura chamada WSL 2 (Subsistema do Windows para Linux 2). A versão é a Preview Build 18917 (20H1), promete melhor desempenho e compatibilidade com distribuições do Linux.

Distribuições Linux estão presentes no Windows 10

A versão do Windows 10 que acompanha o kernel do Linux está disponível apenas para os participantes do programa Insiders, que é um grupo para testes de versões beta do sistema operacional da Microsoft. Em sua segunda geração, a arquitetura utiliza um kernel do próprio Linux, no lugar de um criado pela Microsoft e que era utilizado até então.

Ele, sozinho, já é o suficiente para que algumas distribuições rodem em uma máquina virtual ou que podem ser instalados diretamente no Windows, como é o caso do Ubuntu, Debian e openSUSE que estão presentes dentro da loja Microsoft Store.

O foco da compatibilidade entre sistemas que brigavam no passado não é para permitir o usuário final acessar o Linux (dá para fazer isso), mas sim para desenvolvedores que conseguem programar para este SO, sem a necessidade de uma instalação limpa e em partição separada do PC.

A versão final e estável deste Windows 10, que é entregue para todos os usuários da plataforma, deve ser liberada apenas no ano que vem.

Com informações: Microsoft e Engadget.

Mais sobre: , ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Pedro Lucas
Faltou indicar que a WSL2 implica a habilitacão do modo Hypervisor, e com esse modo, outras VMs baseadas em Vmware ou Virtualbox(pelo menos a minha versao 5.2.x, parece que a 6 dá) não podem correr, assim como emuladores de Android tipo Bluestacks. É verdade que não é só o WSL2 que faz isso, outras tecnologias como Docker fazem o mesmo. A alternativa é andar a ligar e desligar Hyper-V quando é preciso.
Luizão
Sim, WSL2 é uma VM, não é iniciado junto com o sistema e sim quando vc clica na distro linux q vc instalou via lojinha do windows.agora "e for pra usar um VM é melhor usar VirtualBox ou VMware mesmo" ai depende do q vc vai fazer, WSL2 é uma VM muito, mas muito mais rápida do que uma VM tradicional no VirtualBox, se vc precisa só rodar o Docker, só 1 ou 2 programadas do linux tipo terminator, caja, o WSL2 é uma mão na roda.
Eder Vieira
Será que no futuro com essa união cada vez maior dos sistemas, um programa de alguma distro Linux conseguiria ser executado nativamente dentro do Windows como se fosse um programa nativo? Sem uso de emuladores?Isso poderia ser interessante para um usuário comum
Daniel Rios
Eu fiquei meio na dúvida, falaram que sim, que ia ter dois kernels iniciando com o sistema caso vc ativasse o WSL 2, mas agora tão falando que é uma VM, se for pra usar um VM é melhor usar VirtualBox ou VMware mesmo...
Daniel Rios
Não é "kernel do Linux", o Linux não tem um kernel, ele é o próprio kernel, é inacreditável como os sites de tecnologia não sabem uma coisa tão essencial pra própria tecnologia...
Marcos Estevão
Seria uma migração de um Windows para um Linux com tecnologias da Microsoft. Me parece uma estratégia muito inteligente, sabendo que o Linux em servidores com Azure e o Office é responsável por manter a empresa na faixa de lucro. Mas de qualquer forma, é bom a empresa não ter compromisso com o erro e ela é bem vinda a Microsoft no mundo Linux. Lembrem-se que Billgates já havia dito uma vez que a internet não daria certo.
Johnny Walker
Verdade, Nutella sempre cai bem.
tuneman
na administração do Ballmer seria proibido pensar em alguma coisa desse tipo.
Daniel San
https://media2.giphy.com/me...
Luizão
não, o windows continua com seu kernel de sempre com raízes no antigo windows NT, mas caso o usuário ative o WSL2, o mesmo roda uma VM com um kernel linux completo, mas o kernel linux está rodando dentro da VM, não no lugar do kernel do windows.
Luizão
o WSL1 é isso qi q vc descreveu, mas o WSL2 agora é um kernel completo e enxuto, roda como VM através do hypervisor hyper-v da MS.a MS fala que é uma VM completa com a experiência de uso do WSL1, e ficou muito bom.
Antony
Sempre existe a possibilidade de a empresa mudar o foco, apesar de improvável nesse momento já que o Nadella está trazendo ótimos resultados.
Firmino Gomes
Microsoft Windux
Daniel San
Eu tava montando o ambiente de desenvolvimento completo no Linux. Tava rodando até o IntelliJ via bash com um X11 rodando nativo.
André
E não só, eles melhoraram a comunicação binário vs binário, e otimizaram (e muito) a performance deste subsistema.Eu já era fã da versão atual, podendo trabalhar com suíte adobe no Windows, jogar etc, e codar no terminal linux. Com esta nova versão, e ainda tendo docker nativo, mais bacana ainda.
Daniel San
O WSL não é um kernel. Ele mapeia as chamadas de sistemas do Linux para o Windows, mais ou menos como o Wine faz pra rodar aplicativos Windows no Linux.O Windows agora vem com o WSL ativo por padrão, mas você ainda precisa instalar uma distribuição Linux dentro dele pra rodar os aplicativos (Ubuntu, Red Hat, etc.)
Juninho
otima noticia
Deilan Nunes
Então ele vem com 2 kernels?? ou agora o windows é umas distribuição linux?
Franco Luiz
Legal Microsoft anda melhorando suas políticas
Caleb Enyawbruce
Ué, ninguém é obrigado a nada, rs!
Yago Oliveira
Nadella fez um bem danado a Microsoft. Aonde que eu esperaria ver isso nas gestões anteriores.
Uriel Dos Santos Souza
Quem diria isso à 10 anos!