Início » Internet » Como garantir Wi-Fi rápido em um quarto de hotel

Como garantir Wi-Fi rápido em um quarto de hotel

Por
17/06/2019 às 13h23

Você está de viagem marcada e preocupado se vai encontrar Wi-Fi rápido no destino? Não tema: siga as nossas dicas e saiba o que fazer enquanto estiver em seu quarto de hotel (ou em uma rede pública) para conseguir se conectar com mais velocidade.

Wi-Fi/ Rawpixel / Unsplash / wi-fi rápido

Como conseguir Wi-Fi rápido em um quarto de hotel

1. Se informe antes de viajar

Não custa nada checar as informações do hotel onde você vai ficar hospedado, e antes de adquirir uma estadia, pergunte se o acesso ao Wi-Fi está no pacote. Caso esteja, use aplicativos onde você pode checar informações e análises de hotéis deixadas por outros clientes.

Para quem está viajando dentro do Brasil, o Google Mapas (nativo no Android, iOS) costuma trazer diversas informações nesse sentido; já para quem está indo ao exterior, apps como o Yelp (iOS, Android) e o Trip Advisor (iOS, Android) são de grande ajuda.

Não custa também pedir por um quarto que fique mais perto dos pontos de rede do hotel, para que o sinal de Wi-Fi chegue a você com mais força. Sim, isso acontece.

2. Verifique os arredores do hotel

Ben_Kerckx / hotel / wi-fi rápido

Uma vez que você escolheu um hotel, antes de fechar negócio, cheque os arredores do mesmo e hotspots, para saber se há opções com Wi-Fi livre que você possa usar quando não estiver em seu quarto. Novamente, apps como Google Mapas, Yelp e Trip Advisor são bastante úteis, mas considere usar também aplicativos que são capazes de detectar e analisar a qualidade de redes abertas, como o WiFi Map (iOSAndroid).

Em geral, estabelecimentos como lanchonetes e cafeterias costumam oferecer Wi-Fi gratuito a seus clientes, e você pode também se conectar em bibliotecas e praças públicas. Só tome cuidado com os arredores e use apps que protejam seus dados.

3. Leve seu próprio roteador

Uma forma de diminuir os problemas com a rede do hotel é usar um roteador próprio (alguns modelos são bastante portáteis), que você vai precisar configurar como um repetidor para que ele consiga replicar o sinal de Wi-Fi com mais qualidade.

Caso seu quarto tenha um ponto de rede para conexão cabeada (o que é raro, mas pode acontecer), basta espetar o roteador e usa-lo como se estivesse em casa.

4. Compartilhe a rede do seu notebook

Você pode também usar o seu notebook como um roteador, caso não tenha um à mão:

Windows 10 / compartilhamento de rede

No Windows 10, faça o seguinte:

  1. Clique em “Iniciar”, “Configurações” (o ícone da engrenagem);
  2. Clique em “Rede e internet”, “Hotspot móvel”;
  3. Clique na chave para coloca-la na posição “Ativado”;
  4. Em “Compartilhar minha conexão de Internet por”, selecione “Wi-Fi”;
  5. Clique no botão “Editar”, dê um nome à rede, defina uma senha e clique em “Salvar”.

macOS / compartilhamento de rede

No macOS, faça o seguinte:

  1. Clique no “Menu Apple” (o ícone da maçã), “Preferências do Sistema”, “Compartilhamento”;
  2. Clique em “Compartilhamento de Internet”;
  3. Clique em “Compartilhar sua conexão de” e escolha a conexão de Internet que o MAcBook estiver usando;
  4. Em “Para computadores usando”, marque a caixa “Wi-Fi” e clique em “Opções do Wi-Fi”;
  5. Escolha um nome da rede e senha, e defina um canal (de preferência, WPA2);
  6. Clique em “OK”.

Com a rede ativa, é só se conectar com seus outros dispositivos no sinal que você criou.

5. Mude o DNS de seus aparelhos

Caso você esteja sofrendo com lentidão constante, uma boa alternativa é mudar o endereço DNS (Sistema de Nomes de Domínio) de todos os seus dispositivos, para um que esteja operando melhor do que o que normalmente você usa em casa.

Existem servidores DNS que podem funcionar melhor do que outros em certas regiões do país e do mundo, portanto não custa nada testar alguns novos. Os serviços do Google e da Cloudflare costumam ficar entre os melhores e mais rápidos.

6. Sempre use VPNs

vpn-pexels

O último passo diz menos sobre Wi-Fi rápido e mais sobre segurança. Em geral, a rede wireless do hotel (e de outros lugares públicos) é aberta e não usa senha. Portanto, é importante usar programas que protejam seus dados e VPNs estão entre os mais necessários, pois mascaram a sua conexão e dificultam hacks e invasões.

Por isso, antes de viajar, lembre-se de instalar VPNs no computador, celular e tablet.

Mais sobre: , ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.