Início » Celular » 10 dicas para manter o seu celular Android seguro

10 dicas para manter o seu celular Android seguro

Conheça dez dicas valiosas para manter o seu celular Android seguro e evitar dores de cabeça com apps estranhos ou links suspeitos

Por
13 semanas atrás

O Android é um sistema seguro, até certo ponto. Por permitir muitas customizações e ajustes por parte do usuário, torna-se muito fácil meter os pés pelas mãos e ter problemas de segurança sérios com o robozinho do Google. Por isso, reunimos algumas dicas que podem ajudá-lo a não ter dores de cabeça se adotar algumas práticas.

Android 9 Pie

10 dicas para manter o seu celular Android seguro

1. Use gerenciadores de senhas

Apps como o LastPass e 1Password, que são gratuitos e funcionam em qualquer aparelho, ajudam a gerenciar as suas senhas. Todas as suas credenciais são protegidas por uma senha-mestra e a sincronização ocorre entre todos os seus dispositivos. Isso evita salvar senhas no navegador ou deixá-las no autocompletar de sites, por exemplo.

2. Ative a verificação em duas etapas

2FA / android seguro

Assim como o gerenciador de senhas, é importante ativar o recurso de verificação em duas etapas para todos serviços que a disponibilizarem. Assim você diminui as chances de alguém acessar a sua conta, já que a mesma exigirá uma confirmação através de um app ou de um código enviado para o seu número de celular. É simples e eficiente.

3. Evite instalar apps de fora da Google App Store

Eu sei que já ensinamos a instalar apps de fora da lojinha, mas sempre avisamos: instalar aplicativos manualmente é um procedimento de risco, que expõe o Android s software não inspecionado pelo Google e que pode estar recheado de pragas. Não importa se é uma loja alternativa ou o arquivo apk de Fortine, sempre haverão espertinhos para se aproveitar do recurso. Na dúvida, evite apps fora da Google Play.

4. Não descuide do bloqueio de tela

PIN / Android seguro

Dos modos de bloqueio de tela, o PIN é um dos mais usados e negligenciados, porque os usuários utilizam senhas simples como “1234” ou a data de nascimento. Não só evite isso, como combine modos de desbloqueio de tela avançados (digitais, reconhecimento facial, leitura de íris) com outros mais seguros, como senha ou padrão de desenho.

5. Não envie dados sensíveis por redes Wi-Fi públicas

ddouk / placa de Wi-Fi Grátis em praia do Mediterrâneo (detalhe) / como descobrir a senha do wifi que estou conectado

Redes Wi-Fi públicas são, no entendimento geral, inseguras. Sempre existe a possibilidade de xeretas de olho no tráfego dos dados transmitidos. Não é recomendável manter conversas sigilosas ou trocar dados realmente sensíveis nessas redes. Se for o caso, desative o Wi-Fi e faça toda a troca pela rede de dados móveis.

6. Mantenha seu Android sempre atualizado

Na medida do possível e dependendo do que o fabricante do seu celular permitir, procure sempre manter o Android atualizado com as últimas versões do sistema operacional e patches de segurança. Para verificar patches disponíveis, abra o app “Configurações”, toque em “Segurança” e depois em “Atualização de segurança”.

7. Mantenha seus aplicativos atualizados

Assim como o Android, é importante manter os seus aplicativos atualizados, para evitar que bugs e falhas sejam exploradas no seu smartphone. Ao sempre verificar por atualizações no app da Google Play Store, você garante que sempre estará rodando aplicativos com os últimos patches de segurança instalados e minimiza problemas. Para verificar, acesse o menu do Google Play Store > “Meus apps e jogos” > “Atualizar tudo”.

8. Ative o bloqueio e formatação remota

Google / Encontre Meu Dispositivo

Caso você tenha perdido o seu Android ou ele tenha sido roubado, é possível bloquea-lo ou em casos extremos, apagar todo o seu conteúdo. Saiba como fazer se precisar.

  1. Acesse o site Encontre Meu Dispositivo do Google e selecione o seu celular;
  2. Caso ele apareça ativo, clique em “Proteger Dispositivo” para bloqueá-lo e confirme as informações;
  3. Caso a recuperação seja impossível (furto ou roubo, por exemplo), clique em “Limpar Dispositivo” após protegê-lo e confirme as informações.

9. Tenha sempre uma VPN disponível

Madskip / mobile VPN / Pixabay / o que é vpn

Se você não quer ser rastreado, usar VPNs é uma opção. Os aplicativos mascaram sua conexão e redirecionam seu tráfego através de vários endereços de rede, de modo que hackers, sites e curiosos não saibam em que lugar do mundo você está. Apenas tome cuidado com certos apps de VPN, pois alguns não são tão idôneos quanto parecem.

10. Nunca clique em links suspeitos

Não clique em links suspeitos enviados através de e-mails e mensagens SMS ou WhatsApp, que você não conhece a origem. Ao mesmo tempo, evite sites que parecem suspeitos demais, como os que oferecem serviços ou ofertas imperdíveis. Assim, você elimina o risco de virar alvo de mensagens de SPAM, rastreadores e outros malware.

Mais sobre: