Início » Gadgets » Google desiste de fazer tablets

Google desiste de fazer tablets

Dois tablets estariam em desenvolvimento pelo Google, mas eles não deverão mais ver a luz do dia

Paulo Higa Por

Não é como se fosse a maior surpresa do mundo, mas o Google decidiu sair do mercado de tablets. A informação começou a circular dentro da empresa na semana e foi confirmada publicamente nesta quinta-feira (20), o que significa que não deveremos mais ver mais novos tablets com a marca Pixel por aí.

Ao Computer World, o Google confirma que não desenvolverá mais tablets, ou seja, dispositivos que se destacam completamente de um teclado ou que nem tenham um teclado físico. Isso não deve afetar notebooks dois em um, como o Pixelbook, nem os celulares Pixel.

Google Pixel Slate

Google Pixel Slate

O último tablet que o Google lançou foi o Pixel Slate, em outubro de 2018, depois de ficar três anos sem apresentar nenhum produto do tipo. Ele rodava Chrome OS com interface especial para toque, possuía tela de 12,3 polegadas com resolução de 3000×2000 pixels e rodava aplicativos de Android e Linux. Com preço a partir de US$ 599, podia ser usado com um teclado vendido por US$ 199 e uma caneta de US$ 99.

Rumores davam conta de que o Google estaria preparando dois novos tablets com telas mais compactas, mas não deveremos vê-los oficialmente. Uma reunião interna na quarta-feira (19) decidiu pelo cancelamento dos produtos e remanejamento dos funcionários que trabalhavam na área; parte deles deverá migrar para a área de notebooks, também na divisão de hardware do Google.

O Asus Nexus 7 foi o único tablet do Google no Brasil. Ou quase isso. O lançamento foi marcado por seguidas confusões: as vendas teriam começado só para empresas específicas no fim de 2012, não para consumidores; depois ele foi vendido “acidentalmente” por lojas online em janeiro de 2013 por R$ 1.299 e, finalmente, chegou por R$ 999 em abril daquele ano. O brasileiro Hugo Barra, na época vice-presidente de Android, disse que o lançamento foi um “mal entendido”. Essa história é mais complexa nos bastidores da imprensa de tecnologia; talvez ela seja revelada em algum futuro.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Buldego

Nossa, mas cê tá brava, menina?

Matheus Serra

cala sua boca, para de querer pagar de sabidão da tecnologia só porque leu uma materiazinha por ai sobre um suposto projeto chamado Fuchsia, ninguém sabe se essa #$%@ existe mesmo.

André Cardoso

É ruim em termos de concorrência né, mas qualquer tablet Android está muito atrás do iPad, então nem me surpreendo.

sincero

iPad é imbatível.

Louis

Até hoje tenho um Tab Pro da Samsung, que peguei em uma promoção do Submarino por R$ 480 em 2014.

Por incrível que pareça, não está lento e é ótimo para a leitura e vídeos.

O ruim que esse aparelho é da época de plástico da Samsung.

As bordas que imitam metal descararam e o couro falso feito de plástico da traseira ficou grudento. Resolvi isso com uma capa de qualidade.

O que incomoda é a bateria, já quer não dura nada e descarrega em dois dias.

Lucas Santos

Depois do iPados mudei minha ideia sobre iPads, acho que agora com multitarefas decente e modo mesa digitalizadora acabou ganhando seu lugar no mundo.

Kleverson Marques Bernardo

E nosso ipad veio de guerra continua firme. Ainda mais agora com o iPadOS.

Buldego

"Isso não deve afetar notebooks dois em um, como o Pixelbook,
Então meio que ainda continua. Ainda mais com o ChromeOS maduro e o Fuchsia que deve substituí-lo.

Jairo ☠️

Com os atuais phablets, considero o uso de tablets , mesmo iPad como supérfluo.

Rookie naz

O que me chamava atenção era justamente o preço dele.

Que chato o que aconteceu com seu Tablet, 3 anos foi um tempo de uso razoável.

Itlof

Na época encomendei de uns parentes do exterior e ficou 192 dólares (que deu uns 420 reais). Foi um preço excepcional e ele viveu bem uns 3 anos, antes de começar a ter problema por causa do armazenamento barato que a Asus usou. Foi abandonado no bugado Android 5, pra piorar. Pouco tempo atrás tentei instalar uma ROM alternativa, mas meu computador sempre dá problema com o Nexus Root Toolkit (o programa vai só explodindo em consumo de RAM até travar o windows) e deixei de lado, por enquanto.

Rookie naz

Meu sonho de adolescente, pena que não tinha dinheiro nessa época.

Franco Luiz

Atualmente Tablet bom e tablet com windows , os android e ios parece uma versao mobile esticado

Itlof

Até hoje tenho meu Nexus 7 2012. Qualquer dia desses vou reinstalar o Android pra ver se dá uma sobrevida, porque ficou muito lento. Esse tablet teve vários erros de produção e materiais de baixa qualidade...