Início » Brasil » Correios: Amazon e Alibaba estariam interessadas em comprar estatal

Correios: Amazon e Alibaba estariam interessadas em comprar estatal

Governo realiza estudos para privatização dos Correios; presidente da estatal foi demitido por não concordar com venda da estatal

Felipe Ventura Por

O governo está realizando estudos para a privatização dos Correios, e aparentemente duas empresas já demonstram interesse: a gigante do e-commerce Amazon e a chinesa Alibaba, que investem forte em operações próprias de logística. Jair Bolsonaro demitiu o presidente da estatal por ser contra o processo de venda.

Correios e Sedex

Amazon e Alibaba estudam “discretamente” a compra dos Correios, segundo fontes de Leandro Mazzini, da Coluna Esplanada no jornal O Dia. Elas estariam especialmente interessadas na logística de entrega nacional para comércio eletrônico, já que a estatal está presente em todos os municípios do Brasil.

As empresas poderiam se associar a um banco privado brasileiro para comprar os Correios. As instituições financeiras poderiam ter interesse na divisão de Banco Postal, oferecendo serviços bancários nas agências existentes.

Alibaba e Amazon têm operações próprias de logística

O rumor se encaixa na estratégia da Alibaba em apostar forte no setor de logística. Ela possui uma subsidiária focada nesse setor, chamada Cainiao, que investiu bilhões de dólares nas empresas chinesas ZTO Express, YTO Express, STO Express e Best Logistics.

Os custos de logística na China correspondem a cerca de 15% do PIB. O objetivo da Alibaba é reduzir isso para uma faixa entre 5% e 6%, mais próximo de países desenvolvidos. Para tanto, ela aplica tecnologias de automação em armazéns de mercadorias para agilizar os processos e depender menos de humanos.

A Amazon, por sua vez, passou muitos anos dizendo que seus serviços de remessa e entrega serviam apenas para complementar parceiros existentes como UPS e FedEx. Mas, em 2019, ela mudou o tom: a empresa agora diz que concorre no setor de transporte e logística.

Nos EUA, os serviços da Amazon Logistics dividem espaço com UPS, FedEx, DHL e U.S. Postal Service. Na Índia, a Amazon Transportation Services trabalha em conjunto com parceiros, incluindo o Indian Postal Service. No Brasil, a Amazon ainda não tem uma operação própria de entrega: ela depende dos serviços da Total Express, Sequoia, Loggi, Jadlog, Shippify e Correios.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Roberto Furutani

Só dando um feedback... 20 dias se passaram e não recebi o AR até hoje.

GYNArthur

"Escolha"?! Essa foi boa!

Em 2018, 92% dos lucros dos Correios vieram das atividades em 324 municípios, correspondendo a um total de R$ 6,71 bilhões. Enquanto isso, os outros 5.246 municípios respondem por um prejuízo de R$ 6,54 bilhões.

Então você acha que esses 5.245 municípios são formados por pessoas "escolheram" morar em lugar inóspito?

E esse dircursinho pronto de que os outros pagam não cabe no caso da ECT. A empresa não necessita de dinheiro de impostos para manter-se.

GYNArthur

Suas doações são um belo gesto. Deviam existir mais pessoas assim.

Entretanto, o assunto ao qual me referi é Correios.

Então vamos ao ponto: no caso dos Correios ninguém está obrigando ninguém a ajudar ninguém. A ECT é uma empresa que não depende de dinheiro de impostos para se manter, portanto não gera ônus para os contribuintes.

Milpet AquarismoPet

ALIBABA TEM QUE COMPRAR ESSA EMPRESA QUE É UM PUTA CABIDE DE EMPREGO PARA OS VAGABUNDOS DE ESQUERDA QUE NÃO GOSTAM DE TRABALHAR , EU CONHEÇO A FUNDO ESSA EMPRESA !!! TEM NEGO NA DIRETORIA QUE NUNCA FEZ CONCURSO ESTA NA EMPRESA A ANOS E HOJE GANHA MAIS DE 20K POR MES PRA FICAR NO FACEBOOK O DIA TODO CRITICANDO O GOVERNO SENTADO NUMA MESA COM ARZINHO LIGADO , NÃO FAZEM NADA ... ENQUANTO ISSO OS COITADOS DOS CARTEIROS NO SOL E CHUVA GANHANDO 2 CONTO , TEM QUE PRIVATIZAR TUDO , AI ACABA A MOLEZA DESSES POLITICOS VAGABUNDOS

Rener

59 (era 60, mais 1 foi cheirado).

Qohen Leth
de tanto pensar nessa minorias de municípios fantasmas, que o correios
estão como estão!

Os Correios estão assim pela roubalheira causada por inúmeros partidos políticos que passaram pela administração da empresa.
Nenhuma empresa, seja pública ou privada, aguenta má gestão e roubalheira.
Obs: distingui "má gestão" de roubalheira porque, às vezes, a má gestão é por incompetência e não por má fé. ;)

se não tem demanda, não tem serviço.

Tem demanda.

Mas ela é pouca para dar lucro para uma empresa privada.

Tu não podes deixar as pessoas sem serviços essenciais só porque "não tem demanda, não tem serviço".

Por isto que este país de m*rda não vai para frente. :(

Agora não é justo
penalizar a maioria pra manter meia dúzia de gato pingado recebendo
cartão postal e carta selada.

Chama-se sociedade por um motivo.

Aliás, as empresas privadas de telefonia só colocaram torres no interior do Brasil e deram acesso à rede celular para pessoas destes rincões ermos PORQUE O GOVERNO EXIGIU, POR MEIO DE METAS, QUE ISTO FOSSE FEITO.

É barbada colocar este ti po mimimi "ah, tem pouca gente usando no serviço na cidadezinha lá do caralhaquatro" quando você mora em um grande centro. ;)

Dayman Novaes

E caímos no velho (e profundo) dilema do coletivismo ou individualismo metodológico.

A maioria dos autores de economia e sociologia que permeia a comunidade acadêmica seguem a mesma metodologia filosófica, que é o coletivismo metodológico.

Só pra contraponto de ideias, recomendo a leitura de um livro que usa outra metodologia (e apresenta críticas e bons argumentos contra o coletivismo): Leia os 2 primeiros capítulos do Ação Humana, de Mises.

Só antecipando, caso não conheça: o individualismo metodológico não desconsidera a existência do coletivo, é óbvio que ele existe. Mas ele mostra que frases como "o coletivo prevalece o indivíduo" não fazem sentido, pois o "coletivo" só existe como conceito, e não como algo que age e tem preferências. Ninguém enxerga o coletivo agindo, enxerga-se apenas indivíduos agindo coletivamente.

Caso já tenha lido, e tenha algum contraponto, ou a indicação de algum autor que contra-aponte o individualismo, pode me indicar que ficarei feliz de ler.

Valter Vieira Voytina

MEU CARO, OS CORREIOS SÃO A UNICA EMPRESA ESTATAL QUE NÃO PRECISA DE "SUBSIDIOS", ELA DA LUCRO MESMO OS POLITICOS ROUBANDO. COM A PRIVATIZAÇÃO OS PREÇOS IRÃO LA NAS ALTURAS. PRATICAMENTE HOJE EM DIA NÃO EXISTE MONOPOLIO PARA ENTREGA DE ENCOMENDAS. O MELHOR PREÇO É DOS CORREIOS.

Valter Vieira Voytina

NADA PRESTA, LEVE E ENTREGUE VOCE MESMO

Alberto Prado

"eu como cidadão não tenho direito de decidir se você"
Vc não, mas a sociedade a qual todos nós estamos inseridos sim.
O coletivo em alguns momentos prevalece sobre o indivíduo.

"Mas foram eleitos por mim, cidadão, certo?"
Não, foram eleitos por NÓS enquanto sociedade democrática.

"...se eu não tinha esse direito em primeiro lugar?
Você não tem esse direito. A sociedade o tem e o delega a aqueles por ela escolhida.

Olha, muitas pessoas no mundo tem capacidade de raciocina que uma ideia é boa quando lhes é apresentada. Isso já deve ter acontecido dezenas ou centenas de vezes propondo ideias sobre um novo sistema político ou social. Mas só um deles funcionou. E o mais legal é que não foi algo arquitetado por ninguém. Simplesmente foi acontecendo, evoluindo e sendo moldada pelo mundo. Uma evolução natural, errando e corrigindo, entende?
Acho difícil que alguém apresente algo pronto, revolucionário e infalível. Se o fosse, ele já estaria em uso em algum lugar e todo nós iríamos querer copiar.

Dayman Novaes

hahaha faço isso aqui à algum tempo já. Faço isso por hobby sempre que tenho a oportunidade. As vezes aparece uns caras aí me ajudando.

Caio San

Meu amigo, quem trabalha mesmo nos Correios atualmente, conseguiria emprego facilmente (conheço um cara que trabalha a 10 anos lá como motorista) com as empresas novas que se abririam com a total privatização do setor.

Caio San

O ideal seria dissolver os Correios e leiloar as frações de sua infraestrutura para 10 ou mais empresas de logística internacionais, juntamente com a reforma tributária e dar a largada pra ver as empresas "brigando de faca na rua" pra oferecer melhores serviços

Edit: o mesmo vale pra petrobrás e qualquer outra estatal.

Caio San

Me identifico também com o libertarianismo, concordo totalmente em argumentar divulgando as idéias de liberdade, mas cara prepara viu, boa parte dos comentaristas aqui são defensores de instituições coercivas ilegítimas e vão te encher o saco.

Dayman Novaes

Concordo sobre a seleção natural, tudo que é melhor tende a acontecer. E nós como seres humanos racionais (evidenciado pelo nosso diálogo argumentativo) somos capazes de raciocinar sobre o que é melhor, sobre o que está correto, e sobre o que é coerente, mesmo que essas coisas não tenham acontecido ainda.

Por exemplo: na época que existia escravidão ou que mulheres podiam apanhar dos maridos, mesmo "estando na constituição escrita por várias pessoas de vários segmentos da sociedade", algumas pessoas da época conseguiam raciocinar e saber que aquela circunstância estava objetivamente errada e que não era o melhor.

E qual é o meio de se descobrir o que é correto/melhor, mesmo que essas coisas não tenham acontecido ainda? Através da filosofia, da lógica e de pensamentos coerentes.

Veja só: eu como cidadão não tenho direito de decidir se você, outro cidadão, possa ser obrigado a "doar" 10%, 90% ou 100% dos seus recursos para alguém mais pobre, certo?
Mas você me disse que existe alguém que tem esse direito, que são os políticos. Mas como esses políticos adquiriram esse direito? Você disse que é porque foram eleitos. Mas foram eleitos por mim, cidadão, certo?
Mas se eu não tenho o direito de decidir sobre como usar seu recurso, como eu posso transferir esse direito à alguém, se eu não tinha esse direito em primeiro lugar?

É um problema jurídico-filosófico relativamente simples, né? Não existe legitimidade na constituição, pelo motivo de que quem a escreveu não tinha a legitimidade para escrevê-la, pelo motivo de que quem os elegeu não tinha a legitimidade para fazê-lo (você pode ir regredindo nisso até o golpe republicano de 1889, e antes disse até 1500).

Concordo que "é o que tem pra hoje", mas usar isso de argumento pra aceitar o contexto atual, ou falar "democracia é um mal necessário" é só um jargão que inventaram, sem valor argumentativo nenhum, para convencer as pessoas de que realmente não tem opção melhor.

Aposto que na época da escravidão, a maioria falava que "era um mal necessário".

Exibir mais comentários