Início » Internet » Google libera recurso que apaga histórico da web e de localização

Google libera recurso que apaga histórico da web e de localização

Ferramenta do Google permite definir limite de tempo de 3 meses ou 18 meses para histórico da web e de localização

Por
16 semanas atrás

O Google começou a liberar nesta quarta-feira (26) o recurso “excluir automaticamente”, que concede mais controle aos usuários sobre os dados que a empresa mantém deles: a ferramenta permite que o histórico da web e de localização sejam apagados a cada 3 ou 18 meses.

O recurso será distribuído aos poucos para todos os usuários ao redor do mundo. Disponível na página Minha Atividade do Google, será possível definir três opções: apagar os dados manualmente; removê-los se forem anteriores a três meses; ou se forem anteriores a 18 meses.

Até então, o Google guardava todos os dados do usuário e tinha apenas as opções de apagar tudo ou interromper totalmente a coleta. Entretanto, alguns recursos poderiam não funcionar tão bem, já que a empresa usa essas informações para oferecer serviços personalizados.

A atividade na web e de apps inclui “tudo o que você faz nos serviços do Google, como o Maps, a Pesquisa e o Play. Ela também pode incluir suas atividades em sites, apps e dispositivos que usam serviços do Google”, explica a empresa.

Google pode personalizar serviços com 3 meses de dados

É fato que as fervorosas discussões sobre privacidade e coleta de dados por empresas de tecnologia fizeram com que muitas delas adotassem novas posturas (e até mais cuidado) ao gerenciar as informações de seus usuários; ao menos, é o que se espera.

Ainda assim, três meses é suficiente o bastante para uma empresa que trabalha com dados conhecer um usuário: os hábitos diários dele, os locais que visita com frequência, as buscas que faz e o conteúdo que consome. Informações antigas demais, de até dez anos atrás, podem não fazer mais tanto sentido em se tratando de publicidade. Pessoas mudam, do passado só interessam memórias — e elas continuam lá no Google Fotos.

Mais sobre: ,