Início » Aplicativos e Software » Google Maps ganha recurso que prevê lotação de ônibus, trem e metrô

Google Maps ganha recurso que prevê lotação de ônibus, trem e metrô

O Google Maps também passou a informar sobre atrasos de linhas de ônibus em mais cidades

Victor Hugo Silva Por
20 semanas atrás

O Google anunciou nesta quinta-feira (27) dois recursos para quem costuma usar o transporte público. As versões para Android e iOS do aplicativo passaram a exibir em 200 cidades projeções para a lotação de ônibus, metrôs e trens, além de dados sobre atrasos de linhas de ônibus.

O aviso sobre linhas com muitos passageiros é feito com base na avaliação de outros usuários do Google Maps. O aplicativo espera ajudar a decidir se vale a pena pegar ônibus, metrô e trem mais próximo ou esperar pelo seguinte.

"Estamos apresentando as previsões de lotação no transporte para que você possa ver como o ônibus, o trem ou o metrô deve estar com base em viagens anteriores", afirma o Google. O recurso será muito útil em cidades como São Paulo, que tem 3 das 10 linhas mais movimentadas do mundo.

Com base em dados obtidos entre outubro de 2018 e junho de 2019 no horário de pico (das 6h às 10h), o Google afirma que a Linha 11 - Coral da CPTM é a 2ª mais cheia do mundo. As linhas 8 - Diamante e 9 - Esmeralda, ocupam o 4º e o 8º lugar, respectivamente.

Google Maps informará linhas com atrasos

O segundo recurso apresentado pelo Maps indica  em tempo real se uma linha de ônibus registrou algum atraso. Ele deverá ajudar quem depende de ônibus a planejar melhor suas viagens e a chegar em seus compromissos no horário certo.

"O Google Maps está lançando atrasos de trânsito ao vivo para os ônibus em locais onde não temos informações em tempo real diretamente de agências de transporte locais", explica o Google. O aplicativo mostra alertas de acordo com as condições do local.

Caso registre tráfego mais intenso que o normal, ele apresenta quanto tempo o ônibus levará para chegar e quais pontos de seu itinerário enfrenta lentidão.

Com informações: Google (2)

Mais sobre: ,