Início » Computador » Com taxa de 80 Gb/s, DisplayPort 2.0 vai abrir caminho para telas 8K

Com taxa de 80 Gb/s, DisplayPort 2.0 vai abrir caminho para telas 8K

8K ou mais: DisplayPort 2.0 também suporta resoluções como 10K e 16K

Emerson Alecrim Por

TVs 4K começaram a ganhar força no mercado há pouco tempo, mas a VESA já está preparando o terreno para transmissões 8K ou superiores: nesta semana, a entidade anunciou as especificações DisplayPort 2.0, que trazem como foco justamente conexões de vídeo em altíssima resolução.

DisplayPort

Para você ter noção do que o DisplayPort 2.0 será capaz de proporcionar, conexões do tipo poderão lidar com largura de banda de aproximadamente 80 Gb/s (gigabits por segundo) — 77,37 Gb/s, para ser exato —, três vezes mais do que os 26 Gb/s do DisplayPort 1.4 (liberada em 2016, a especificação mais atual até então).

Com tamanha largura de banda, o DisplayPort 2.0 poderá permitir vários modos de transmissão. Eis alguns exemplos dados pela VESA:

  • três telas 4K trabalhando com 90 Hz e HDR
  • três telas 10K em 60 Hz e HDR com compressão
  • duas telas 4K em 144 Hz
  • duas telas 8K em 120 Hz e HDR
  • uma tela 10K (10240×4320 pixels) em 60 Hz
  • uma tela 16K (15360×8460 pixels) em 60 Hz e HDR com compressão

Que fique claro que a chegada de telas com 10K ou mesmo 16K ao mercado não está próxima. A VESA menciona essas resoluções apenas para dar uma ideia do que a nova tecnologia será capaz de fazer.

Mas qual é a mágica aqui? O DisplayPort 2.0 é capaz de lidar com diferentes taxas de bits e utiliza uma codificação de dados mais eficiente para as transmissões (128/132b), por exemplo.

Isso é possível porque, em vez de reinventar a roda, a VESA baseou o DisplayPort 2.0 nas especificações do Thunderbolt 3. Não, isso não irá causar problemas legais à associação: em um esforço para popularizar a tecnologia, a Intel deixou de cobrar royalties sobre o Thunderbolt 3 em 2017. Não por acaso, essa especificação também será a base do USB4.

É claro que adaptações foram feitas. O Thunderbolt 3 trabalha com até 40 Gb/s de modo bidirecional, ou seja, enviando e recebendo dados ao mesmo. Já o DisplayPort 2.0 foi desenvolvido para usar todas as vias de transmissão em uma única direção.

Está aí um dos fatores que fazem a nova especificação atingir até 80 Gb/s. Como não é necessário dedicar vias para o sentido contrário, todo o potencial da conexão pode ser aproveitado.

DisplayPort - evolução

Por ter como base o Thunderbolt 3, o DisplayPort 2.0 herda a compatibilidade com conectores USB-C. Mesmo assim, o conector DisplayPort que já conhecemos também deverá ser suportado.

Só que entre uma especificação nova ser liberada e sua chegada ao mercado há um longo caminho. A indústria precisa de tempo para testar e implementar o novo padrão, por isso, a estimativa é a de que os primeiros dispositivos compatíveis com DisplayPort 2.0 cheguem ao mercado apenas no final de 2020.

Com informações: AnandTech.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Felipe

Porque essa novas TVs 4K não tem entradas DisplayPort só HDMI ?

Carlos de Sá

Mas HDMI2.1 já não suportava até 10K/120? O título não deveria ser "abre caminho para telas 16K"?

Avatar

Mas isso é bom, ué.

Macgyver Freitas

Concordo q é mais plausível chegar para o consumo de mídia, mas como o 1.4 já suporta [email protected], acho q esse novo padrão só vai ter uso quando chegar o 10k. To torcendo pra eles incluírem outros recursos como os q vieram na HDMI 2.1, como VRR, retorno de áudio, e coisas assim, que fariam o DP ter um apelo sobre o HDMI em produtos comuns, tipo hj em dia n tem TV com DP, mesmo ele sendo royalties free por falta desses extras

Felipe Silva

Esse tipo de tecnologia nem é pra jogo, é pra video e imagens estáticas, coisas que não pedem tanto da placa de video.

SiouxBR

10K e 16K? Gostaria de ver umas bichinhas dessas funcionando...

LekyChan

nem é isso que estou querendo dizer, mas sim cada novo lançamento de cabo ou atualização de barramento esta vindo baseado no thunderbolt

Eduardo Braga

Eu acho que o Thunderbolt não é obrigatório no USB 4, o que é bem merda.

Macgyver Freitas

Largura de banda sensacional, mas ainda distante de poder usar todo potencial. Espero que inclua tecnologias mais utilizações, como por exemplo alguma forma de VRR, a atual já suporta [email protected] ou [email protected] Tenho 3 DP na placa de vídeo, então já tenho suporte a três monitores nessas resoluções. Sendo q a RTX2080ti mal da conta de [email protected], então por uns anos essa largura de banda será só um número, sem uso real

LekyChan

caramba esta tudo virando thunderbolt

Franco Luiz

Nossa 4k nem se popularizou direito