Início » Negócios » Jony Ive teve participação reduzida na Apple quatro anos antes de sair

Jony Ive teve participação reduzida na Apple quatro anos antes de sair

Jony Ive deixa a Apple após quase 30 anos; diretor de design tinha papel reduzido desde 2015, após lançamento do Apple Watch

Por
17 semanas atrás

A saída de Jony Ive da Apple após quase 30 anos pegou muita gente de surpresa, mas não os funcionários da empresa: o diretor de design tinha um papel reduzido desde 2015, após o lançamento do Apple Watch, e só aparecia na sede duas vezes por semana. Vários designers de sua equipe também deixaram os cargos.

Jony Ive

Segundo a Bloomberg, Ive reduziu sua participação na Apple em 2015, após o lançamento do Apple Watch: ele ia para a sede apenas duas vezes por semana, e não supervisionava a equipe de design tão de perto.

Na época, o designer confessou à New Yorker que estava “profundamente, profundamente cansado”, porque o ano anterior em preparação ao lançamento do Watch foi “o mais difícil” desde que ele entrou na empresa em 1992.

Pouco tempo depois, Ive se tornou diretor de design da Apple. Com isso, o trabalho diário foi transferido para outros dois executivos, Alan Dye e Richard Howarth. Dois anos depois, no final de 2017, o designer retomou algumas funções que havia delegado antes. No entanto, ele ainda ia para Cupertino apenas duas vezes por semana, e preferia realizar suas reuniões em San Francisco, cidade onde mora.

A reportagem da Bloomberg dá a entender que Ive cansou de trabalhar na Apple. “Ele está na Apple há mais de 25 anos e é um trabalho muito desgastante”, diz uma das fontes. “Foram 25 anos extremamente tensos para ele na Apple, e chega uma hora para todo mundo diminuir o ritmo.”

O problema não é apenas o cansaço. Uma pessoa próxima à Apple diz: “os funcionários que estão lá há muito tempo não querem continuar fazendo atualizações incrementais nos produtos atuais”. Em sua empresa própria, chamada LoveFrom, Ive provavelmente terá mais liberdade de criação.

Apple Watch de ouro

Apple Watch de primeira geração feito de ouro, um dos projetos de Jony Ive

“As pessoas estão com medo de ser inovadoras”

Mesmo que a saída de Ive tenha sido gradual ao longo dos anos, alguns funcionários estão preocupados. A Apple teve outras baixas em sua equipe de design: Christopher Stringer e Daniele De Iuliis saíram há alguns anos; Daniel Coster foi para a GoPro em 2016; enquanto Julian Hoenig, Rico Zorkendorfer e Miklu Silvanto deixaram a empresa nos últimos seis meses.

A Apple não terá mais um diretor de design: em vez disso, Evans Hankey (design industrial) e Alan Dye (interface humana) vão dividir as responsabilidades e responder ao diretor de operações Jeff Williams. O diretor de operações cuida do dia a dia da empresa, e pode ser mais conservador em relação a novos produtos.

Além disso, Sabih Khan foi promovido para o cargo de vice-presidente sênior de operações: ele será responsável pela cadeia global de suprimentos da Apple. Essa divisão se envolve cada vez mais no planejamento inicial de produtos, e também pode ser um obstáculo.

“A equipe de design é composta das pessoas mais criativas, mas agora há uma barreira de operações que não existia antes”, explica um ex-executivo da Apple à Bloomberg. “As pessoas estão com medo de ser inovadoras.”

Ive foi um dos principais responsáveis pelo design do iPhone, iPad, Apple Watch, Mac e iPod. O que mudará na Apple após a saída dele?

Primeira geração do iPod classic

Primeira geração do iPod classic

Com informações: Bloomberg.

Mais sobre: ,