Início » Aplicativos e Software » Xiaomi recruta donos do Pocophone F1 para testar Android Q

Xiaomi recruta donos do Pocophone F1 para testar Android Q

Xiaomi terá beta fechado do Android Q para Pocophone F1; testes do Android 9 Pie se expandem para Mi 6, Redmi 6 e Redmi 6A

Felipe Ventura Por

A Xiaomi vai realizar um teste beta fechado do Android Q para o Pocophone F1, e está recrutando usuários interessados em ajudar; este celular é vendido oficialmente no Brasil pela DL Eletrônicos. A fabricante também quer ajuda dos clientes para levar o Android 9 Pie ao Mi 6, Redmi 6 e Redmi 6A. Ela encerrou neste mês o programa beta público da MIUI global.

Xiaomi Pocophone F1

Pocophone F1

Se você tem um dos celulares mencionados acima, pode se inscrever indo até o fórum da Xiaomi até o dia 7 de julho. Os testes são abertos para usuários de todos os países; toda a comunicação será feita em inglês.

Existem alguns pré-requisitos: é necessário ter bootloader desbloqueado, usar a MIUI Global Stable ROM mais recente, e conhecer bem a Xiaomi Flash Tool para instalar firmware a partir do computador.

Como se trata de uma versão instável, a Xiaomi recomenda fazer backup dos seus dados antes da instalação. Além disso, a empresa diz que “vazar links de ROMs nightly é estritamente proibido; o usuário será banido da equipe beta e sua conta será banida”.

Será necessário usar o aplicativo de mensagens QQ para participar do grupo de discussão com outros membros. Se você for escolhido, a Xiaomi entrará em contato através do fórum oficial em 10 de julho.

Xiaomi confirma Android Q para 12 celulares Mi e Redmi

A Xiaomi havia suspendido a atualização do Redmi 6 e Redmi 6A para o Android 9 Pie: ela deixou de aceitar usuários para testes devido a uma “mudança de planos”. Agora, o programa beta voltará à ativa, mas será fechado — ou seja, restrito a menos pessoas.

Agora, o Android Q está confirmado para 12 celulares: os testes começam no final do ano para o Xiaomi Mi 9, Mi 9 SE, Mi 8, Mi 8 Screen Fingerprint Edition, Mi 8 Explorer Edition, Mi Mix 2S, Mi Mix 3, Redmi K20 e Redmi K20 Pro. Enquanto isso, Redmi Note 7 e Redmi Note 7 Pro serão contemplados em 2020. O Pocophone F1 está se juntando à lista.

Destes celulares, o Xiaomi Mi 9, Pocophone F1 e Redmi Note 7 foram lançados oficialmente no Brasil pela DL Eletrônicos, custando R$ 4.800, R$ 3.300 e R$ 2.000, respectivamente. Eles estão disponíveis na Mi Store física em São Paulo, na loja online e no marketplace do Submarino, Americanas e Shoptime. O Mi 9 SE, também presente na lista acima, está passando por homologação da Anatel.

Com informações: Gizmochina.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Volien Habbah

O Custo Brasil ferrou com os preços da Xiaomi.

AleMouta

Comprei meu F1 na amazon br beeeeeeeem mais em conta. mas dispenso os testes.

Rookie naz

E conseguiram a façanha de anunciar um valor e comprar mais caro do que anunciado antes.

Franco Luiz

E nao tem desculpa de custo Brasil ,A Asus trouxe o 5z por 2,8k um top de linha a 2,8k

Luiz Carlos

Pois é comprei um Poco F1 através de um intermediário e não me arrependi , preço muito bom além de ser um excelente celular!!!

Não troco nem por um samsung e nem IPhone,

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Xiaomi Brasil conseguiu fazer Samsung e Apple parecerem baratos. Kkkk

Franco Luiz
Anayran Pinheiro

Acho um escárnio sem igual ver esses preços dos aparelhos da mi aqui no Brasil, sem zoeira...

No mais, boa notícia para quem deseja ter o novo OS em seu celular.