Início » Aplicativos e Software » Xiaomi recruta donos do Pocophone F1 para testar Android Q

Xiaomi recruta donos do Pocophone F1 para testar Android Q

Xiaomi terá beta fechado do Android Q para Pocophone F1; testes do Android 9 Pie se expandem para Mi 6, Redmi 6 e Redmi 6A

Felipe Ventura Por

A Xiaomi vai realizar um teste beta fechado do Android Q para o Pocophone F1, e está recrutando usuários interessados em ajudar; este celular é vendido oficialmente no Brasil pela DL Eletrônicos. A fabricante também quer ajuda dos clientes para levar o Android 9 Pie ao Mi 6, Redmi 6 e Redmi 6A. Ela encerrou neste mês o programa beta público da MIUI global.

Xiaomi Pocophone F1

Pocophone F1

Se você tem um dos celulares mencionados acima, pode se inscrever indo até o fórum da Xiaomi até o dia 7 de julho. Os testes são abertos para usuários de todos os países; toda a comunicação será feita em inglês.

Existem alguns pré-requisitos: é necessário ter bootloader desbloqueado, usar a MIUI Global Stable ROM mais recente, e conhecer bem a Xiaomi Flash Tool para instalar firmware a partir do computador.

Como se trata de uma versão instável, a Xiaomi recomenda fazer backup dos seus dados antes da instalação. Além disso, a empresa diz que "vazar links de ROMs nightly é estritamente proibido; o usuário será banido da equipe beta e sua conta será banida".

Será necessário usar o aplicativo de mensagens QQ para participar do grupo de discussão com outros membros. Se você for escolhido, a Xiaomi entrará em contato através do fórum oficial em 10 de julho.

Xiaomi confirma Android Q para 12 celulares Mi e Redmi

A Xiaomi havia suspendido a atualização do Redmi 6 e Redmi 6A para o Android 9 Pie: ela deixou de aceitar usuários para testes devido a uma "mudança de planos". Agora, o programa beta voltará à ativa, mas será fechado — ou seja, restrito a menos pessoas.

Agora, o Android Q está confirmado para 12 celulares: os testes começam no final do ano para o Xiaomi Mi 9, Mi 9 SE, Mi 8, Mi 8 Screen Fingerprint Edition, Mi 8 Explorer Edition, Mi Mix 2S, Mi Mix 3, Redmi K20 e Redmi K20 Pro. Enquanto isso, Redmi Note 7 e Redmi Note 7 Pro serão contemplados em 2020. O Pocophone F1 está se juntando à lista.

Destes celulares, o Xiaomi Mi 9, Pocophone F1 e Redmi Note 7 foram lançados oficialmente no Brasil pela DL Eletrônicos, custando R$ 4.800, R$ 3.300 e R$ 2.000, respectivamente. Eles estão disponíveis na Mi Store física em São Paulo, na loja online e no marketplace do Submarino, Americanas e Shoptime. O Mi 9 SE, também presente na lista acima, está passando por homologação da Anatel.

Com informações: Gizmochina.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Volien Habbah
O Custo Brasil ferrou com os preços da Xiaomi.
AleMouta
Comprei meu F1 na amazon br beeeeeeeem mais em conta. mas dispenso os testes.
Rookie naz
E conseguiram a façanha de anunciar um valor e comprar mais caro do que anunciado antes.
Franco Luiz
E nao tem desculpa de custo Brasil ,A Asus trouxe o 5z por 2,8k um top de linha a 2,8k
Luiz Carlos
Pois é comprei um Poco F1 através de um intermediário e não me arrependi , preço muito bom além de ser um excelente celular!!!Não troco nem por um samsung e nem IPhone,
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Xiaomi Brasil conseguiu fazer Samsung e Apple parecerem baratos. Kkkk
Franco Luiz
https://uploads.disquscdn.c...
Anayran Pinheiro
Acho um escárnio sem igual ver esses preços dos aparelhos da mi aqui no Brasil, sem zoeira...No mais, boa notícia para quem deseja ter o novo OS em seu celular.