Início » Telecomunicações » TIM lança pacotes de WhatsApp e Instagram para roaming internacional

TIM lança pacotes de WhatsApp e Instagram para roaming internacional

Planos pós-pago TIM Black têm pacote opcional de WhatsApp ou Instagram para usar no exterior; ligações são cobradas por minuto

Felipe Ventura Por

Os planos pós-pago TIM Black estão recebendo nesta quinta-feira (4) a opção de contratar um pacote de WhatsApp para usar no exterior, com direito a ligações de voz e vídeo pelo aplicativo; além de um pacote de Instagram para postar fotos, vídeos e Stories. Também é possível adquirir franquia livre de dados a partir de 500 MB por dia ou 3 GB por semana.

Renato Ciuchini, diretor de marketing da TIM Brasil

Renato Ciuchini, diretor de marketing da TIM Brasil

O pacote de WhatsApp ilimitado inclui ligações de voz e videochamadas, além de mensagens de texto, áudios, fotos e vídeos. Enquanto isso, o pacote de Instagram permite enviar e visualizar fotos, vídeos, Stories e mensagens no Direct.

Cada um dos pacotes custa a partir de R$ 39,90 por semana: esse é o preço para uso nos EUA e Canadá. Enquanto isso, eles saem por R$ 49,90 semanais na Europa, América do Sul e Central, México, Austrália, Nova Zelândia, África do Sul e alguns países da Ásia (China, Coreia do Sul, Israel, Japão, Malásia e Turquia).

Esses pacotes estão disponíveis para todos os planos pós-pago com pagamento em fatura: TIM Black B, C, D, E, Família, Pós Social e Da Vinci. Quando o cliente chega ao país de destino, ele recebe um SMS de boas-vindas com o link para o portal de roaming internacional, onde será possível contratar o pacote desejado.

O recém-lançado TIM Black Família já inclui, a cada mês, 7 dias de WhatsApp ilimitado no exterior, além de 30 minutos de ligações em roaming internacional. Esse benefício agora também é oferecido no TIM Black D, E e Da Vinci. Esses planos podem adquirir pacotes adicionais do WhatsApp, ou o pacote de Instagram ilimitado.

A TIM também permite contratar franquia livre de dados: são 500 MB por dia com preços a partir de R$ 29,90; 3 GB por semana a partir de R$ 149,50; ou 8 GB por mês a partir de R$ 448,50. Os preços seguem na tabela abaixo:

TIM - roaming internacional

“Ásia Promoção” corresponde à China, Coreia do Sul, Israel, Japão, Malásia e Turquia; “África Promoção” é a África do Sul; e “Oceania Promoção” é a Austrália e a Nova Zelândia.

TIM cobra por ligações e SMS no roaming internacional

Caso você queira fazer ligações, terá que pagar por minuto. “Como as chamadas são cada vez menos utilizadas, decidimos voltar com a tarifação por minuto”, explica Renato Ciuchini, Head de Marketing Consumer da TIM Brasil, em comunicado. “Assim, o cliente economiza porque só paga pelo tempo que falar, não precisa ativar um pacote diário de voz.”

As ligações custam R$ 1,99 por minuto nos EUA e Canadá; R$ 2,49 por minuto em outros países da América e na Europa; e R$ 2,99 na Austrália, Nova Zelândia, África do Sul e alguns países da Ásia. A tabela completa segue abaixo:

TIM - roaming internacional

“Ásia Promocional” corresponde à China, Coreia do Sul, Israel, Japão, Malásia e Turquia; “África Promocional” é a África do Sul; e “Oceania Promocional” é a Austrália e a Nova Zelândia.

Você também terá que pagar por cada SMS enviado: são US$ 0,89 por unidade nas Américas e US$ 1,19 em outros continentes.

Os clientes de planos corporativos podem comprar pacotes mensais de voz: há opções de 60, 180 ou 500 minutos a partir de R$ 51,90/mês. Eles também podem adquirir as franquias de dados ou o pacote de WhatsApp (não o de Instagram). O administrador da linha precisa fazer a contratação previamente via *144.

Claro e Vivo têm roaming internacional embutido no plano

Este ano, a Claro passou a incluir o Passaporte Américas em todos os planos do pós-pago, começando pelo de 7 GB: você usa a mesma franquia do Brasil em 18 países do continente americano — incluindo EUA, Canadá, México, Argentina e Chile — sem custo adicional.

Há a opção de contratar o Passaporte Europa por R$ 238,80 (12 parcelas mensais de R$ 19,90); ou o Passaporte Mundo por R$ 358,80 (12 parcelas mensais de R$ 29,90), que inclui países das Américas, da Europa e de alguns destinos na Ásia, Oceania e África. O Passaporte Mundo vem incluso no plano pós de 60 GB.

Por sua vez, a Vivo oferece o Vivo Travel: trata-se de uma diária que inclui 50 minutos em ligações no país visitado ou para o Brasil; SMS ilimitado para qualquer operadora do mundo; e franquia de internet entre 5 MB e 1 GB dependendo do destino (confira a lista).

Os planos Família têm 7 diárias gratuitas por ano para cada linha; enquanto o caro Vivo V oferece diárias ilimitadas. As diárias avulsas custam R$ 39,99/dia nas Américas e Europa; e R$ 59,99/dia na África, Ásia e Oceania.

Atualizado às 11h49

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Mickão

Nada mudou: compre um chip pré-pago qualquer no local de destino e é quase certo que terá opções melhores e mais baratas.

Rodrigo

Rapaz, cê tá bem então, 40 euros pra mim é muita grana. E pra que serve o número hj em dia? Até ligação as pessoas fazem pelo WhatsApp. Só SMS mesmo que atrapalha, mas a diferença de preço pra mim compensa. Eu tenho usado o mesmo chip europeu todo ano (cada recarga extende a validade por mais 1 ano) então já saio daqui com ele funcionando, pra mim é imbatível.

Júlio César

O Passaporte Europa sai a 55 euros. Pra quem tá viajando pra Europa, eu acho que isso não é mt coisa não kkk ainda mais com a comodidade de usar o próprio número e tal.

Rodrigo

Canadá é caro mesmo, mesmo chip local é uma fortuna. Europa é furada, 15 euros compra um chip no aeroporto e navega o mês todo em todos os países do bloco.

Júlio César

Uma colega pagou R$ 200 reais por um chip internacional para usar no Canadá. O Passaporte Américas da Claro custa R$ 119,88. Acho que pras Américas (ou até mesmo Europa) compensa mais o plano da Claro.

Júlio César

Sobre a Claro: o Passaporte Américas só é gratuito para o plano Pós Play. Quem tem outros planos (Pós Tudo, Pós Mais etc), mesmo que pós pago, não tem direito ao Passaporte Américas. Caso queira mesmo assim, tem que pagar 12 x R$ 9,99. O Europa é R$ 19,99 e Mundo R$ 29,99.

Caleb Enyawbruce

nunca vao chegar perto do preço dos chips locais... Ate aqueles chips internacionais tipo easysim4u e chip4u compensam mais.

Henrique

Sai mais muito mais barato comprar um "chip" da dados "local".

Jefferson Rodrigues

Nada! Quem tem grana pra viagem internacional também tem que ter dinheiro pra arcar com comunicação. Kkkkk

Flavio St

Isso mesmo. Abs

Felipe Ventura

O "Vivo V oferece diárias ilimitadas" do Vivo Travel, não internet e ligações ilimitadas. Cada diária inclui 50 minutos em ligações (no país visitado ou para o Brasil) e a franquia de internet entre 5 MB e 1 GB, dependendo do país.

X-Tudãoᴳᴼᵀ

Ainda vale mais a pena comprar um chip local.
Que fim deu aquele chip com WhatsApp mundial?

Flavio St

Essa questão do Vivo V ser ilimitado não está correto. Esse plano segue o Vivo Travel. A diferença é que as linhas estão contempladas mensalmente e não apenas 7 dias por ano. E não são ilimitadas como colocam nas informações publicitárias, porque tem sim limite de 50 minutos por dia e internet limitada por país. Calma lá. O melhor ainda é o passaporte da Claro por ser mais benéfico ao consumidor.

Andre Kittler

E, em um exemplo prático de duplifalar, podemos usar a frase: franquia livre de dados: são 500 MB por dia.
Mas hey, literatura. Nossos clientes não comem essas coisas, não tem problema!

Rodrigo Sena

Fico pensando o mesmo

Exibir mais comentários