Início » Computador » Apple lança novos MacBooks por até R$ 13.599 e mata modelo de 12 polegadas

Apple lança novos MacBooks por até R$ 13.599 e mata modelo de 12 polegadas

MacBook Air de entrada tem preço sugerido de R$ 9.699; Touch Bar chega ao MacBook Pro menos caro

Paulo Higa Por

A Apple atualizou nesta terça-feira (9) sua linha de notebooks com foco nos modelos menos caros. O MacBook Air ganhou teclado novo e tela com tecnologia True Tone, enquanto o MacBook Pro de 13 polegadas passou a ser equipado com a Touch Bar até mesmo na versão de entrada. O anúncio também marca o fim das vendas do MacBook de 12 polegadas.

MacBook Air (2019)

O principal afetado foi o MacBook Pro. Até então, a Apple vendia modelos de 13 polegadas com duas ou quatro portas Thunderbolt 3 — os modelos com duas portas, que tinham preços mais em conta, não vinham com a Touch Bar, nem com o leitor de impressões digitais Touch ID.

Isso muda a partir de hoje: todos os MacBooks Pro de 13 polegadas passam a trazer a barra sensível ao toque com comandos extras, além do chip de segurança Apple T2 e processadores Intel Core de oitava geração com quatro núcleos, eliminando de vez os chips dual-core na linha e prometendo até o dobro de desempenho. Estes são os preços no Brasil:

MacBook Pro (2019)

  • MacBook Pro de 13 polegadas com Touch Bar, duas portas Thunderbolt, Core i5 quad-core de 1,4 GHz, 8 GB de RAM e SSD de 128 GB: R$ 11.999;
  • MacBook Pro de 13 polegadas com Touch Bar, duas portas Thunderbolt, Core i5 quad-core de 1,4 GHz, 8 GB de RAM e SSD de 256 GB: R$ 13.599.

O MacBook Air tem poucas mudanças: a tela Retina de 13 polegadas agora possui tecnologia True Tone, que ajusta as cores e o brilho de acordo com a luz ambiente para tornar as imagens mais naturais; e o teclado ganhou o mecanismo borboleta de quarta geração, que promete ser mais confiável. A Apple reduziu os preços: o modelo de entrada, que saía por R$ 10.399, passou para R$ 9.699. Eis os valores:

MacBook Air (2019)

  • MacBook Air com duas portas Thunderbolt, Core i5 dual-core de 1,6 GHz, 8 GB de RAM e SSD de 128 GB: R$ 9.699;
  • MacBook Air com duas portas Thunderbolt, Core i5 dual-core de 1,6 GHz, 8 GB de RAM e SSD de 256 GB: R$ 11.299.

Com as novidades, dois MacBooks foram descontinuados. O MacBook Air sem tela Retina, que ainda trazia portas USB-A, parou de ser vendido — ele permanecia na linha como uma opção menos cara de ultraportátil. E o MacBook de 12 polegadas, lançado em 2015, que fazia o papel de MacBook Air pela leveza e portabilidade, também sumiu, até porque não fazia mais sentido depois do lançamento do novo modelo.

Trata-se de uma pequena atualização de meio de ano, a tempo da volta às aulas no hemisfério norte. Nos Estados Unidos, estudantes e professores que comprarem os novos MacBooks ganharão um fone de ouvido Beats Studio 3 Wireless — que custa R$ 2.499 no Brasil. A oferta não é válida aqui, mas a Apple mantém os descontos para estudantes.

Espera-se que a Apple lance um novo MacBook Air ainda este ano, já com o teclado no mecanismo tesoura, enquanto uma mudança maior no MacBook Pro chegaria em 2020.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

biscoitao

deputado não precisa comprar. Eles ganham da câmara

Theo Queiroz

A Apple deve ser a única empresa do mundo que cobra 1600 reais por 128GB de SSD.
Mil e seiscentos fodendo reais por Cento e vinte e oito gigabytes de SSD!!!

Isso dá 12,50 reais por gigabyte. Seguindo essa conta deles, um pendrive de 32GB (que custa 35 reais em qualquer loja), custaria 400 reais!!!

Essa empresa é a cara do Brasil. Uma piada.

Rodrigo Gomes

Só eu que entro em posts sobre itens da Apple só pra ver a lista de preços?

William Fogiatto

A Apple cobra caro pelo seu sistema operacional. Se você montar um hardware desses com Windows (e nem to falando do pirata rsrs) sai bem mais em conta. Porém esse tipo de computador é para um publico alvo restrito. Eu nunca usei PC da Apple, mas quando mudei do Android para o IOS eu vi muita diferença de performance.

Anayran Pinheiro

10 contos em um notebook com memória DDR3 ainda? Nope

Cameron Poe

Padrão deputado, kk

Eduardo Braga

Alguém compra aqui no Brasil? Imagino que, se sim, deve ser um número irrisório.

Thiago Sabaia

Meu Macbook Air de 2013 segur firme e forte. Uma pena que a Apple deve abandonar ele em breve nas atualizações. Mas se eu enjoar de usar o Mac OS antigo nele, instalo o Windows 10 e tudo certo.

Thiago Moraes

Tá barato.

johndoe1981

Nunca ri tanto ao ler um texto, pois esses preços são uma piada.

Daniel Pita

Se eu tivesse um salário de R$25.000,00 ou mais, compraria de boas. Tá valendo...

TacacaNuclear®

Na Nova Zelândia, a qual a taxa de câmbio de está 1 real = 0,40 dolares neozeolandeses, temos que um 13-inch MacBook Pro está 2999 dolares neozeolandeses. Fazendo a regra de três equivale a 7497,5 reais. O salário mínimo de lá são 18 dolares NZ a hora, perfazendo 720 por semana, totalizando 2880 por mês. Convertendo em real temos 7200 reais de salário mínimo. COm o salário de um mês eles compram um 13-inch MacBook Pro. Aqui no Br o mesmo custa 11.299 reais. Com o salário de 11 meses ainda não se compra. VERGONHA. Não temos liberdade, nem produtividade, nem nada. Apenas leis e mais leis pra pagar um bando de corrupto, em sua maioria. (Fonte sobre o salário mínimo: conhecidos que moram lá e estão me visitando hoje)

Specs:
2.4GHz quad-core processor Turbo Boost up to 4.1GHz
256GB storage
Touch Bar and Touch ID
2.4GHz quad-core eighth-generation Intel Core i5 processor
Turbo Boost up to 4.1GHz
Intel Iris Plus Graphics 655
8GB of 2133MHz LPDDR3 memory
256GB of SSD storage1
Retina display with True Tone
Touch Bar and Touch ID
Four Thunderbolt 3 ports

https://www.apple.com/nz/sh...

Buldego

Mais do mesmo, exceto o preço, que sempre pode ser superfaturado no mundo da maçãzinha.

Beronho

A única palavra que me vem à mente é insanidade.