Tecnoblog
Início » Celular » Uma olhada de perto no Samsung Galaxy A80

Uma olhada de perto no Samsung Galaxy A80

Galaxy A80 é o primeiro smartphone com câmera giratória que chega ao Brasil e esbanja RAM, mesmo sendo intermediário

O Galaxy A80 é o primeiro smartphone com câmera traseira que gira pra frente e que chega ao Brasil, além de ser o primeiro Samsung que aposta em tela que não tem nenhum entalhe, ou notch. Ele vem com tela enorme de 6,7 polegadas, processador Snapdragon 730 e esbanja RAM com 8 GB no total.

Ele já apareceu por aqui durante o lançamento de outros modelos da linha Galaxy A, mas o lançamento oficial não aconteceu na data prometida - junho. Mesmo assim, eu já estou com o aparelho e em mãos e compartilho com vocês quais são as minhas impressões iniciais que tive nos primeiros dias de uso.

Hands-on do Samsung Galaxy A80 em vídeo

Galaxy A com visual diferente

Este modelo é bastante diferente de outros integrantes da linha Galaxy A e eu não estou falando somente da câmera giratória. A atenção começa pelo tamanho generoso de tela, que tem 6,7 polegadas em uma proporção incomum de 20:9 - é quase que uma tela ultrawide. Isso garante menor desconforto na hora de utilizar o smartphone com uma só mão.

O display é um Super AMOLED e tudo nele é de acordo com o que se espera deste tipo de tecnologia: cores vivas, contraste quase que infinito, ângulo de visão bastante generoso e definição nos detalhes bastante elevada. Como não há notch, não há qualquer obstáculo para o conteúdo e isso é muito bom. Vídeos em 21:9, como grande parte do cinema, preenchem quase que toda a frente do aparelho, sem necessidade de fazer gesto de zoom.

Outra coisa que está na tela é o leitor de impressões digitais, que por aqui é ótico e não ultrassônico como nos Galaxy S10. Ao menos nos primeiros testes eu achei esse leitor...LENTO. Ele leva entre um e dois segundos pra ler minha digital, algo que não aconteceu com outro modelo com o mesmo tipo de leitor: Huawei P30 Pro.

Durante o tempo de testes eu posso encontrar um cenário mais favorável neste tipo de leitura e no review completo eu conto se ele mudou ou se é assim mesmo.

Todo o corpo é feito em metal e vidro, mesmo na parte móvel. Ela é barulhenta e nos stories o barulho chega a ser maior do que o já barulhento Zenfone 6. Nos vídeos gravados pelo app de câmera a Samsung corta a gravação quando o motor entra em ação, o que também corta falas e qualquer outra coisa. Meio chato isso.

Android polido, como de costume

No software a One UI fica destacada como uma das melhores interfaces alteradas do Android - e olha que eu sou amante do Android puro que está nos Pixel. Ela é limpa, com modo noturno e o Snapdragon 730 não parece sentir dificuldade alguma durante o uso. Isso pode ser trunfo da RAM generosa, indo na mesma quantidade do que existe nos modelos mais caros.

O que me chamou atenção é que o A80 já veio com o Spotify, Facebook e Netflix instalados de fábrica. Ok, são apps bem populares e a chance de você utilizar ao menos um deles é gigantesca. O mesmo acontece com um pack de apps do Office e que depende de assinatura do Office 365.

Fotos parecem promissoras

Como a câmera traseira pode ser a frontal, temos apenas um conjunto por aqui. A câmera principal tem 48 megapixels, mas a abertura é de f/2.0, bem escura pros concorrentes e até mesmo para outros modelos da linha Galaxy A. Mesmo assim as primeiras fotos que tirei ficaram boas. O curioso é que não encontrei um lugar pra alterar a resolução, mas digo se realmente é assim no review…

E eu tô falando muito dele já. Continuo no review, que será publicado nas próximas semanas. O que vocês querem saber? Coloquem aqui nos comentários e nos vemos lá!

Samsung Galaxy A80 - ficha técnica: