Início » Negócios » Trump diz que Libra e Bitcoin não são dinheiro e devem ser regulados

Trump diz que Libra e Bitcoin não são dinheiro e devem ser regulados

Para Trump, criptomoedas como Libra e Bitcoin podem facilitar ilegalidades se não forem regulamentadas

Emerson Alecrim Por

O Facebook anunciou a criptomoeda Libra com uma proposta tão difusa que, sem surpresa nenhuma, fez o assunto ser alvo de preocupações em diversos países. A mais recente vem do presidente dos Estados Unidos: para Donald Trump, Bitcoin, Libra e outras moedas digitais precisam se sujeitar às regulamentações para se tornarem bancos.

Facebook Libra

Ao falar de banco, Trump se refere especialmente ao plano do Facebook de tornar o Libra uma criptomoeda global em 2020 para realização de diversos tipos de transações financeiras, como pagamentos, transferências e fornecimento de crédito.

Em uma sequência de tweets, Donald Trump começa dizendo que não é fã do Bitcoin e outras criptomoedas, pois elas não são dinheiro real e têm valor altamente volátil. Ele diz ainda que ativos criptografados não regulamentados podem facilitar ilegalidades, como o tráfico de drogas.

No entendimento do presidente, se os planos forem levados adiante, o Libra e qualquer outra criptomoeda deverão seguir os passos de todos os bancos, sejam eles nacionais ou internacionais: se sujeitar à regulamentação bancária dos Estados Unidos e outros países.

Não que essa seja uma tarefa fácil. O presidente do Fed (banco central americano), Jerome Powell, já deixou claro que os planos do Facebook não poderão avançar a menos que fatores como privacidade, risco de lavagem de dinheiro, proteção ao consumidor e estabilidade financeira sejam abordados.

Powell disse ainda que o Fed montou um grupo de trabalho para acompanhar o projeto do Libra e que já está conversando com bancos centrais de outros países para tratar do assunto.

Donald Trump finalizou a sua série de mensagens enaltecendo a moeda americana: “é de longe a moeda mais dominante em qualquer parte do mundo e será sempre assim. Ela se chama dólar dos Estados Unidos!”.

Com informações: Reuters.

Tecnocast 121 – Libra, a criptomoeda do Facebook


Se o Facebook fosse um banco, você confiaria o seu dinheiro a ele? E se houvesse uma moeda digital mundial, controlada por uma associação de mais de 100 empresas e ONGs, você usaria? No Tecnocast de hoje falamos sobre o Libra, a criptomoeda do Facebook.

O objetivo da Libra Association é lançar uma moeda digital baseada em blockchain, mas sem a volatilidade do bitcoin. Se o projeto vingar e a moeda for adotada em massa, a Libra Association se tornaria uma espécie de banco central mundial, controlado por diversas empresas privadas e ONGs.

A ideia é um pouco assustadora, mas a gente explica tudo nesse episódio do Tecnocast. Dá o play e vem com a gente!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)

o nome é diferente mas as ações são as mesmas...

"é diferente, mas é igual" - Dilma, 02-69-1832

Luizão

pessoal, favor não confundir um país liberal com anarquia, país liberal com liberdade econômica não significa anarquia.

vlw flw

paulo yan

Errado não tá.

Bruno Sousa

Será que a galera intervencionista apoia o Trump nessa decisão, ou são contra? 🤔

Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)

agora os eua é comunista intervencionista??

rindo até me aposentar em 2088

Azor Corona

Sr Trump........o Sr não é dono da web/internet.......

O Sr e inúmeros outros governantes, que querem e PRECISAM serem "DONOS" do dinheiro papel..........terão inúmeras "dores de cabeça",.........para barrar essa gradativa realidade e avanço...... do "dinheiro virtual".

Aguardemos.

Matheus Alexandre

Um dos problemas do Bitcoin é a fungibilidade. Ele não tem isso. Quer dizer que certos Bitcoins podem ficar sujos por estarem associados a crimes. Nesse casos, pessoas que os aceitassem poderiam ser associadas a criminosos. Isso é um grande problema.

Matheus Alexandre

Rodando um full node e com uma VPN, diga-se de passagem. Sem VPN acredito que seria possível o seu ISP (provedor de internet) chegar ao seu endereço.

raphael_silva

Sim, mas você pode enviar para milhares de pessoas como pagamento, vão prender todo mundo?

Kazz

Se você já pesquisou seu endereço no Google ou em algum "blockchain explorer", você já é um candidato a ser dono dela.

A única forma de ter uma carteira bitcoin com plena certeza de que você não será identificado como dono dela seria rodando seu próprio full node e usando ele para enviar/receber/verificar saldo.

Matheus Alexandre

O Bitcoin é anônimo até você trocar por reais, dolar, enfim. Se enviar pra uma corretora já era. Perdeu todo o anonimato

Kazz

Sim, e se descobrirem o dono de uma carteira usada para atividades ilíticas, podem mapear todas as outras carteiras envolvidas desde sempre.

Na verdade o Bitcoin é muito mais transparente nesse sentido do que qualquer moeda fiduciária jamais será.

Mas é claro que existem moedas com maior foco em privacidade, nesse caso uma Monero da vida seria um problema para as autoridades.

raphael_silva

Ficam, mas não são facilmente identificáveis já que não requer dados da pessoa para criação de uma carteira, esse dinheiro é repartilho em centenas de outras contas.

Matheus Alexandre

Usar Bitcoin para cometer crimes é no mínimo burrice. As transações ficam acesíveis para qualquer um dentro da blockchain.

Gragas

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
CARA COMO ISSO FOI GENIAL KKKKKKKKKKKKKKKK.
Mas realmente,esse negócio de falarem que bitcoin é lavagem de dinheiro para criminosos é uma bobagem,se for assim tem que proibir até lavanderia,que é usado para lavar dinheiro também.

Exibir mais comentários