Início » Negócios » Bitcoin despenca após pressão dos EUA sobre Libra e outras criptomoedas

Bitcoin despenca após pressão dos EUA sobre Libra e outras criptomoedas

O valor do bitcoin caiu 11,1% após críticas de autoridades americanas à criptomoeda do Facebook

Victor Hugo Silva Por
18 semanas atrás

O plano dos Estados Unidos de barrar a emissão do Libra, do Facebook, influenciou nos resultados de outras criptomoedas. O bitcoin, por exemplo, caiu 11,1% entre sexta (12) e segunda-feira (15), quando chegou a ser vendido por US$ 9.855, segundo a Reuters.

O pior momento do bitcoin no período ocorreu no domingo (14), ao cair 10,4% e registrar a segunda maior queda diária no ano. A criptomoeda voltou a se recuperar na tarde de segunda-feira, chegando a US$ 10.605.

Bank Bitcoin / Pexels

Ainda assim, a queda fez o bitcoin chegar à pior cotação desde 2 de julho. A expectativa de que o Libra ajudaria criptomoedas a se tornarem mais populares ainda não se concretizou. Ao contrário, os EUA podem endurecer as regras sobre o mercado.

Um rascunho de projeto de lei dos democratas obtido pela Reuters impede que empresas de tecnologia atuem como instituições financeiras. O texto proíbe companhias com faturamento anual acima de US$ 25 bilhões de operarem um ativo digital.

O Facebook, principal alvo do projeto, teve receita de US$ 55,8 bilhões em 2018 e já recebeu a ordem de interromper o lançamento do Libra nos EUA. As empresas que descumprirem as regras previstas no texto teriam de pagar multa de US$ 1 milhão por dia de violação.

O presidente Donald Trump, por sua vez, já afirmou não ser fã de bitcoin e de outras criptomoedas e defende que elas sigam as mesmas regras dos bancos. Segundo ele, porque elas não são dinheiro real, têm valor altamente volátil e facilitam ilegalidades como o tráfico de drogas.