Início » Legislação » França vai cobrar taxa de serviços digitais de empresas como Facebook e Google

França vai cobrar taxa de serviços digitais de empresas como Facebook e Google

As grandes empresas de tecnologia terão de pagar imposto de 3% sobre as vendas realizadas na França

Victor Hugo Silva Por

As gigantes da tecnologia como Google, Facebook e Apple terão de pagar um novo imposto na França. O país aprovou a criação da taxa de serviços digitais e exigirá o pagamento de 3% sobre a receita que as empresas tiverem em seu território.

O novo imposto afetará empresas que tenham receita superior a 750 milhões de euros com, no mínimo, 25 milhões gerados na França. A medida será aplicada retroativamente desde o início de 2019 e deverá levantar cerca de 400 milhões de euros este ano.

Facebook

O governo francês criou a taxa por entender que as empesas de tecnologia sem escritório no país pagam pouco ou nenhum imposto. Isso acontece porque as companhias declaram seus lucros no país em que estão sediadas, não onde a receita foi gerada.

Segundo a BBC, a Comissão Europeia estima que negócios convencionais paguem, na União Europeia, 23% de impostos sobre seus lucros, em média. Ao mesmo tempo, as empresas de internet pagam entre 8% e 9%.

A taxa não irá considerar os lucros, e sim as vendas no país. Ela deverá afetar 30 empresas, incluindo Facebook, Alphabet, Apple, Amazon e Microsoft. O imposto também deverá ser pago por companhias da China, da Alemanha, da Espanha, do Reino Unido e da própria França.

O governo francês promete revogar a taxa se uma medida semelhante for adotada internacionalmente. Uma proposta chegou a ser discutida na União Europeia e precisava de consenso para ser aprovada. No entanto, a medida teve a oposição de Irlanda, República Tcheca, Suécia e Finlândia.

Enquanto a União Europeia não cria seu imposto de serviços digitais, a França poderá enfrentar uma guerra comercial com os Estados Unidos, que terão mais empresas afetadas. O governo americano abriu uma investigação e estuda a possibilidade de criar taxas como retaliação.

De acordo com o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, a investigação determinará se o novo imposto francês é “discriminatório ou irracional” e se “sobrecarrega ou restringe o comércio dos Estados Unidos”.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Silvio Ney

Então a tua lógica é não taxar empresas multibilionárias porque "elas vao repassar pros clientes". Como voce mesmo diz, evito discutir isso com esse tipo de gente pra nao me estressar.

@ksio89:disqus eu não defendo carga tributaria, só acho errado existir pra uns e não pra outros. Se TODAS as empresas pagam seus devidos impostos onde atuam, porque nao as GIGANTES?

Não se esqueça que os impostos são convertidos em ações à população. Agora se isso não é devidamente feito, o problema já é outro.

gbitte

Pagador de imposto que devende o estado é pior.

DanielBastos

Nesse caso, seria mais interessante diminuir imposto de menores ao invés de aumento dos maiores.
A questão é: o estado não joga pra melhorar. No máximo joga pra não piorar a nível suficiente pras empresas desistirem.

DanielBastos

Ué? Google coud tá de graça?
Q beleza. Nem sabia.

DanielBastos

Talvez seja pq o discurso da empresa "bilionária exploradora" seja superficial.

DanielBastos

Eu sabia fazer essa conta com maçãs...

Jorge Luis

tinha que colocar 80% logo, assim enriquece o país e evita que as empresas lucrem. Nenhuma delas vai repassar isso, elas serão boazinhas.

zephyr1an

uai, não vai repetir o mantra de que estado não presta, governo não presta, bla bla bla ?

estou decepcionado :)

zephyr1an

"só ir pra um que o governo não atrapalhe como Noruega"

concordo totalmente, mas quero o pacote completo da Noruega: direitos trabalhistas, direitos sociais, saúde pública universal, etc etc etc: enfim, um estado de bem estar social etc :)
é isso que muita de esquerda no Brasil deseja

ps. você sabe que a Statoil (now Equinor) que andou comprando coisas "privatizadas" da Petrobrás é um empresa estatal norueguesa, certo ?

zephyr1an

"Hur dur governo não atrapalha empresas"

acho que vocês deveriam se mudar pra um lugar onde não existe governo então :)

zephyr1an

uai, não tenho culpa se vocês não conhecem os fundamentos :)

ps. John von Neumann, criador da teoria dos jogos (e de muitas outras coisas mais) foi um dos maiores cientistas do século 20, provavelmente só não ganhou os prêmio Nobel, Turing e Fields porque morreu relativamente cedo...ah sim, era um ferrenho anti-comunista :)

zephyr1an

Se falam que irão sair é pq fizeram as contas, as que ficam não irão mais investir

não necessariamente...isso aí pode ser jogo de pressões, blefe...como falei antes, os liberteens precisam ler mais sobre teoria dos jogos...e depois, ninguém "defende aumento de impostos", eu não estou defendendo nem criticando o imposto que a França quer criar, simplesmente defendo uma abordagem racional e caso a caso, mas com certeza defendo uma tabela progressiva e não uma tabela flat...quanto ao imposto mixuruca que a França quer criar eu acho que tanto o Facebook quanto o Google tiram de letra, ou diluindo o valor em sua estrutura de preços, ou utilizando manobras contábeis (tipo, mudam seu escritório pra Irlanda, ou alguma coisa assim), ou fazendo lobby para conseguir reverter, etc, nem o Facebook nem o Google precisam que um pobretão como eu os defenda, quando eles podem queimar bilhões de dólares em sua própria defesa

zephyr1an

questão ideológica é a empresa se mudar apenas porque aumentou o imposto, sem fazer as contas se vai ser mais vantajoso mudar ou ficar no lugar mesmo com o aumento de imposto...
caramba, vocês não conseguem pensar no mundo real, vivem nesse mundinho de fantasia "estado mau, empresa privada bom"...aha, esse tipo de pensamento simplório e insipiente me lembra "four legs good, two legs bad" :)

zephyr1an

"ela ta aqui e firme e forte,o governo fala que vai aumentar impostos"

cara, vocês vivem num mundo de fantasia...

supondo que o governo aí resolva aumentar o imposto (veja bem, sei lá se isso é o certo, ou vai acontecer, etc, mas supondo por hipótese), o que uma empresa vai fazer ?

abre as planilhas de custo operacional, previsão de receita, etc
qual vai ser o impacto anual do aumento do imposto no custo operacional da empresa ? como isso afetará a previsão anual de receita ? etc etc

depois vai abrir outras planilhas:

qual vai ser o custo inicial da relocação da empresa para outro estado ? tem que considerar fechamento da planta em um estado, e abertura da planta em outro estado...demissão de pessoal não indispensável aqui, e recontratação lá no outro estado...relocação do pessoal essencial aqui deste estado lá para o outro estado, etc etc...em quanto tempo esse custo de mudança vai ser amortizado ?

qual vai ser o custo recorrente da operação no outro estado ? aí vai ter que ver a cadeia de fornecedores: aqui já tem a cadeia de fornecedores, no outro estado tem que ver se é possível montar a cadeia de fornecedores, se os fornecedores vão ser mais caros, etc...mesma coisa para matéria prima: o custo da matéria prima vai aumentar ou diminuir no outro estado, isto depende de frete, armazenamento, sei lá, um monte de coisas...

em suma, mudar uma empresa de lugar, especialmente se for uma empresa grande, é uma puta operação de engenharia financeira, que vai concluir se vale a pena ou não a mudança...

só louco ou imbecil vai tomar uma atitude desse tipo se baseando em razões ideológicas

Nioshi

cara sinceramente não sei kkkkk eu já evito discutir com pessoas desse tipo para evitar o estresse ta ligado? kkk

Exibir mais comentários