Início » Telecomunicações » Oi quer cobrir 16 milhões de domicílios com fibra óptica até 2021

Oi quer cobrir 16 milhões de domicílios com fibra óptica até 2021

Operadora divulga seu plano estratégico, que prevê grande expansão de fibra para o triênio 2019-2021

Lucas Braga Por

A Oi apresentou nesta terça-feira (16) seu Plano de Estratégia, que define o rumo da empresa pelos próximos três anos. A operadora, que sobrevive a um processo de recuperação judicial, tem como principal foco a expansão dos serviços oferecidos através de fibra óptica.

Aos trancos e barrancos, a operadora tenta crescer e superar a crise da recuperação judicial. No balanço do primeiro trimestre, a Oi apresentou queda na receita, significativa retração de assinantes de serviços fixos e um discreto crescimento na telefonia móvel pós-paga.

O plano estratégico deixa clara a preferência no investimento em fibra. A operadora planeja terminar o ano de 2019 com 4,6 milhões de domicílios home passed, ou seja, casas com cobertura. Para fechar o triênio 2019-2021, a Oi projeta 16 milhões de domicílios cobertos.

Os números são bem distantes do que a Oi possui hoje. No primeiro trimestre de 2019, havia 1,7 milhão de home passed, com crescimento na média de 200 mil domicílios por mês. Para crescer no nível anunciado, é necessário investir muito. Segundo a empresa, o dinheiro viria principalmente da venda de ativos.

O investimento em fibra é justificado pelo maior retorno com a tecnologia FTTH, com payback inferior a quatro anos e custo de manutenção até 50% menor que na rede de cobre. Nas cidades com lançamento da rede, a operadora registrou adesão média de 8% à fibra. E, com apenas 145 mil clientes no primeiro trimestre, a fibra foi responsável por 21% das receitas de banda larga da empresa, que somaram 4,7 milhões de acessos.

Ainda em 2019 a Oi pretende vender torres, bem como sua participação na operadora angolana Unitel. De 2020 a 2021, a empresa deve se desfazer de datacenters, ativos não estratégicos e imóveis. O valor estimado para entrada de caixa está entre R$ 6,5 e 7,5 bilhões.

Qual o futuro da Oi Móvel?

Para o próximo triênio, a empresa não deve investir muito na sua rede móvel. O objetivo é maximizar a captura de valor aproveitando a capacidade existente, com um refarming racional para usar o 4G na frequência de 1,8 GHz e assim expandir sua base pós-paga.

Em termos de infraestrutura móvel, o plano apenas menciona que operadora quer ser a viabilizadora do 5G, e para isso é necessário expandir a rede de fibra óptica, que já é o investimento principal da companhia para os próximos anos.

O mercado já discute o futuro da Oi pós-recuperação judicial, especulando se a empresa se concentrará em apenas um tipo de negócio (fixo ou móvel).

A operadora vem dando sinais de que quer se desfazer da Oi Móvel: além da redução no investimento em redes de celular, a Oi foi a única empresa que não deu nenhum palpite negativo na avaliação da compra da Nextel pela Claro, defendendo que a consolidação “representa os movimentos naturais do mercado”. Seria incoerente se a operadora mantivesse posição diferente e pensasse na venda do seu negócio móvel.

Para conseguir sobreviver com o negócio móvel, a Oi precisaria fazer muitos investimentos: sua rede está muito defasada em comparação com a concorrência, sobretudo em cobertura 3G e 4G. O leilão de 5G acontecerá no início do próximo ano, e investir em frequências pode atrapalhar a expansão da fibra.

É válido lembrar que, mesmo com desconexões e maturação do serviço, o negócio fixo continua sendo a principal fonte de receitas para a operadora. Para colocar em contraste, das grandes operadoras, a Oi Móvel é justamente a que tem o menor número de clientes, com pouco mais de 16% de fatia de mercado.

Por fim, é necessário considerar que o negócio fixo da Oi é muito importante, tanto para a operadora como para as concorrentes. O backhaul de fibra da Oi chega a 2.270 cidades, quase o dobro da segunda maior concorrente. A empresa compreende que a expansão da fibra é essencial para fazer o 5G acontecer no Brasil, e uma boa fonte de receitas receita poderá existir com fornecimento de infraestrutura para outras operadoras móveis.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jefferson Rodrigues

Eh sim!

Jefferson Rodrigues

Paguei 60 reais pela instalação e tive que comprar um roteador.

Jefferson Rodrigues

Sou usuário de um plano de fibra de 10MB, que tem uma velocidade muito estável. Todos que moram comigo usam ela sem nenhum problema.

Jefferson Rodrigues

Verdade! Tem gente que nem vai usar os 200MB, na maior parte do tempo.

Jefferson Rodrigues

Com certeza, deve ter fibra da Oi em Brasília, mas não em 100% da cidade.

Jefferson Rodrigues

Esses 15MB custam o mesmo que a velocidade de 200MB. A Oi é muito safada!!!

Wanderson

No plano de 200 são 15 de upload, para internet residencial está ótimo, porém vejo que pelo menos por aqui a Oi ficou em cobertura nos bairros onde ainda não tinha fibra, os mais pobres. Então é uma decisão acertada essa do upload, está atendendo muito bem e ninguém tem reclamado, pois o comparativo é pífio.

Wanderson

Aqui em São Luís foi adotado a mesma estratégia, cobrir os bairros mais pobres, pois o de classe alta já tem fibra da Vivo e outras. Creio que acertaram, pois estão instalando freneticamente.

Sinval Pinheiro

Tem fibra em taguatinga e em aguas claras que fica ao lado não tem ... maldição.

Daniel Carneiro

40% para velocidade instantânea e 80% para a média mensal. Acho que é isso...

Daniel Carneiro

Eu só acho um roubo esse valor pela instalação. Por aqui, nos locais em que tem esses serviços locais, tá na faixa de 150 a instalação e já acho um absurdo...

Daniel Carneiro

A OI vai realmente se afundar sozinha. Eu tinha até pouco tempo uma internet local (que fiz até pouco caso no início e assinei porque era a minha única opção dentro do condomínio) e comecei pagando 80 Reais por 10 Mb com upload de 5 e fiquei surpreso em como uma velocidade relativamente baixa pode ser muito boa se tudo for estável. Passou menos de 1 ano e deram um upgrade no meu plano e continuei pagando os mesmos 80 Reais e passei a ter 20 Mb de down e up de 10 (que quase sempre passava disso). Agora tive que sair do condomínio e onde estou só tenho Oi Velox de 15 Mb que mal chega a 12 e um up que sequer chega a 1...

Tenso viu...

Vagner Da Silva

poxa, esse era o preço aqui 2 meses atrás, agora sai por 80 reais, 120 é 35mb com telefone ou tv, ou então 110 mb, mais 300 de instalação a vista.

Leandro

aqui as operadoras locais tomaram conta, o problema é que o preço ainda é bem salgado, 25 mb 120 reais.

ribeiro

Não adianta, pode ser fibra de melhor qualidade, a OI é uma bosta.
O que adianta ter fibra se a empresa não funciona bem em nada que ela faz.
Uma rede não se baseia apenas em "fibra".

Exibir mais comentários