Início » Ciência » Pesquisadoras criam método para aplicativos detectarem depressão pela voz

Pesquisadoras criam método para aplicativos detectarem depressão pela voz

A pesquisa de duas cientistas da computação combina algoritmos de aprendizado de máquina para fazer diagnósticos

Por
16/07/2019 às 18h22

Uma metodologia criada por pesquisadoras da Universidade de Alberta, no Canadá, permite reconhecer sinais de depressão na voz de uma pessoa. O resultado, segundo as responsáveis pelo estudo, permitirá a criação de aplicativos e outras soluções que deem o primeiro diagnóstico aos usuários.

A pesquisa foi feita pela estudante de doutorado, Mashrura Tasnim, e a professora do Departamento de Ciência da Computação da Universidade de Alberta, Eleni Stroulia. Elas se basearam em estudos anteriores que apontaram a voz como um meio de identificar o humor de uma pessoa.

Usando smartphone

A partir disso, Tasnim e Stroulia usaram conjuntos de dados de referência para elaborar a metodologia. Ela combina vários algoritmos de aprendizado de máquina para detectar, de forma precisa, os sinais de depressão na voz.

De acordo com Stroulia, a criação do método é o primeiro passo para o desenvolvimento de soluções que ajudem a sociedade. “Um cenário realista é que as pessoas usem um aplicativo que coletará amostras de voz enquanto elas falam naturalmente”, sugere.

“O aplicativo, rodando no smartphone do usuário, reconhecerá e rastreará indicadores de humor, como depressão, ao longo do tempo”, explica. “Assim como você tem um contador de passos no seu telefone, você pode ter um indicador de depressão baseado na sua voz enquanto você usa o telefone”.

O aplicativo deverá ser bastante útil. No Canadá, por exemplo, o governo estima que 11% dos homens e 16% das mulheres terão depressão em algum momento da vida. O país projeta ainda que 3,2 milhões de jovens canadenses entre 12 e 19 anos também poderão receber o diagnóstico no futuro.

Com informações: Universidade de Alberta.