Início » Telecomunicações » Galileo, alternativa europeia ao GPS, ficou offline por quase uma semana

Galileo, alternativa europeia ao GPS, ficou offline por quase uma semana

União Europeia prometia sistema de navegação mais confiável e preciso, mas os satélites ficaram fora do ar

Paulo Higa Por

O sistema de navegação por satélite Galileo foi lançado em fase piloto pela União Europeia em 2016 como uma alternativa mais precisa ao GPS americano, mas não se mostrou tão bom assim nos últimos dias: o serviço estava fora do ar desde sexta-feira (12) devido a uma falha nos centros de controle.

Surveying using a GNSS device with EGNOS and Galileo satellites (Foto: Divulgação/GSA)

O Galileo é composto por 22 satélites operacionais que orbitam a Terra a uma altitude de 23 mil km — a constelação é formada por 30 satélites no total, mas alguns deles estão sendo testados ou foram retirados de serviço. Dispositivos com certos chips da Qualcomm, Broadcom, MediaTek e Intel suportam o sistema europeu, além do GPS (Estados Unidos), Glonass (Rússia), BeiDou (China) e QZSS (Japão).

A agência europeia de sistemas de navegação por satélite (GSA) informou nesta quinta-feira (18) que “o incidente técnico originou do mau funcionamento de um equipamento nos centros de controle do Galileo que calcula previsões de órbita e tempo, e que são usados para computar a mensagem de navegação”. A GSA estabeleceu um conselho para apurar as causas do incidente.

A navegação pelo Galileo ficou fora do ar por seis dias. Apenas a função de busca e salvamento, que ajuda a encontrar tripulações de barcos ou alpinistas em perigo, não foi afetada pelo incidente. Apesar disso, usuários comuns não devem ter sido prejudicados, já que os equipamentos estão preparados para alternar para o GPS ou Glonass quando um dos sistemas não funciona.

Ainda em fase piloto, o Galileo só deve se tornar totalmente operacional em 2020, quando funcionará de forma totalmente independente dos outros sistemas de navegação por satélite. Ou pelo menos esse era o plano da União Europeia antes do incidente.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Zanac_Compile

Sério??? Sempre li que governo americano distorce a precisão para uso civil

Neimar Avila

Já tem alguns anos que isso não mais acontece.

Hemerson Silva

ALGUÉM SABE COMO SABER SE ESTÁ USANDO GPS, GLONASS, GALILEO, ETC?

PinPortal ✔️

GPS é dos EUA. Galileo da União Europeia. GLONASS da Rússia. Beidou-2 da China.

Ninguém quer ficar dependente dos satélites dos EUA, né? Se você quer virar uma potência, não faz sentido ser dependente nas suas comunicações e geoprocessamento via satélite.

mc

Na verdade a maioria dos chips trabalham com ambos ao mesmo tempo,conseguindo melhorar acurácia da posição.

Alexandre Roberto

GPS nasceu unicamente para precisao e localizacao militar. no final do governo Reagan, o exercito americano liberou p uso civil.
Glonass e Beidou sao a resposta natural das 2 potencias, uma vez q sao antagonistas dos USA e c certeza em um cenario de conflito c esse teriam o sistrma gps bloqueado e nao teriam mais a possibilidade de realizar bombardeios de precisao.
O galileo e a resposta europeias..e a India vem planejando sua propria constelacao, uma vez q vive no limite c o vizinho Paquistao e nao ta muito confortavel c a expansao agressiva da China

Exatamente. É um equipamento militar, mas liberado para o uso civíl.

Daniel Ribeiro

Eu acho que a UE não estava com essa ideia de "o nosso é melhor que o dos outros"... Acho simplesmente que a ideia era "precisamos ter nosso próprio sistema para não depender do sistema dos outros". Se é melhor ou pior, é apenas uma consequência da evolução tecnológica... Mas essa competição certamente não existia... Ou ao menos não era a maior prioridade.

uB.

Sério, n sabia q existia algo além do GPS! Pra mim era uma tecnologia padronizada pro mundo todo pra n "floodar" o espaço com satélites redundantes.

Tiago Vidal de Souza

O chip é redundante, diversos chips tem suporte a normalmente mais de um sistema de localização, ele usa o que tiver maior disponibilidade.

Andre Kittler

Foi o que eu pensei.
Quando uma rede de satélites fica fora do ar e ninguém nota por uma semana... bah. É chato. Chega a ser pior que simplesmente fora do ar.

Mas vou relevar um pouco pois está em beta.
PS: e, conforme aprendi hoje, eu posso estar usando, estou com redundância e nem sabia! Duvida: como saber se meu celular está usando GPS, Galileu ou XXX?

tuneman

sério?? e faz anos que os smartphones suportam mais do que apenas o GPS

uB.

Tô pasmo pq n sabia q existia mais de uma alternativa de sistema de navegação. Pra mim era só GPS e ponto final.

E mais, existem pelo menos 4!!! 😮

Fernando Val

"Galileo, alternativa europeia ao GPS, ficou offline por quase uma semana" e ninguém notou.

Edcarlos Santana

So complementando, esses receptores GNSS podem chegar a casa de erro milimétrico. Esses aparelhos são muito utilizados para realização de cadastro de imóveis e no meu caso para melhorar a precisão dos mapas e topografia obtidos com drones

Exibir mais comentários