Início » Negócios » Projeto de lei nos EUA quer manter Huawei na lista negra

Projeto de lei nos EUA quer manter Huawei na lista negra

Caso aprovado, a Huawei só poderia ser retirada da lista negra com aprovação do Congresso

Por
18/07/2019 às 18h00

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reduziu no início de julho a restrição sobre a Huawei para empresas americanas negociarem quando não há risco à segurança nacional. Agora, a companhia chinesa poderá enfrentar novos obstáculos no Congresso americano.

Um projeto de lei de membros da Câmara e do Senado pode limitar os poderes de Trump e evitar que a Huawei seja facilmente retirada da lista negra do Departamento de Comércio dos EUA. O texto prevê que a saída da companhia da lista só poderia ser feita com a aprovação do Congresso.

Huawei

Além disso, os parlamentares poderiam reprovar concessões do governo para empresas americanas que vendessem à Huawei. A ideia, segundo a Reuters, é manter as restrições devido à preocupação de que elas sejam revogadas por Trump.

Os EUA acusam a fabricante de roubar propriedade intelectual e violar sanções do país contra o Irã. A companhia foi incluída na lista negra em maio e teve de suspender relações com parceiros como Google, Qualcomm e Intel.

Para os parlamentares americanos, a Huawei também é uma ameaça à segurança do país. “As empresas americanas não devem estar no negócio de vender aos nossos inimigos as ferramentas que eles usarão para espionar os americanos”, disse o senador republicano Tom Cotton à Reuters.

Enquanto isso, o porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, Geng Shuang, afirmou que os EUA deveriam suspender o bloqueio contra a Huawei por que seus parlamentares estão “apegados a uma mentalidade da Guerra Fria”.

Segundo a Reuters, Shuang disse que o objetivo das restrições é impedir o desenvolvimento da China. O porta-voz, no entanto, afirma que as medidas contra a Huawei “danificaram seriamente a imagem nacional dos Estados Unidos”.

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.