Início » Aplicativos e Software » Google oferece dicas para Chromecast em seu aniversário de 6 anos

Google oferece dicas para Chromecast em seu aniversário de 6 anos

Google Chromecast foi lançado em 2013 por apenas US$ 35, permitindo transmitir conteúdo do celular para a TV

Felipe Ventura Por

O Google está comemorando seis anos de Chromecast, dispositivo que se encontra na terceira geração e que enfim é compatível com o Amazon Prime Video. Por isso, a empresa compartilhou nove dicas para utilizá-lo no Brasil, onde ele tem preço sugerido de R$ 349: ela recomenda usar comandos de voz, espelhar a tela do smartphone na TV e experimentar o modo visitante com seus amigos.

Suposto novo Chromecast

Chromecast de terceira geração

Estas são as dicas do Google para usar melhor o Chromecast:

  • assista ao Amazon Prime Video, com séries originais como The Marvelous Mrs. Maisel e The Boys;
  • use comandos de voz com um smartphone com Google Assistente, ou uma caixa de som inteligente como a JBL Link, para transmitir séries e filmes da Netflix, HBO Go, YouTube TV e outros serviços de streaming;
  • use a voz para ligar a TV automaticamente e mudar para determinado canal ou aplicativo;
  • planeje atividades em grupo, como menus de restaurantes ou preços de voos, espelhando a tela do smartphone ou tablet Android na TV;
  • compartilhe sua músicas ao usar o modo visitante para que outros amigos montem uma playlist com você;
  • use o Google Apresentações para transmitir uma apresentação na TV através do Chromecast, tocando em um ícone no canto superior direito e selecionando "Apresentar em outra tela";
  • leve o Chromecast em viagens, conectando o dispositivo à entrada HDMI da TV do quarto do hotel e fazendo a conexão com o Wi-Fi do local;
  • experimente o modo ambiente, que exibe álbuns do Google Fotos ou uma galeria de arte enquanto o Chromecast está ocioso;
  • assista a filmes e vídeos do Google Fotos na TV.

Este guia foi adaptado pelo Google Brasil a partir da versão em inglês: o texto original menciona o adaptador Ethernet para Chromecast, que não é vendido por aqui; e fala sobre rotinas, ou sequências de ações, algo que não está disponível no país por enquanto (só para o Google Assistente no celular).

Google Chromecast mudou de design e ganhou recursos

Google Chromecast

Chromecast de primeira geração

Em 24 de julho de 2013, o Google anunciava o Chromecast pela primeira vez: o dongle HDMI permitia transmitir conteúdo do celular para a TV e tinha um preço bastante acessível — somente US$ 35. Nesse meio tempo, ele mudou de design e ganhou recursos como suporte a 60 quadros por segundo e melhorias no Wi-Fi, mas a proposta de um dongle HDMI acessível permanece.

O sucesso do Chromecast motivou outras empresas a copiarem a proposta do Google: alguns dongles deram certo, como o Microsoft Wireless Display Adapter; outros sumiram, como o Lenovo Cast e Sony Bravia Smart Stick; e houve casos em que tudo deu errado, como no Mozilla Matchstick.

No Brasil, o Chromecast chegou pela primeira vez em 2014, quando ainda tinha um formato de stick e custava R$ 200. Em 2015, o dispositivo ganhou o design redondo que permanece até hoje, mas foi lançado no país por salgados R$ 399 na época. (O Chromecast Ultra, com suporte a streaming em 4K HDR, não é vendido oficialmente por aqui.)

E então chegamos à geração mais recente: o Chromecast de terceira geração está disponível nas cores preta e branca, e possui suporte a streaming em Full-HD a 60 fps; versões anteriores estavam limitadas a 30 fps nessa resolução (e tinham 720p a 60 fps). O dispositivo é vendido no Brasil por R$ 349. Nos EUA, ele mantém o preço de US$ 35 desde o lançamento.

Google / Chromecast / como conectar o celular na tv

Chromecast de segunda geração

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Luciano Nicácio
FICA A PERGUNTA: O CHROMECAST CONSEGUE TRANSMITIR IMAGENS DE SITES (PELO BROWSER) - E NAVEGAR NORMALMENTE COMO NO CELULAR - PARA A TV?
Alberto Prado
Mas ele suporta 2.4 e 5 Ghz no padrão B/G/N/AC desde o Chromecast 2. E tanto no 2.4 como no 5 Ghz roda fluído. Pelo menos aqui comigo.Eu já usei tanto em um router Asus RT-56U como também em um TP-Link WDR 4300 rodando Open DDWRT.Talvez o problema seja a interferência nos canais Wifi de 2.4 Ghz com os vizinhos ou o aparelho que o distribuí. Os que a operadora oferece sempre são bem ruins. Ou os D-links da vida.
Alexandre Ignacio Horta
VIDEOS EM REDES 5GHZ NÃO TRAVAM...
@Sckillfer
Chromecast é, supostamente, um dispositivo portátil. Além disso, ele tem problemas em conversar com dispositivos que naõ estejam na mesma rede, então se tu conecta ele na rede de 5GHz e tenta mandar algo por um na rede de 2.4, depende da sorte.
Alberto Prado
Por curiosidade, pq ele deveria suporta várias redes? Penso que ele teria que ser instalado atrás da tv e esquecido lá.
Joao Paulo da Silva
Posso dizer sem sombras de dúvidas que o Chromecast foi a melhor compra que fiz na vida.
uB.
Entendo! Mas vc n acha chato ter 2 controles, n? Ou dá pra usar o controle da TV pra mexer no Fire TV?O Chromecast aceita alguns comandos pelo controle da TV, mas ainda assim requer o celular pra escolher o conteúdo.
ludiaz
Não é criar polemica, mas eu tenho um fire tv stick e um chromecast...Eu sequer ligo o dongle do google. Tá aposentado. Devo passar pra minha mãe.O fire tv stick é muito mais prático. Não depender de smartphone é libertador.
Porto Velho
Na minha TV funciona.
Cássio Linden Albert
O Chromecast 1 tinha, mas quando peguei o 2 manteve-se apenas o play/pause.
Di Almeida
Ah mas você não fica digitando o tempo todo, né. Só na hora de escolher o que vai assistir. Tenho o Chromecast 2 e o Fire TV, mas faz quase um ano que não mexo no Chromecast. Não depender do smartphone pra assistir alguma coisa na Netflix/Prime Video é muito melhor.
Macedo
play/pause ok, mas o chromecast agora aceita adiantar/voltar via CEC tb?
Maico Andrade
Versão 1 rodando firme e forte há 6 anos, com 2 soldas básicas no hdmi! =)
Alexandre Roberto
ainda tem, mas limitada a 32 polegadas..em marco deste ano peguei uma philco 32
Eliézer José Lonczynski
Valeu, isso é muito importante
Eliézer José Lonczynski
Show ! Mto obrigado
Porto Velho
Da pra usar o controle da TV pra pausar, dar play e retroceder ou avançar também.
André G
A única maneira de achar uma TV burra é comprando um monitor, mas aí geralmente são voltados pro público gamer com tela curva e 144hz, aí o preço fica mais caro que uma smart tv.E nem adianta pesquisar por "tv não smart" que não funciona, é tipo pesquisar por "sexo com camisinha" no xvideos, só aparecem resultados de sexo sem camisinha.
André G
Ótima explicação.Apenas adicionando alguns pontos. O Chromecast não tem controle remoto, você precisa do celular ou computador para controlá-lo, mas como foi dito, você só precisar dar o start nele e depois pode usar o celular pra fazer o que quiser, podendo até desligar o celular, mas para pausar ou trocar o conteúdo, é preciso novamente usar o celular.Você pode até mesmo iniciar um filme pelo seu celular e depois pausar com outro celular que esteja conectado à mesma rede.Netflix, YouTube, Amazon Prime, Globo Play, Spotify, até Xvídeos roda no Chromecast. Você pode até mesmo jogar pelo Chromecast, tem alguns jogos próprios pra ele.Praticamente qualquer aplicativo de vídeo tem suporte ao Chromecast.
@Sckillfer
6 anos e o Chromecast ainda sequer suporta adicionar mais de uma rede WiFi 👏
uB.
N vejo vantagem nenhuma no Fire TV. É muuuuito mais prático navegar pelo smartphone pra escolher o q quer assistir, digitar algo com um controle é sofrível demais!
thejorsias
Como assim o preço não é diferente? Dá pra comprar 2 Chromecasts (Paguei R$170,00 no meu 3).
Di Almeida
Dica ainda melhor: compre um fire tv stick.
uB.
Pois é! Troquei de TV recentemente, até q tem alguns apps legais, principalmente da Netflix. Mas ainda assim, uso o Chromecast. Se eu pudesse, comprava uma TV "burra", mas n existe =(
uB.
Mas o Google tem, Nest Hub, só n sei se é muito interessante.
uB.
Podemos dizer q sim, q ele "roda" dentro do Chromecast.O Chromecast fica conectado diretamente com o roteador. A gente usa o celular como um controle, apenas pra dizer o que a gente quer executar no Chromecast. Porém, o Chromecast n fica conectado com o celular, mas sim, transmitindo o conteúdo diretamente da internet.Seria mais ou menos assim a conexão:Internet > roteador > chromecastE não:Internet > roteador > celular > chromecastTanto é q, após começar a transmitir algo no Chromecast, vc pode até desligar seu celular que o conteúdo continuará transmitindo normalmente.--Porém, o Chromecast não armazena conteúdo, ele recebe e transmite o conteúdo na mesma hora. Se a internet cair, a transmissão para. Ou seja, n dá pra salvar filmes no Chromecast pra assistir depois.
André G
Eu comprei uma Mi Box S por 350 reais na Santa Ifigênia aqui em São Paulo, no Mercado Livre você também acha por preços semelhantes. O preço não é muito diferente do Chromecast, mas a Mi Box tem um hardware bem diferente, tem memória interna, tem Bluetooth, ele roda um sistema bem mais completo que o Chromecast. Se a Google criar um aparelho desse tipo, com certeza não será tão barato.
Love
Ele roda no próprio dispositivo, quando vc conecta, seu celular vira um "controle remoto" apenas, tanto para Netflix, quanto para YT...
Eliézer José Lonczynski
Não achei um vídeo que deixasse claro.. Netflix e outros apps rodam dentro do Chromecast? ou eu sempre irei depender de outro dispositivo enviando mídia.. e perde desempenho e qualidade na transmissão? Pode substituir uma central de mídia?
Rod1970
As rotinas já existem no Brasil há tempos pois já tem no mercado por exemplo lâmpadas e tomadas inteligentes com operação tanto por comando de voz ou pelo celular e ainda dá para criar rotinas para ambos.
betacaroteno
Uma das melhores compras q fiz. Faço tudo pelo smartphone, de forma transparente e sem stress.
thejorsias
O Google precisa lançar um dispositivo com interface própria. Eu sei que as Android TVs da Xiaomi e Elsys fazem isso, mas o preço não é tão convidativo.
Porto Velho
Eu era adepto de usar só a SmarTV, mas depois que dependi de um desses ligado numa TV comum, uso ele até ligado nas TVs "inteligentes". Roda basicamente qualquer conteúdo de vídeo ou áudio do celular. Nas TVs dependemos da boa vontade dos desenvolvedores que quase sempre não estão nem aí com software pra Samsungs ou LGs da vida.