Início » Negócios » Apple compra divisão de modems da Intel por US$ 1 bilhão

Apple compra divisão de modems da Intel por US$ 1 bilhão

Mais de 2 mil funcionários da Intel se juntarão à Apple para desenvolver modems 5G

Paulo Higa Por

A Apple confirmou nesta quinta-feira (25) que fechou um acordo para comprar a maior parte da divisão de modems da Intel por US$ 1 bilhão. A aquisição envolve os equipamentos e a propriedade intelectual da fabricante de processadores. Com a transação, a empresa de Tim Cook deverá produzir seus próprios modems 5G para o iPhone, deixando de depender de outras companhias, como a Qualcomm.

iPhone XR

O negócio envolve a “maior parte” da divisão de modems porque a Intel não está saindo completamente do ramo. “A Intel manterá a capacidade de desenvolver modems para aplicações que não sejam de smartphones, como PCs, dispositivos da internet das coisas e carros autônomos”, diz a Apple em comunicado.

A compra, que estava sendo alvo de especulações nos últimos dias, faz sentido para as duas empresas. O negócio de modems da Intel cresceu principalmente por causa da Apple: a dona do iPhone estava em uma longa disputa judicial contra a Qualcomm e decidiu tornar a Intel a fornecedora exclusiva de modems para o iPhone XS e o iPhone XS Max enquanto a briga não fosse resolvida.

Mas, quando a Apple e a Qualcomm fecharam um acordo para encerrar o caso e voltaram a firmar contratos de licenciamento e fornecimento de chipsets, o negócio de modems da Intel deixou de ser viável. Tanto é que, no mesmo dia do acordo entre a Apple e a Qualcomm, a Intel anunciou que estava desistindo do mercado de modems 5G para celulares.

Intel Modem 5G

Com a aquisição, a Apple terá mais de 17 mil patentes relacionadas a tecnologias sem fio, como protocolos para celulares, arquitetura de modems e operação de modems. Além disso, aproximadamente 2.200 funcionários da Intel se juntarão à Apple.

Acredita-se que a Apple lançará um iPhone com conexão 5G apenas em 2020, mas ainda com modems desenvolvidos pela Qualcomm e pela Samsung. Rumores apontavam que a Apple já estava trabalhando com um modem 5G da Intel, o 8060, para prototipagem e testes, mas ele teria problemas de dissipação de calor e consumo de bateria.

A transação ainda passará pela aprovação de órgãos regulatórios. A previsão é que a compra seja concluída no último trimestre de 2019.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

gbitte

Na verdade o lucro da Apple é mais expressivo do que o faturamento. O lucro dela é o maior do mundo o faturamento passa longe e o valor era o maior entre empresas abertas mas agora caiu. Muito comum empresa que cresce não dar lucro por causa de reinvestimento. A Amazon nunca pagou um centavo de dividendos.

gbitte

O marketing share do iPhone tá diminuindo, e essa diversificação é toda em cima desses universo de consumidor, ganhando mais dinheiro de menos pessoas não é algo duradouro.

gbitte

Faturamento o Walmart da da surra na Apple.

gbitte

Provavelmente não estaria com o serviço no topo, necessidade é mãe da inteligência.

ochateador

Poderiam aumentar a presença do Apple Car para se integrar as central dos veículos.

zephyr1an

existem vários casos assim

o caso da Microsoft é pior: ela JÁ estava no mercado mobile com o Pocket PC, e nesse mercado acabaram com a Palm, a primeira líder...como é que deixaram a Apple criar um iPhone e não criar um concorrente à altura ? (a Apple já tinha estado no mercado mobile com o Newton, que depois foi abandonado)

o Windows e o Office seguraram a MS, que depois conseguiu se redimir ao criar o Azure, a 2ª nuvem mais usada, está atrás da AWS mas à frento do Google

a própria MS virou uma empresa gigante por causa da total incompetência da IBM em entender um novo mercado: a IBM criou o IBM-PC e entregou o software para a MS...

outro caso de incompetência gigante no mercado mobile, quase impossível de acreditar, é o caso da Nokia, que de líder absoluta passou a ser totalmente irrelevante no espaço de alguns anos

e tem o caso da a RIM (Blackberry) também...

Baio-kun

Aparentemente minha informação estava desatualizada então. Pra mim o iPhone era mais expressivo do que 62%.

Filipe Espósito

Embora ainda seja o "carro-chefe", a Apple tem conseguido diversificar aos poucos o faturamento com as outras categorias. No último trimestre fiscal, o iPhone representou 62% da receita deles (se você pensar que realmente já passou de 80%, é uma queda considerável). O iPad ganhou mais representatividade nessa história, assim como o Apple Music e os acessórios (Watch e AirPods). Não é atoa que eles estão investindo cada vez mais em serviços multiplataforma. Claro que ainda dependem bastante do iPhone, mas a tendência é isso diminuir mais com o aumento do portfólio deles.

Baio-kun

A diferença é que o lucro da MS é mais seguro, dividido entre várias fontes, enquanto a Apple é >80% do iPhone iirc

Filipe Espósito

Exatamente. Valor de mercado é totalmente especulativo. Na prática, quem tem mais dinheiro em caixa pode mais. Não que a Microsoft tenha pouco, tá bem longe disso hahahaha

ochateador

Valor de mercado é algo imaginário e portanto "falso". Se os acionistas decidirem que a empresa vale 1 centavo, esse será o valor da empresa.
Já o valor do lucro, é algo real e também uma forma mais adequada de saber se a empresa vale a bola toda.

P. Herrera

Imagino que a configuração de todo o mercado seria diferente dessa atual. A MS talvez continuaria com certas práticas de monopólio, vai saber... Hahaha

P. Herrera

Olhei agora e o valor subiu: Hje, 25/07/19, valem 1,07T. É surpreendente msm.

João

Isso, valor de mercado. A mídia prefere divulgar isso, então deve ser mais expressivo que lucro.

Filipe Espósito

Na verdade, não. O que a Microsoft conseguiu bater é o valor de mercado (aquele em que a Apple chegou em 1 trilhão de dólares). Em faturamento, a Apple ainda lidera. São 265 bilhões de dólares contra 110 bilhões da Microsoft. Até saiu uma matéria sobre isso recentemente aqui no Tecnoblog por conta do ranking da Fortune. https://tecnoblog.net/29954...

Exibir mais comentários