Início » Celular » Google confirma Pixel 4 com reconhecimento facial e gestos sem toque

Google confirma Pixel 4 com reconhecimento facial e gestos sem toque

Google Pixel 4 reconhece gestos sem toque e tem reconhecimento facial com melhorias em relação ao Face ID nos iPhones da Apple

Por
29/07/2019 às 15h32

Cansado de vazamentos, o Google decidiu confirmar mais detalhes oficiais sobre o Pixel 4 antes de seu lançamento em outubro: o novo celular vai reconhecer gestos sem toque e terá reconhecimento facial com algumas melhorias em relação ao Face ID da Apple para os iPhones. Basicamente, o desbloqueio será mais rápido graças a uma tecnologia de radar.

Pois é: o Pixel 4 vai adotar uma tecnologia chamada Soli, desenvolvida pela equipe ATAP (Advanced Technology and Projects) do Google. O projeto, inicialmente pensado para smartwatches, consegue reconhecer gestos da mão através de um pequeno radar. No novo celular, o sensor ficará localizado acima da tela.

O recurso se chamará “Motion Sense” e permitirá usar gestos com a mão para pular músicas, adiar alarmes e silenciar chamadas telefônicas; torcemos que isso funcione melhor que no LG G8 ThinQ. A novidade estará disponível “em países selecionados”, provavelmente porque o radar depende de autorização dos órgãos reguladores.

Google Pixel 4

O Pixel 4 terá um projetor de pontos e duas câmeras infravermelho para reconhecer seu rosto, algo semelhante ao Face ID do iPhone X e posteriores. No entanto, o radar ajudará no desbloqueio facial, tornando o processo mais rápido.

“À medida que você aproxima a mão para pegar o Pixel 4, o Soli ativa de maneira proativa os sensores de desbloqueio facial, reconhecendo que você talvez queira desbloquear seu celular”, explica o Google. “Se os sensores e algoritmos reconhecerem você, o celular será desbloqueado enquanto você o pega, tudo em um só movimento.”

O reconhecimento facial do Pixel 4 promete funcionar em qualquer orientação, inclusive com o aparelho de cabeça para baixo. Também é possível utilizá-lo para autorizar pagamentos e fazer login em aplicativos; o Android Q incorporou por padrão esse tipo de biometria passiva. Os dados faciais são armazenados apenas no dispositivo, dentro do chip de segurança Titan M, e não são enviados para o Google.

Google Pixel 4 e Soli

Google compra dados faciais para desbloqueio do Pixel 4

Para aprimorar o desbloqueio facial, funcionários do Google abordaram várias pessoas nas ruas dos EUA oferecendo vouchers de US$ 5 em troca de um escaneamento facial. A empresa confirma ao The Verge que vem realizando “pesquisa de campo” para coletar dados de rostos a fim de melhorar seus algoritmos e melhorar a precisão do Pixel 4.

“Embora as amostras de rosto inerentemente não sejam anônimas, cada participante recebe um número de identidade abstrato. Pedimos separadamente o endereço de e-mail de cada participante para remover os dados mediante solicitação”, diz o Google. Os dados faciais são “criptografadas e têm acesso restrito”, segundo a empresa; eles serão mantidos por 18 meses e nunca serão associados às contas dos usuários.

Google Pixel 4 - reconhecimento facial

Em junho, o Google confirmou que o Pixel 4 não terá leitor de digitais na traseira, e virá com uma câmera tripla; rumores dizem que o aparelho terá dois sensores de imagem e um “sensor espectral” para detectar cores com maior precisão.

Quanto à câmera frontal, vemos na imagem divulgada pelo Google que o novo celular terá apenas um sensor de imagem na frente, em vez da câmera frontal dupla no Pixel 3 e 3 XL. O Pixel 4 — e o Pixel 4 XL? — devem ser apresentados em outubro.

Com informações: Google, Android Police.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.