Início » Negócios » Xiaomi Mi Band 4 e Mi A3 chegarão ao Brasil; DL estuda fabricação nacional

Xiaomi Mi Band 4 e Mi A3 chegarão ao Brasil; DL estuda fabricação nacional

Pulseira fitness Xiaomi Mi Band 4 será lançada oficialmente no Brasil, assim como os celulares Mi A3, Mi 9T e Redmi 7A

Por
30/07/2019 às 10h08

A pulseira fitness Xiaomi Mi Band 4 será lançada oficialmente no Brasil, assim como o Mi A3, Mi 9T e Redmi 7A; eles serão vendidos pela DL Eletrônicos, que planeja ter 15 celulares em seu portfólio nacional. A empresa cogita até mesmo fabricar dois smartphones no país, dependendo de como evoluir o imposto zero para eletrônicos importados.

Xiaomi Mi Smart Band 4

Xiaomi Mi Smart Band 4

Luciano Barbosa, diretor de produtos da DL, confirma ao Mobile Time que a empresa lançará os celulares Mi 9T, Mi A3 e Redmi 7A ainda este ano. O Mi 9T, com câmera frontal retrátil, foi recentemente homologado pela Anatel; enquanto o Mi A3 e Redmi 7A ainda passam pelo processo de certificação.

Além disso, Barbosa revela que a pulseira fitness Mi Band 4 será o próximo lançamento no Brasil em dispositivos conectados. Provavelmente receberemos a versão internacional, vendida na Europa como Mi Smart Band 4: ela possui tela AMOLED colorida, resistência à água e bateria de até 20 dias. (Na China, a Xiaomi vende uma versão com NFC e suporte à assistente de voz Xiao AI.)

O executivo afirma que há estudos internos para a DL fabricar até dois celulares da Xiaomi no Brasil. No entanto, isso depende de uma política de incentivos à indústria nacional; se as taxas de importação forem reduzidas, a empresa continuará trazendo os produtos do exterior.

Uma portaria do Ministério da Economia vai zerar o imposto de importação de eletrônicos a partir de 30 de agosto; ela é temporária e passará por discussões no Congresso. A medida recebeu críticas de representantes da indústria nacional como a Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), dizendo que isso vai prejudicar a decisão de investimentos no Brasil e reduzir empregos.

Xiaomi Mi 9T

Xiaomi Mi 9T

Brasil pode ganhar mais lojas físicas Xiaomi Mi Store

A DL espera ver um salto na presença nacional da Xiaomi entre setembro e outubro, antes da Black Friday e do Natal. No momento, a maior parte das vendas (mais da metade) vem dos dispositivos conectados, não dos smartphones. A empresa já comercializa cerca de 170 produtos no total.

Os dispositivos da Xiaomi estão à venda nas lojas físicas da Ricardo Eletro, Magazine Luiza (Magalu) e Pernambucanas, além do marketplace da B2W — que inclui Submarino, Americanas.com e Shoptime.

A DL vem analisando pedidos de empresários para abrir mais lojas físicas, se juntando à Mi Store do Shopping Ibirapuera em São Paulo. Ela também negocia a venda de smartphones através de duas operadoras móveis, sem revelar quais.

Há ainda a loja online Mi.com, gerenciada pela Infracommerce, mesma empresa que cuida do e-commerce da Motorola. Ela passará a vender dispositivos conectados em agosto.

Com informações: Mobile Time.

Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.