Início » Carro » Serviço Beepbeep de carro elétrico compartilhado estreia em São Paulo

Serviço Beepbeep de carro elétrico compartilhado estreia em São Paulo

Locação dos carros elétricos da Beepbeep custa R$ 4,90 mais tarifa por minuto (de R$ 0,18 a R$ 0,60)

Emerson Alecrim Por

Carros elétricos estão longe da realidade da grande maioria dos brasileiros, mas quem mora na capital paulista ou está de passagem pela cidade poderá saber como é a experiência de dirigir um veículo do tipo: a Beepbeep é uma startup de compartilhamento de carros elétricos que deve iniciar as suas operações em São Paulo a partir de hoje (30).

Renault Zoe da Beepbeep

O funcionamento lembra os serviços de compartilhamento de bicicletas e patinetes. É necessário baixar o aplicativo da Beepbeep (disponível para Android e iOS) e fazer cadastro por ali mesmo (com envio de selfie, CNH e número de cartão de crédito).

Depois que a sua conta for liberada, você pode usar o aplicativo para localizar um carro e reservá-lo. Você tem até 30 minutos para chegar até ele. Não é necessário ter chave para abrí-lo e ligá-lo: basta estar próximo do veículo e manter pressionado o botão de desbloqueio no app.

App da Beepbeep

Cada locação tem custo inicial de R$ 4,90 e preço de R$ 0,60 por minuto. Mas esse valor cai para os planos de horas:

  • a partir de 6 horas: R$ 4,90 + R$ 0,40 por minuto
  • a partir de 12 horas: R$ 4,90 + R$ 0,30 por minuto
  • a partir de 24 horas: R$ 4,90 + R$ 0,20 por minuto
  • a partir de 48 horas: R$ 4,90 + R$ 0,18 por minuto

Os carros só podem ser retirados e devolvidos nas estações da Beepbeep. Nesta fase inicial, elas estão localizadas em pontos das regiões oeste e sul de São Paulo. Esses locais incluem unidades dos supermercados St. Marche, estacionamentos da rede Netpark, o shopping Market Place (primeiro subsolo) e o hotel Tívoli Mofarrej São Paulo.

Estação Beepbeep

Não há restrição de rodagem, mas o usuário deve procurar um posto de recarga da própria Beepbeep ou conveniado para recarga da bateria do veículo caso a quilometragem almejava ultrapasse a autonomia disponível. Não há taxa de recarga, mas haverá cobrança extra proporcional à distância percorrida se o carro tiver que ser coletado pela empresa (por falta de carga, por exemplo).

Carros elétricos da Beepbeep

Por ora, a Beepbeep está trabalhando apenas com carros Renault Zoe. Trata-se de um modelo hatch que começou a ser vendido no Brasil em 2018 por cerca de R$ 150 mil (a linha existe no país desde 2013, mas só no ano passado passou a ser disponibilizada para consumidores finais).

O veículo vai de 0 a 50 km/h em 4 segundos e a bateria tem autonomia para pelo menos 300 km, em parte, graças à tecnologia de recarga regenerativa, que converte a energia cinética da frenagem em carga para a bateria.

Renault Zoe da Beepbeep

Inicialmente, dez carros estão disponíveis para a operação, mas a ideia é disponibilizar 300 veículos até o fim de 2020. A Beepbeep também tem planos de levar os seus serviços para outras cidades.

Com informações: Mobilize.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Leonardo Feelckins

não deixem bruno covas ver uma coisa dessa

Manuel Silva

Em Fortaleza-CE já tem Bicicleta e Carro elétrico (compartilhado) falta só patinete elétrico!

Fabio Santos

Moro na ZN nunca vem nada pra cá kkkk

leoleonardo85

Eu falo mais para o futuro, se esse investimento for feito, o serviço vai dar certo, até eu fiquei animado de usar.

Keaton

Que ainda assim compensa menos que pagar por 2 dias...

Mas no caso, tu pode precisar do carro por 6h por dia durante dois dias... o que impediria de usar o plano de 12h.

johndoe1981

O problema é que o Estado em vez de melhorar o transporte coletivo, quer piorar o individual, nivelando por baixo.

johndoe1981

Não entendi o que tem a ver o carro de taxista ser elétrico com esse serviço de compartilhamento de carros elétricos. Conhecendo essa raça, não duvido nada fazerem lobby pra prefeitura regular esse serviço, como está fazendo com as patinetes elétricas. Não só eles, mas empresas de ônibus também.

Vinícius Zavala

Faça as contas. R$148,90 - R$58,00 = R$90,9.
Você alugou o carro e sobrou R$90 pra abastecer. Considerando a gasolina a R$4 o litro, você abastecerá cerca de 22 litros, considerando um carro 1.0 básico com autonomia de 12km/l, você rodará 270km. Ou seja, o preço não esta tão salgado assim, eu diria que esta equivalente, dependendo do tempo de recarga, os elétricos compensam mais ainda.

Vinícius Zavala

Alexandre, nesse seu exemplo você esta usando um carro sem pagar por ele (ou o carro é seu ou pegou emprestado), se for alugar o carro o seu exemplo muda, pois tem o custo do aluguel...

Vinícius Zavala

Em vez de pegar duas vezes de 6 horas, você usa o plano de 12h que sai por R$220,90.

Vinícius Zavala

David, me explica melhor essa conta de R$600 aí. Como você chegou nesse valor cara ? A matéria diz: "Cada locação tem custo inicial de R$ 4,90 e preço de R$ 0,60 por minuto".
Logo para 2 horas temos: R$4,90 + (120 x R$0,60), chegamos ao total de R$76,90.

Jorge Luis

pelo que vi o problema é ter que devolver na estação. uma viagem de uma hora daria 40,9 reais e acho que no uber custaria mais caro que isso.

Alexandre Roberto

Sim, é mais eficiente, mas é de certa forma semelhante à maionese light...continua sendo uma bomba de gordura e calorias....
Eu, na condição de anticoagulado, continuo tendo que passar longe

Usamos um gerador estacionário para manter a instituição em funcionamento no horário de maior tarifa (sai mais barato comprar um gerador e desligar a energia elétrica da rede, mesmo comprando diretamente da usina, sem intermédio da retrasmissora local)....e vc forma aquela nuvem mágica de ébano todo final de tarde do mesmo jeito....enquanto isso continuam de olho no filete de água que o escapamento do meu carro joga quando uso alcool

Porto Velho

É o mesmo combustível, mas o motor estacionário consegue extrair mais energia e consequentemente gastar bem menos.

FastSloth87

Ainda assim poluem menos. Não vai resolver o aquecimento global (nada vai), mas ajuda.

Exibir mais comentários