Início » Jogos » Governo propõe reduzir IPI sobre consoles para 40%

Governo propõe reduzir IPI sobre consoles para 40%

O Ministério da Economia projeta que o governo deixaria de arrecadar R$ 50 milhões até 2021 com a medida

Victor Hugo Silva Por

O governo chegou à proposta inicial para reduzir impostos sobre consoles e jogos eletrônicos. Segundo a Reuters, que teve acesso a um rascunho do decreto, o Ministério da Economia deseja baixar de 50% para 40% o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) cobrado para consoles.

Foto por Kenneth_Fleming/Flickr

O texto também aponta que, para "partes e acessórios dos consoles sem tela incorporada", o IPI sairia de 40% para 32%. O imposto de "game cards e máquinas de videogames com tela incorporada" seria reduzido de 20% para 16%.

Para começar a valer, o decreto precisa ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro. A justificativa para o documento é de que a redução tributária ajudará a estimular o segmento de jogos eletrônicos, "ramo do setor de entretenimento que mais cresce no mundo".

O IPI é o que mais pesa na carga tributária para games e se junta a tributos como PIS, Cofins e ICMS, que não seriam alterados. O Ministério da Economia estima que a redução das alíquotas do IPI faria o governo deixar de ganhar R$ 50 milhões até 2021.

Caso o decreto entre em vigor em dezembro, o setor deixará de pagar R$ 1,94 milhão em impostos em 2019. O governo ainda deixaria de arrecadar R$ 23,80 milhões , em 2020, e R$ 23,94 milhões em 2021.

O valor poderá ser maior caso a medida começar a valer antes ou se as alíquotas ficarem ainda menores. Há alguns dias, o presidente Jair Bolsonaro usou sua conta no Twitter para prometer os estudos sobre a redução de impostos para jogos eletrônicos.

"O Brasil é o segundo mercado no mundo nesse setor", afirmou em um tweet. Antes, ele havia afirmado que o governo analisava a redução de impostos sobre itens como computadores e celulares e tratou da possibilidade da medida valer também para jogos eletrônicos.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Nicthor
Sim, realmente as empresas que você citou não teriam o tamanho que tem hoje sem serem desleais com a concorrência, o nome dessa prática é capitalismo de compadrio. O Brasil já realizou essa prática por muito tempo, exemplo mais recente disso é a JBS financiada com dinheiro público. Além da JBS posso citar várias outras empresas brasileira que foram ajudadas com o capitalismo de compadrio, Claro, OI, Itau, Bradesco, OAS, Odebrecht, Camargo Correia, etc... Note o pequeno número de bancos, construtoras, empresas de cabotagem, empresas de telefonia que o Brasil tem, e isso se expande em menor proporção pra varias outra áreas, é por esse motivo(e por outros) que os preços no Brasil são abusivos e a concentração de renda é gigantesca.
Nicthor
Veja que jogos eram enquadrados como brinquedos e repare o aumento do lucro da Estrela. Peço perdão eu confundi Gradiente com Semp Toshiba.https://www1.folha.uol.com....https://super.abril.com.br/...
D' Carvalho
mostre-me o decreto em que se instaurou o monopólio para essas empresas então.Os países que eu citei, todos subsidiaram empresas ao ponto de tornar a concorrência desleal até elas se desenvolverem. Quer exemplos desses 'monopólios' de 3 décadas atrás? Sony, Samsung, Mitsubishi...Nenhuma dessas empresas teriam o tamanho que possuem hj sem subsídios governamentais.Sério, busque aí no google os programas que citei para cvada país.
Nicthor
Elas tinham o MONOPÓLIO da produção e distribuição jovem! Os impostos foram tão abusivos que o único recurso dos consumidores foi recorrer à pirataria e foi assim que essas empresas encontraram sua decadência.
D' Carvalho
Aqui no Brasil a gente deixou essas empresas completamente desamparadas, achando que elas sobreviveriam entre gigantes. É errado culpar os impostos pelo fracasso dessas empresas.CHINA impõe subsídios pesados para o avanço da indústria;CORÉIA DO SUL se industrializou basicamente com o estado com sua política dos 'campeões nacionais'.JAPÃO governo subsidiava fortemente as chamadas 'Keiretsu'
Nicthor
Você demonstra um grande desconhecimento do porque os impostos dos jogos no Brasil são tão altos. Na década de 90 a Tectoy, Semp Toshiba e Estrela produziam e distribuíam os consoles aqui no Brasil então como uma forma de manter a concorrência internacional longe o legislativo brasileiro subiu os impostos nesse setor como forma de proteger a indústria nacional e manter esse monopólio (acredito que por interesses pessoais $$). Porém lá por volta do ano 2000 a Estrela saiu do negocio deixando toda as despesas para a Semp Toshiba que logo depois saiu do negocio também. Todavia hoje o Brasil não tem mais uma indústria a ser protegida nessa área pois as grandes empresas já deixaram esse setor, porém os impostos continuam lá, impossibilitando de novas empresas surgirem.
D' Carvalho
expandir para ebooks, leitores, livrarias... Games deveria entrar em último na fila de prioridades.
D' Carvalho
EUA cobra mais imposto na renda, no lucro e na transferência de heranças e imóveis. Eles possuem brecha para tirar imposto do consumoNote que eu defendi essa transferência de imposto consumo para renda em minha resposta, MAS uma vez em que não adotamos, então não vejo a redução de impostos para games como prioridades.
Nicthor
Vc pega a maior indústria de entretenimento do mundo e mantém uma taxa de 75% sobre ela enquanto o seu concorrente (EUA) mantém ela a 9%. Você acha isso uma estratégia inteligente?????????
Nicthor
Cara o IPI é um imposto sobre produção...A única forma de ficar isento de pagar o IPI é produzir para exportar.
D' Carvalho
Você está confundindo com taxação sobre produtos de produção.
D' Carvalho
existe, logo pode reduzir e/ou ampliar a área atuação.Mas saber interpretar para que, não é?
D' Carvalho
RESPOSTA: 1 - O famoso 'não existe almoço grátis' adaptado. Dê algum lugar precisa sair a grana para o governo pagar seus custos. Sou mais favorável inserir impostos em renda, herança e imóveis. MAS, já que nosso país foca sua taxação no consumo, então não acredito que Games não é a prioridade.2 - Não necessariamente, mas muito provavelmente. Se deixa de arrecadar em uma ponta, inibe a possibilidade de reduzir impostos em outra ponta. Com a Desvinculação de Receitas da União (DRU), isso se torna ainda mais explícito.3 - Não, conforme citado na resposta 01.Em relação a existência de isenção nessa área, eu cito a AMPLIAÇÃO dessa isenção ou até mesmo zerar. Por ex. A isenção para livros poderia expandir para ebooks, e-readers, livrarias, bibliotecas.
phsodre
Eu acho engraçado essas estimativas de redução de arrecadação do Governo, pq isso só se dá em teoria. Na prática, com o volume de vendas aumentando, a diferença nem se torna assim tão grande a longo prazo. Até pq quem paga o imposto no final é o consumidor!
Frederico Martins
Concordamos nisso, lê de novo. Afinal ignorância não é desculpa. (Ah e eu não acho, eu leio)
Frederico Martins
Putz. Tá difícil dar opinião atualmente. A uma pq a turma acha que sou o dono da razão e o que falo seja absoluto. 🙄 E a duas pq em tudo ja se mete “questão política” no meio. Não dá mais pra ter opinião sem ser lado A ou lado B. 😂 Mas já que tá com tempo pra escrever isso tudo, tenta ler de novo, não sou a favor de mais impostos, mas sim (continuo) achando estranho essa fixação por um setor e (sim) continuo achando que é para ter algum tipo de vitória e dizer que se baixou algo em alguma coisa. E quem dera baixasse imposto do que eu quero. 😂😂😂
Frederico Martins
Itens de tecnologia.... todos itens de tecnologia tem essa suposta carga de 72%? 🤔 E veja bem, não to dizendo que não seja uma boa, seria ótimo, uau! Supimpa! Apenas falei dessa fixação dos jogos em detrimento de outros setores talvez pouca coisa mais importantes.
Frederico Martins
Só reforça o que falei: só esse tipo de profissional sai daqui em busca de tributação e condições melhores? Só quem mexe com jogos? Certeza? 😉
Marcos Soares Santos
eu saí do RS em 2013 e ainda naquela época era bem tranquilo, porém há de se considerar o rebento da crise economica nos anos seguintes. não quero me limitar ao velho "E o PT?", o contexto foi um caos emaranhado.
Seu Madruga Comentarista
E carro? Meu amigo foi a Austrália, para fazer intercâmbio e em 15 dias comprou um carro de 500 doletas australianas!
Flavio Toledo
mano vc começou bem seu comentario mas estragou com essa frase pronta no final.
José Vieira
hehehe
Credulos
Só no Brasil que o sujeito acha um jeito de reclamar da redução de impostos.....Que não goste do presidente, que o critique quando o mesmo fizer merda, agora ficar achando desculpas para criticar vantagens é o cumulo do retardo metal.
Lumberjack
Caraca, olha o nível de argumentação do indivíduo, hahahahaha
Anderson Ramos
Se você ver a lista de pessoas que trabalham no desenvolvimento de um jogo entende melhor... nos últimos 10 anos vi diversas pessoas saírem do nosso país para trabalhar no desenvolvimento de jogos em países que tem melhores políticas tributárias para a área. Hoje temos poucos profissionais desenvolvendo jogos no Brasil e talvez com essa diminuição de impostos nosso mercado possa gerar oportunidades para que os profissionais fiquem por aqui mesmo.
Alessandro
Eu pensava que livros quase não tinham impostos
SmokingSnake
videogame no Brasil só é coisa de rico e classe média justamente por causa dos impostos, enquanto nos EUA qualquer um pode ter um videogame de última geração.Quem mais tenta se colocar como protetores dos pobres é quem mais ferra os pobres com impostos e eles são forçados a viver na ilegalidade (favelas) porque não conseguem viver legalmente pagando todos os impostos absurdos que vem nas contas, os pobres que abram o olho com esses socialistas caviar de iphone.
LekyChan
ilumine nossa ignorancia ô mestre
William Fogiatto
Bolsonaro ta mudando mesmo a politica.. do nada começa a aparecer um monte de gente defendendo impostos. Isso é só o começo, 7 pra 8 meses de governo. Ele ainda vai mudar muita coisa. Ficaram acostumados com a merda toda que foi feita nos últimos anos? Vocês tão querendo o que? ficar com o CU cheio de imposto? não quer depositar o salario direto na conta do governo e ele decide como vocês vão gastar? Pelo amor...
Diogo
Exato. Isso se chama Curva de Laffer, diminui-se o imposto esperando um aumento do consumo e consequentemente um aumento da arrecadação. Mas notícia ruim vende mais...
Ablb85
E aparece gente reclamando que o governo vai perder dinheiro... 😂
Ablb85
A Câmara pagou R$ 93 milhões com assistência médica e odontológica de deputados e servidores de janeiro a junho deste ano, informa o Estadão.Para se ter uma ideia, o valor desembolsado pela Casa durante todo o ano de 2018 foi de R$ 100 milhões.
Ablb85
Calma, a perda de arrecadação vai ser mínima, olha só:A Câmara pagou R$ 93 milhões com assistência médica e odontológica de deputados e servidores de janeiro a junho deste ano, informa o Estadão.Para se ter uma ideia, o valor desembolsado pela Casa durante todo o ano de 2018 foi de R$ 100 milhões.
Catena's Beauty Atelier
Pão e circo pra garotada votante de classe média = vídeo game.Eu teria adorado esse notícia se essa diminuição fosse resultado de uma melhora progressiva do pais de modo geral. Mas a cada dia que passa perdemos direitos e temos declarações e atitudes malucas (pra ser educado) vindas do governo.
SmokingSnake
Que outro setor tem mais de 72% de impostos? Só cigarro e bebidas alcoólicas como cachaça que tem mais do que isso, colocar itens de tecnologia no mesmo naipe é coisa de país fadado ao subdesenvolvimento mesmo.
SmokingSnake
Ok agora vai lá falar para a Globo que a redução é pequena porque eles estão fazendo matéria contra dizendo que o governo vai perder muito dinheiro com essa redução.
Rangel Xneko
É uma redução modesta, mas já impressiona pelo fato de que está sendo feito algo no país que mais adora cobrar impostos. basicamente foi 20% de redução em cima DOS IMPOSTOS alterados, mas já vale e uma futura redução dos outros impostos incidentes melhoraria ainda mais.Num país que a gente trabalha 5 meses do ano para pagar impostos qualquer redução é um bom sinal, espero outras no futuro, gradualmente.
Rangel Xneko
Aparentemente você não conhece que algumas das que você citou JÁ TEM isenção de impostos, sugiro fazer pesquisas no Google, e mesmo as que não tem não se compara o nível de impostos cobrados. Sempre penso que a informação é o seu melhor aliado antes de tirar conclusões.Perguntas: 1.Você é contra essa redução de impostos só porque não é uma área de seu interesse?2. Você tem conhecimento que a redução de uma área não necessariamente impacta na possibilidade de redução de outra, ou seja, não é uma escolha e sim multiplas escolhas?3. Você concorda na redução de impostos em TODAS as áreas, não?pergunto para confirmar se está ciente do básico. Resolvido a questão lógica da coisa, espero em específico que também se reduza em mais medicamentos e na cesta básica.Só para complementar, já existe benefícios fiscais para energia renovável, livros e alguns remédios e alimentos, ainda mais em teatros e cultura que aliás são grátis na maioria das vezes, se não para todos para quem precisa. Sua lista de opções demonstra a falta de conhecimento das áreas e dos impostos incidentes em cada uma delas. Não estou lhe atacando, apenas dando informações e que é importante estar ciente dos absurdos de impostos que pagamos aqui, e que o que vocÊ está querendo já existe na maioria dos casos, então se quiser explicar com mais detalhes o que precisa se eu tiver entendido errado fique a vontade. Fora isso você deveria apoiar toda e qualquer redução de impostos, independente de quem proponha ou do seu partido político, estou errado?
Rangel Xneko
É importante, não cabe julgamento do que é mais ou menos relevante, e sim saber que os impostos são abusivos, e não se comparam a "outros setores", que tem impostos várias vezes inferiores, procure tabelas de impostos por categorias para ver.Se você está falando isso apenas para fazer oposição por questões políticas, afirmo que você está errado nesta opinião. Também que estas "outras categorias" também podem sofrer redução de impostos, apenas que não pode entrar tudo num pacote só pois seria obviamente impossível, mas espero que aconteça, em especial medicamentos e cesta básica eu diria.Porém dito isso acho bastante improdutivo e agressivo essa opinião de que "se não for baixar imposto do que EU quero, sou contra e não é para baixar nada", é uma opinião bastante extremista sinceramente, eu acredito que deva baixar de todos, independente da ordem que aconteça.De qualquer forma espero que baixe impostos do maior número de áreas possíveis, e espero que você não seja contra NENHUMA delas, pois seria bastante estranho ser a favor de impostos num dos países onde as pessoas trabalham 5 meses só para pagar impostos, ou seja, transferir seus ganhos para o governo, valor que que poderia estar sendo usados para sanar as necessidades básicas de quem precisa se ficasse com o trabalhador.
Porto Velho
Ninguem tá falando que criticar essa indicação tá errado. Muitos bolsonaristas desceram o pau nele por isso inclusive. O errado é criticar tudo, mesmo coisas benéficas so pra ser do contra. Conseguem encontrar pelo em ovo em redução de imposto, aí já é demais.
Porto Velho
Se os preços se mantiverem, aumenta o interesse da indústria em investir no mercado brasileiro. Com isso aumenta-se o nível de investimento e os empregos no setor. Nós ganhamos de qualquer forma.Adoraria que essa medida fizesse a Nintendo considerar voltar oficialmente ao nosso mercado.
Porto Velho
Fazem um cálculo muito simplista, como se o nível de investimento, de aumento de empregos ou de vendas se mantém o mesmo com a redução de impostos.
Porto Velho
Todos os que citou têm taxas baixas ou é isento (livros).Mas se informar pra que né?
Frederico Martins
Nossa, deve ser muito importante mesmo, em detrimento a outros setores. 😂🤑
daymon81
Reduziu 4%
daymon81
IgN... Meu amigo aquele site é parcial, procurei ver o review de tomb raider 2013, versões Xbox e PS, não vou dizer a melhor versão, mas resumindo o que era bom em um console ficou ruim no outro console. Fala sério cara.
daymon81
Olha os sites da globo, todos citam, que o governo vai perder arrecadação e infatizam isso, mas cada um é cada um, o pior cego é o que enxerga mas recusa esse dom.
Nicthor
Mesmo que o consumidor não note, com certeza a indústria irá notar e provavelmente vai ficar mais fácil de trazer novos produtos e gerar mais empregos. Não podemos esquecer que as áreas que envolvem tecnologia serão as profissões do futuro, logo mais não existirá a maior parte das profissões braçais.
Nicthor
Vc está com um raciocínio muito errado, essas áreas que vc citou acima não são concorrentes por tanto são independentes e podem ter seus impostos reduzidos também. E reduzindo os impostos de qualquer área que seja será positivo pois incentiva o crescimento da indústria e irá gerar mais empregos, ainda mais de uma indústria que promete ser uma das principais do século 21. Essa medida é um investimento no futuro, tornando o Brasil mais competitivo nesse setor que já é maior que rádio, TV e cinema.
Frederico Martins
Não entendi essa fixação pelos jogos/consoles. Deve ser pra dizer que consegui baixar alguma coisa. 😂😂😂😂
D' Carvalho
mimimi
hamster
Caraca quanto ódio
zephyr1an
diferença vai ser apropriada nos lucros, claro
D' Carvalho
Opções para redução de impostos:( ) Alimentos;( ) Remédios;( ) Livros;( ) Energias renováveis;( ) Espetáculos, teatros e cultura nacional;( x ) Video-games, pq temos uma base de pirralhos que fazem arminha com a mão que gozariam com a medida.
Hemerson Silva
A diferença é minima e o consumidor nem irá notar essa redução.
SR 71 Pássaro Preto
Só espero que seja uma redução significativa e não um gato por lebre.
SmokingSnake
A redução é significativa sim, o problema é que os impostos sobre videogame são MUITO altos então ainda teria que reduzir um bocado mais para ficar justo.
SmokingSnake
Se você reclama de SP é porque não faz ideia de como está os outros estados haha. Para ter noção SP tem a capital menos violenta do Brasil, até o Rio grande do sul que costumava ser bom quebrou e a violência aumentou depois que o PT governou lá.
SmokingSnake
40% ainda é muito se for comparar com outros países, e o pior é que ainda tem outros impostos como ICMS para somar aí. Para ver como é a farra dos impostos nesse país, tudo isso de impostos somente para sustentar privilégios do funcionalismo público gigante já que nada funciona no país.
Caleb Enyawbruce
Claro!
Caleb Enyawbruce
Acho engraçado que a mídia em geral adora destacar o que o governo deixará de ganhar (parece que o TB segue a linha editorial da Globo às vezes), sem levar em conta o aumento na arrecadação por causa do aumento nas vendas que a queda de preços naturalmente acarretará. Visão limitada.
Gaba
https://uploads.disquscdn.c...
Marcos Soares Santos
droga, os filhos dele são tão igualmente babacas que eu confundi. faço aqui minha retificação.
Thiago Mobilon
Ops! Falha no erro. Hahaha20%
Thiago Moraes
Carlos Bolsonaro é diferente de Eduardo Bolsonaro talkei
Marcos Soares Santos
https://g1.globo.com/politi... já tá meio caminho andado. vai passar por sabatina no senado, assim como ja perguntaram ou devem perguntar para o governo americano se aceitam ele. tudo isso em detrimento de um diplomata de carreira do itamaraty mil vezes mais qualificado que o 03
Daniel R. Pinheiro
Essa galera é mente fechada de mais. Eu nem sei porque eu ainda insisto em tentar trocar ideias com pessoas desse tipo. Tem até alguns (poucos, conta-se nos dedos) que até criticam o governo mas reconhecem coisas boas. Com os demais, acho que o melhor que eu tenho que fazer é bloqueá-los e poupar-me de ver tanto hater gratuito. Não se aproveita nada que venha desses caras...
Cortana ✔
Isso é irrisório, populismo barato, só serve como propaganda de governo.
hamster
Eles são Patrocinados por políticos de esquerda, inclusive falam isso na home.
Wagner Albuquerque Filho
Mano, é doença mesmo. Só com tratamento serio e acompanhando por profissionais que poderia vim a cura, mas eles não querem. Ai fica complicado.
Thiago Moraes
Sabe nem quem é o indicado
Love
Esse governo já foi protecionista com o leite nacional, LEITE.
Love
Não baixo muita coisa, mas já é um começo.Mas é triste ver um pessoal encontrando críticas em uma coisa dessas, e o pior... Sem aceitar ou falar abertamente que é uma coisa boa, como se estivesem concordando com um Hitler supremo que mata pessoas todos os dias.
Porto Velho
Nao adianta cara, nem discuto. Essa galera é a que fica falando que a reforma trabalhista não criou emprego nenhum enquanto os números batem recorde atrás de recorde. Ou que privatizacao das teles piorou o serviço baseando-se em número de reclamacões, sendo que existe so de celular mais linhas que gente no país, sendo completamente natural ter alto número de problemas.
Fabrício Roque
Pff
Junior Sousa
De nada adianta baixar IPI se o imposto sobre importação continua nas alturas. O Brasil ainda é muito protecionista quanto à tecnologia, e a Zona Franca de Manaus, que poderia ser a melhor saída, anda capenga na questão de benefícios. É preciso agir em toda a cadeira produtiva.
Jefferson Rodrigues
Exatamente! Ele faz e fala algumas merdas, mas também faz coisas boas. Já tá planejando a privatização dos Correios. Kkkk
Jefferson Rodrigues
Ainda tem aquela PEC, que promete ZERAR os impostos nesse setor e ela está bem adiantada para ser aprovada.
Victor Hugo Nogueira de Morais
Cara, para de passar vergonha online e olhe as coisas como elas são.Reforma da previdência só está capenga pq se ele n fizesse isso, n passaria pela câmara, pacote anti-crime idem, acordo com UE é bom sim, a liberação dos agrotóxicos pode ferrar, mas o acordo saiu, então é uma coisa boa sim, Brasil e EUA estão se falando mais, para nós é ótimo. Privatização é bom SIM! Concessão é melhor ainda. Com isso, a nossa economia tem uma projeção melhor SIM!Independente de vc ser contra o governo, olhe as coisas boas que ele esta fazendo!
Jefferson Rodrigues
Fui bloqueado por este site e não posso mais fazer comentários, pois, acredito eu, que isso aconteceu por eu ter criticado, educadamente, uma matéria sobre a reforma trabalhista copiada e editada a gosto deste site. Eles copiaram a matéria (feita por um grande jornal) e editaram as partes sobre as opiniões dos especialistas no assunto. Com certeza, os administradores desse site ganham uma grana de algum partido de esquerda (PT e seus afins).
Cristiano
Igor, o governo passado financiou ditaduras em diversos países, lugar onde as pessoas passam fome, e o governo te impede de plantar pra ter o que comer. Só essa mudança pra mim já é motivo suficiente.
Marcos Soares Santos
vc ta ligado que, com uma piada ce ta fomentando um raciocinio muito burro sobre as criticas ao governo né? tem um mar de pessoas criticando a nomeação do carlos bolsonaro como embaixador e eles lá tão achando que tão indo no caminho certo.
Jefferson Rodrigues
Acredito que isso baixará alguns reais, mas eh melhor que nada.
Jhonatan Paiva
Sou contra o Bolsonaro, por isso quero 100% de IPI nos consoles e jogos!
Jhonatan Paiva
Brasil 247
Marcos Soares Santos
cara, eu sou critico demais ao governo e vejo algumas coisas boas acontecendo.sobre o acordo Mercosul - UE, eu vou adorar ver a França e a Alemanha apertando o calo do Brasil pra banir os mesmos agrotóxicos que eles e definir metas de redução de desmatamento. Tá mais que na hora do presidente se ligar que a campanha acabou há mais de 8 meses.
Julio Cesar
Demagogia não, o modelo econômico do governo é liberal e sempre houve uma defesa da bandeira de reduzir impostos. A questão de prioridade, pior ainda, isso não esta passando a frente de nada. E que não vai reduzir preços, sempre reduz quando há concorrência (que eu acho que é o caso).
Marcos Soares Santos
a pessoa tem que ser mt burra pra defender o imposto.a curto prazo não é grandes coisas, isso tem que se tornar uma política continua de reduzir o imposto dos bens de consumo. o mercado cinza no brasil bomba desde sempre por causa dos preços abusivos. a proxima geração tá chegando e com certeza vai vir uma paulada
Julio Cesar
Por isso que coloquei entre aspas. Porque esse povo adora se achar o "jornalista".
Marcos Soares Santos
porque? deram o ponto de vista deles a partir de uma ótica de que tem outras coisas mais importantes. nao da pra se dizer que é certo ou errado
Marcos Soares Santos
Mano, jornalista pra mim é tipo quem ta na IGN, Gamespot ou que tenha pelo menos passado por um site de renome. O resto é resto, palpiteiros.
Comentário Mil Grau℗
Msm que isso seja pouco (a redução de impostos) olhando numa perspectiva macro, ainda sim é melhor do que temos agora e um ponta pé inicial para algo que realmente estraga pra quem gosta de jogos.As pessoas precisam entender que, com a redução acontecendo e podendo se reduza mto mais no futuro, e com essa "perda" de imposto que o governo supostamente teria, mais pessoas estariam gastando em jogos e em produtos eletrônicos, fazendo com que a economia se movimente e, pasmem, o governo arrecade mais com essa iniciativa. Eu vejo-a com bons olhos, msm sendo pouco é um começo e precisamos parabenizar por estar acontecendo, PRINCIPALMENTE pra quem joga em console e pega entre 250~300 reais num jogo!Agora é de ficar pistola vendo nego criticando a medida e DEFENDENDO a permanência do imposto! Isso deixa qualquer um que tenha alguma inteligência puto da vida!
Comentário Mil Grau℗
Desliga o Cine Band Privê ai que ela roda.
Julio Cesar
Tão
Comentário Mil Grau℗
Dória é um loserzão da vida, o legítimo cara do centrão que não admite ser de centro, mas todo mundo sabe que é. Só foi eleito governador pq no segundo turno tinha um ainda pior do PSB.
Julio Cesar
Você claramente vive em outra realidade.
Comentário Mil Grau℗
SP ainda está "de boas" com ICMS, isso que vc ainda não viu quem mora em MG e na parte norte do Brasil. Lá o ICMS estrala sem dó!
Igor Maia
e tão errados?
Comentário Mil Grau℗
Não tem como reduzir drasticamente agora sem as reformas governamentais não entrando em vigor. É melhor começar msm que seja pouco do que ver uma maior nunca acontecendo. O ponta pé sendo iniciado já é o começo!
Andre Kittler
Queria comentar algo, mas editei. Todos os comentários são sobre o governo (ponto 1), que ele é O cara ou O bosta (ponto 2) e o que importa na matéria (ponto 3...). Droga de internet, vocês estão estragando ela.
Exibir mais comentários