Início » Carro » Uber admite que contribui para piorar o trânsito nas cidades

Uber admite que contribui para piorar o trânsito nas cidades

Em São Francisco, Uber e Lyft são responsáveis por 12,8% da distância percorrida por veículos

Victor Hugo Silva Por

Alguns estudos já apontaram que aplicativos de transporte como a Uber ajudam a piorar o trânsito nas cidades. Agora, pela primeira vez, uma pesquisa usou dados da empresa e da Lyft para indicar que elas são responsáveis por até 12,8% da distância percorrida por carros em seis cidades americanas.

Aplicativo Uber - motorista

O levantamento aponta que Uber e Lyft são responsáveis por entre 1% e 3% da distância percorrida por carros nas regiões metropolitanas analisadas. No entanto, a parcela sobe ao considerar apenas números relativos às cidades principais.

Em São Francisco, por exemplo, as empresas respondem por 12,8% da distância percorrida de carro. Já em Boston, a parcela é de 7,7%. Em Washington D.C., fica em 6,9%. A participação dos aplicativos é menor em Chicago (3,3%), Los Angeles (2,6%) e Seattle (1,9%).

Realizado pela consultoria em transporte Fehr & Peers e disponível neste link, o estudo foi contratado por Uber e Lyft. Os números consideram a relação entre número de veículos e a distância percorrida por eles em setembro de 2018.

A pesquisa também indica que em mais de um terço da distância percorrida motoristas de Uber e Lyft circulam sozinhos. Os carros são efetivamente usados entre 54% a 62% do trajeto. No restante do percurso, os motoristas estão se dirigindo a um passageiro ou rodando até receberem uma corrida.

O head de políticas globais para transporte público do Uber, Chris Pangilinan, afirma que , embora os aplicativos de transporte "provavelmente contribuam para o aumento do congestionamento, sua escala é menor que a dos carros particulares e do tráfego comercial".

O levantamento é mais um a apontar para as mudanças que apps de transporte causam no trânsito de grandes cidades. Em julho de 2018, uma pesquisa do analista de transporte Bruce Schaller indicou que Uber e Lyft substituíam veículos pessoais em apenas 20% das corridas.

Para piorar, 60% das viagens poderiam usar com transporte público, bicicleta, a pé ou nem chegariam a ser feitas não fosse a facilidade dos serviços. Schaller estima que as plataformas adicionam anualmente nove bilhões de quilômetros rodados em nove cidades dos Estados Unidos.

Com informações: Mashable, The Verge.

Mais sobre: ,