Início » Celular » Como carregar o celular mais rápido?

Como carregar o celular mais rápido?

Confira algumas dicas de como acelerar o processo e carregar o celular mais rápido

Por
13/08/2019 às 13h54

Quase todo mundo já passou pela experiência de ficar sem bateria em um momento que precisava dela. Se você sabe que precisará sair de casa e não pode contar com baterias externas, já é melhor se prevenir e dar aquela abastecida. Veja como carregar o celular mais rápido.

Huawei P30 Pro carregando rápido

Como carregar o celular mais rápido

Não existe milagre para fazer o celular carregar mais rápido. Porém, existem algumas medidas que podem ajudar no processo de carregamento, mesmo que o celular não suporte a tecnologia de carregamento rápido.

1. Desligue o celular

Se usar o celular enquanto ele carrega não é uma das suas prioridades, desligue o aparelho e deixe-o em paz por alguns minutos.

Se o celular não têm ou não suporta um plugue de tomada para carregamento rápido, desligar o celular enquanto ele carrega definitivamente é a melhor medida para acelerar o processo, ou melhor, não desacelerar o carregamento por conta do uso e atividades em segundo plano.

2. Ative o modo avião

Pela mesma lógica do item anterior, usar o celular enquanto ele carrega desacelera o carregamento, principalmente se você está usando redes móveis (3G/4G) ao invés do Wi-Fi.

Mesmo que não esteja usando, pode ser que atividades em segundo plano aproveitem esse tempo “ocioso” para baixar novas atualizações de aplicativos, receber notificações ou fazer backup dos dados em nuvem.

3. Use um cabo de qualidade (prefira o original)

Cabos podem influenciar no carregamento rápido do celular

É meio difícil impedir o desgaste de um componente que corre para todos os lados — da bolsa para a mesa, da mesa para a bolsa, para o chão e assim vai —, mas é bom ter cuidado com ele.

Normalmente os cabos originais (aqueles que vêm na caixa do celular) são produzidos para funcionar melhor com aquele dispositivo que ele acompanha, assim como o carregador de parede.

Pode ser que você tenha diversos cabos espalhados pela casa e ao compará-los, vai perceber que são diferentes em flexibilidade e espessura. Alguns dispositivos não exigem tanto quanto outros, esse é um dos motivos da diferença.

Exemplo: ao tentar conectar meu Kindle ao computador para transferir arquivos com o cabo original do fone de ouvido (já que ele tem a mesma entrada e estava por perto), o e-reader nem sequer foi reconhecido no computador. Troquei o cabo e funcionou normalmente.

4. Carregue na tomada

Pode ser uma dica sem sentido. Mas já vi muita gente carregamento o celular na entrada USB do computador.

Acontece que essa entrada libera menos energia que um plugue de tomada, com isso, o carregamento tende a ser mais lento.

Mas é preciso prestar atenção às especificações de cada carregador para não danificar o aparelho, se usar um carregador mais potente em um celular que não esteja preparado para ele, ao invés de carregar mais rápido, pode é “fritar” os componentes.

São duas indicações de saída de energia para ficar de olho:

  • Tensão: medida em volts (V);
  • Corrente: medida em amperes (A).

Se o carregador que pretende usar segue as especificações que o aparelho exige, então é seguro. Normalmente elas são encontradas na traseira do dispositivo, na caixa ou mesmo no carregador original.

5. Evite o carregamento sem fio

carregamento sem fio

Por mais moderno que seja e cada vez mais presente nos aparelhos do mercado, o carregamento sem fio é mais um cômodo, um conforto que um “salva-vidas”.

Esse tipo de carregamento é feito pelas chamadas “bobinas de indução”, gerando um campo magnético e uma corrente elétrica para abastecer a bateria do celular.

Contudo, a tecnologia tende a ser mais lenta que o cabo e exige que o celular esteja alinhado e próximo da base.

Saiba mais:

6. Não abra mão do carregamento rápido

Agora, se você tem um celular que já disponibiliza um plugue de tomada para carregamento rápido. Essa é a primeira opção que deve considerar, sem nem questionar.

Só tome cuidado para não esquecer o celular em superfícies que contribuem para o superaquecimento, como em cima da cama.

Por trabalhar com potências maiores que dos carregadores convencionais, é normal o celular ficar mais quente, mas fique tranquilo, ele já está preparado para isso.

Mais sobre: , ,