Início » Jogos » 3 truques com a Ana em Overwatch

3 truques com a Ana em Overwatch

Veja algumas dicas para mandar bem com a suporte e sniper Ana em Overwatch

Por
13/08/2019 às 16h38

Overwatch te dá a oportunidade de controlar heróis com vários estilos de combate diferentes. Neste multiplayer da Blizzard, você pode ser mais ofensivo usando um tanker ou mais tático, por exemplo, jogando de suporte. Se este último faz mais o seu tipo de gameplay, veja algumas dicas com a sniper Ana em Overwatch.

ana-overwatch

1. Perfil da personagem

Ana é uma personagem de suporte e, como todos os heróis dessa categoria, é sempre um tanto complicado definir ao certo seu melhor posicionamento. Se ela vai atuar como healer principal ou secundária dependerá muito da composição da sua equipe.

Normalmente, Ana consegue gerar a maior parte da cura no time. No entanto, suas principais habilidades (e pontos fortes) são mesmo suas técnicas Biotic Grenade, Sleep Dart e Nano Boost.

2. Vantagens e desvantagens da Ana

Pontos Fortes

Sim, Ana em Overwatch tem um rifle sniper. Mas lembre-se que você é um healer e não um combatente ofensivo. Por mais que seja tentador mirar nos inimigos e tentar abatê-los, esta heroína não tem o potencial de “one hit kill” da Windowmaker, por exemplo. Por isso, é melhor focar (na maior parte do tempo) no que ela sabe fazer melhor: cura à distância e atrapalhar a vida dos adversários, de longe também.

A habilidade Nano Boost é a principal vantagem desta combatente. Principalmente por levar pouco tempo para recarregar, o que é ótimo se você acidentalmente desperdiçar a skill. Vale combinar o Nano Boost com a habilidade suprema de outros heróis no seu time também, para ataques mais devastadores.

Não se esqueça de fazer bom uso do Sleep Dart (Dardo de Sono) da personagem. Esta habilidade, quando devidamente acertada no alvo, tem a capacidade de anular completamente a habilidade suprema de um inimigo, abrindo a oportunidade para contra-ataques poderosos e inesperados (pelos adversários).

ana-overwatch

Pontos Fracos

Novamente, Ana em Overwatch não é uma personagem DPS. Ela não causa muito dano e tentar usá-la somente para este propósito, talvez seja o maior erro a cometer jogando com ela. A heroína não tem a mesma mobilidade que Widowmaker, por exemplo, outra personagem que usa uma sniper como arma principal.

Ela também não tem nenhum truque especial para escapar e sair de situações difíceis. Sim, Ana tem os dardos de sono, mas pode ser um tanto difícil mirar com uma sniper quando se está no meio de um tiroteio ou quando é emboscado.

A regra de ouro, nesse caso, é: fique distante o suficiente para se proteger de contra-ataques, mas perto o suficiente para ter seus aliados na mira da cura, e os inimigos na mira dos dardos de sono.

3. Quando escolher Ana

Como ela tem uma enorme capacidade de cura e, ao mesmo tempo, consegue cancelar várias habilidades supremas dos inimigos, talvez a única situação em que Ana não seja uma boa escolha é caso você já tenha um healer principal, como Mercy ou Moira.

Como dito no início, depende muito da formação da sua equipe. Digamos que você também tenha um ou dois personagens do seu time jogando mais afastado, flanqueadores – por exemplo. Daí vale ter Ana como aliada para curá-los à distância, se necessário. A heroína é uma healer bem versátil e será um grande reforço, se for controlada de forma tática.

Mais dicas para Overwatch