Início » Celular » Huawei demonstra painel LCD com leitor de digitais sob a tela

Huawei demonstra painel LCD com leitor de digitais sob a tela

Fortsense, BOE e AU Optronics preparam tela LCD com leitor de digitais embutido; fabricantes costumam usar display OLED

Felipe Ventura Por

A Huawei apresentou diversas novidades em sua Developer Conference, incluindo o sistema operacional HarmonyOS e uma TV com câmera retrátil; ela também demonstrou uma tela LCD com leitor de digitais embutido. Normalmente, essa tecnologia para celulares requer um painel OLED para funcionar.

Huawei P30 Pro

Huawei P30 Pro, com leitor de digitais sob a tela OLED

O protótipo deu as caras na Huawei Developer Conference (HDC 19) na China. Trata-se de um celular com bordas finas e sem notch: o usuário coloca o dedo na parte inferior da tela LCD, e o aparelho é desbloqueado em menos de 1 segundo.

Telas LCD têm dificuldade com leitor de digitais embutido

Diversos celulares agora incorporam o leitor de digitais sob a tela, incluindo modelos top de linha como o Xiaomi Mi 9 e aparelhos intermediários como o Samsung Galaxy A50. Todos eles têm algo em comum: o painel OLED.

Na maioria dos casos, o leitor de digitais sob a tela possui um sensor de imagem e uma fonte própria de iluminação: com isso, ele tira uma “foto” da ponta do seu dedo e analisa as linhas da sua digital. O painel OLED é ideal para isso, porque ele é parcialmente transparente e deixa a luz passar entre os diodos. Além disso, ele é bem mais fino que um display LCD.

No entanto, dispositivos mais baratos costumam usar telas LCD. Para que um leitor óptico de digitais seja embutido nesse tipo de painel, é necessário fazer algumas adaptações. Por exemplo, a chinesa Fortsense coloca uma membrana entre as camadas do display, capaz de escanear o dedo em 160 posições diferentes.

A BOE Display Technology anunciou que desenvolveu um leitor óptico de digitais para telas LCD, e que planeja fabricar o display em massa até o final do ano. Por sua vez, a taiwanesa AU Optronics revelou uma tela com sensor óptico e painel LTPS: ela tem 6 polegadas, resolução Full-HD+ (2304×1080) e densidade de 403 ppi.

É um sinal de que celulares mais acessíveis, com tela LCD, devem ganhar leitores embutidos no display a partir do ano que vem. A Huawei poderia usá-lo em modelos intermediários no futuro; afinal, ela já demonstra interesse pela tecnologia.

Com informações: Sina, Gizmochina.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

André G

Acho que vai demorar um pouco mais, mas em 2022 deverá ser bem raro ver aparelhos sendo lançados com leitor de digitais fora da tela.

Valdemar L S Jr

Notícia excelente!!! Eu ja tava ligado que a BOE já tinha anunciado antes, mas ter mais empresas interessadas na implementação do In Display FP nos painéis LCD, é muito bem vindo. Apesar de reconhecer a superioridade do AMOLED, sou um dos que preferem LCD (como o do Razer Phone 2, LG G7, Asus Zenfone 6, Iphone XR etc e demais que cobre 100% do color gamut) para consumo de conteúdo em cores reais...

Jairo ☠️

Talvez já seja uma tendência para os gadgets de entrada no 2o semestre de 2020

Cameron Poe

acho que vai vingar mais na segunda/terceira geração de aparelhos de baixo custo assim (vejo num galaxy a50 aqui e demora horrores as vezes)