Início » Internet » Spotify vai testar aumento de preços em alguns países

Spotify vai testar aumento de preços em alguns países

O Brasil não está entre eles; teste deve ajudar Spotify a definir um limite aceitável de reajuste

Emerson Alecrim Por

Não há motivo para alarde, mas é bom estar ciente: talvez o valor da assinatura do Spotify aumente em um futuro próximo. Pelo menos é o que sugere um teste que a companhia está prestes a iniciar nos países da Escandinávia. Nesses mercados, a assinatura deve aumentar algo em torno de 13% para que a companhia possa avaliar a aceitação do reajuste.

Spotify - escritório

É o que informa a Bloomberg. A reportagem dá a entender que os resultados desse teste poderão indicar ao Spotify até que ponto a companhia consegue aplicar reajuste de mensalidade em escala global sem que essa decisão leve a uma debandada expressiva de usuários.

Razões para um aumento de preços a companhia tem de sobra. Apesar de ser líder do setor — o serviço fechou o primeiro semestre de 2019 com 108 milhões de assinantes pagantes no mundo todo —, o Spotify ainda se esforça para ser rentável.

Além disso, faz algum tempo que a companhia não aplica reajustes. O valor do plano individual, por exemplo, é de R$ 16,90 por mês no Brasil desde novembro de 2016, enquanto a opção familiar custa R$ 26,90 desde a mesma época.

Os serviços de streaming de áudio têm uma realidade bem diferente da que enfrentam as plataformas de vídeo. A Netflix, por exemplo, reajustou os seus planos pelo menos duas vezes desde 2016.

Spotify Lite

Mas os aumentos foram possíveis porque houve margem para isso: questionamentos sobre qualidade à parte, a Netflix mantém um acervo crescente de conteúdo exclusivo que ajuda a atrair ou manter assinantes, mesmo com aumento de preços.

Nos serviços de streaming de música, os acervos não diferem muito um do outro, portanto, reajustes precisam ser bem planejados para evitar que assinantes simplesmente optem por migrar para uma plataforma que cobra menos.

Mas que fique claro: o reajuste de preços é um teste que se limita a poucos mercados e que pode não ser permanente. Pelo menos por ora, os preços dos planos continuam como estão na maioria dos mercados em que o Spotify atua, incluindo o Brasil.

Mais sobre:

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Máxon
Em software acho o Spotify imbatível, mas em qualidade de áudio é o piorzinho
Mike Cross
Olha, eu nunca vi exclusividade de mídia com bons olhos e considero ela como principal fator para vivermos esse fenômeno de "balconização". Isso acontece muito em videogames e agora acontece muito em streamings de vídeo.Num mundo ideal que eu visualizo, o conteúdo permaneceria intocável e o fator de escolha entre plataformas se residiriam em preços ou funcionalidades, nada mais.
Mike Cross
Acho que ele quis dizer que, ao contrário dos streamings de vídeo que se apoiam no próprio conteúdo para se diversificarem das concorrentes, os streamings de áudio se apoiam em funcionalidades. Por exemplo, o atrativo do Spotify é justamente seus recursos sociais, enquanto que o Google Play Music se apoia em um gerenciamento de biblioteca mais refinado, permitindo a adição de músicas pessoais mais facilmente. Aí a escolha vai a gosto do freguês.
Rafael™
Acho que irão para o Deezer Free antes disso.
DDR31600Mhz
O Deezer tem conteúdo exclusivo, além de podcast, eles tem programas como o Faixa a Faixa, onde o artista comenta um disco inteiro dizendo as influencias de cada música
brunocabral
De fato a concorrência é o complicador. Eu uso o Google Play Music e não tenho planos de migrar.
brunocabral
Estou contente com o Google Play Music
Gragas
qualidade melhor,no quesito software ou na qualidade de música,como maior bitrate e coisas do tipo? pessoalmente só vejo o apple music batendo de frente com todas as funcionalidades do spotify.
Que tal focarem em áudio HD, bugs do aplicativo e tal? Essa semana ainda tiraram o widget do Android. Fiquei puto.
Dois
Máxon
Acho que seria loucura aumentar aqui, com concorrentes com preços iguais ou muitos parecidos e uma qualidade melhor
Anderson Antonio Santos Costa
Oferecer um plano mais caro de modo similar ao Tidal com uma maior qualidade no áudio seria ótimo para fãs de música.Acho que os serviços de streaming de música bem que poderiam batalhar pelos direitos de streaming de shows ao vivo para remunerar melhor os artistas ou ainda fornecê-los on-demand. Mas seria caro para estes serviços e essa seria uma ótima justificativa para o aumento no valor das mensalidades.
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Eles estão investindo em postcasts exlusivos.
Anderson Antonio Santos Costa
Uso o Spotify Free. O ruim seria se acabassem com o Spotify Free. Vai aumentar o número de ripagem de músicas do YouTube se isso acontecer.
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Duvido, muita concorrência pelo menos aqui no Brasil, eles podem aumentar a margem com plano sem compressão das musicas, que muitos áudiotrouxas vão assinar.
Anderson Antonio Santos Costa
O Spotify bem que poderia se esforçar para ter conteúdo exclusivo, uma vez que os serviços de streaming de música possuem um catálogo similar um do outro. Ou dar maiores benefícios aos usuários do Spotify Premium. Fora isso, não vejo motivo para aumentos de preços no Spotify Premium.
Paulo Manso
Se aumentar eu cancelo e passo a usar Deezer pela TIM já que é de graça mesmo....
raphaela1
Ainda bem que tem o Deezer na TIM