Início » Telecomunicações » Anatel nega intervenção na Oi após mau desempenho financeiro

Anatel nega intervenção na Oi após mau desempenho financeiro

Estadão afirma que Oi corre "risco iminente" de intervenção da Anatel; presidente da agência nega e quer "solução de mercado"

Lucas Braga Por

Uma matéria publicada pelo Estado de S. Paulo afirma que a situação da Oi preocupa autoridades do governo federal: o jornal aponta o receio de que regiões do país fiquem sem o serviço de telefonia fixa prestados pela companhia no próximo ano, e diz que a Anatel seria obrigada a intervir na operadora. A agência nega cogitar isso, pois prefere uma "solução de mercado".

Foto por Barbara Eckstein/Flickr

Caso uma intervenção fosse feita, uma das alternativas seria retirar a concessão da Oi do serviço de telefonia fixa. A operadora é concessionária desse serviço em todos os estados do Brasil, com exceção de São Paulo, onde a detentora é a Telefônica/Vivo.

O presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, explica em nota à imprensa que "não se atestam as informações veiculadas hoje (...) concernentes à possibilidade iminente de decretação ou de aplicação de caducidade às concessões de telefonia fixa do Grupo Oi S/A".

Euler ainda afirma que a Anatel acompanha a situação da Oi de forma permanente desde 2014, e que "uma solução de mercado definitiva é o cenário preferencial para a evolução positiva" da operadora. Quaisquer soluções de outra natureza seriam excepcionais para garantir a posição mais segura e favorável ao interesse público.

Oi enfrenta crise em meio à recuperação judicial

A Oi não tem boa saúde financeira há um bom tempo, e entrou com pedido de recuperação judicial em 2016. A operadora somava dívidas ultrapassando a casa de R$ 65 bilhões, sendo na época o maior processo de recuperação já feito - em 2019, o grupo Odebrecht formalizou na Justiça um pedido com dívidas de R$ 80 bilhões.

No seu plano estratégico mais recente para os próximos três anos, a operadora anunciou uma concentração maior de esforços para expandir sua rede fixa, com uma ousada meta de cobrir 16 milhões de domicílios com fibra óptica. A tecnologia FTTH deve substituir a atual rede de cobre, que atende mais de 7 milhões de clientes.

A Oi fechou o segundo trimestre de 2019 com prejuízo de R$ 1,55 bilhão, queda nas receitas e dívida de R$ 12,5 bilhões, aumento de mais de 25% se comparado ao ano anterior.

Com informações: Anatel.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Thiago Moraes

A corrupção destrói tudo.

Fabio Santos

A Oi sempre foi a querida pelo governo para desvios e maracutaia, fico impressionado o tamanho da desordem numa instituição como está.
Está pagando teu preço dar previlégio para alguns como instalar antenas pra corrupto num sítio no meio do nada, e deixa o cliente na mão.

A justiça não falha.

SmokingSnake

Que a oi beneficiou a empresa falida do lulinha (gamecorp) com milhões $$ é FATO. Entre várias outras coisas como a oi ter colocado uma torre não oficial apenas para atender o sítio de atibaia.

Vitor Hugo

ele tá te zoando, besta. para de cair em fake news.

SmokingSnake

É, tem vários casos de corrupção, como a oi colocando milhões de reais na empresa do lulinha, e que nunca deram em nada.

SmokingSnake

Se você não sabe em 2017 liberaram para os pequenos provedores poderem atuar sem ter licença : )

wallace bad

Incorporar não venda para alguma que não está no mercado maior concentração não

wallace bad

Quem comprar esse moribundo vai ter que gastar bilhões na infraestrutura e torcer para os clientes não correr antes de chegar a fibra eu por exemplo estou a 1 semana sem internet e só tenho disponibilidade de um suposto provedor local acho que vou fugir

Jônathas Arruda

então, os péssimos resultados financeiros da oi e o crescimento de provedores locais só ocorreram de dois anos pra cá, graças à queda do pt? rs

Geraldo Lopes

Oi pertence ao Lulinha, assim como Friboi e a Ravan, então tem que falir mesmo. Informação verdadeira e conferida por muitos contatos, repassada pelos grupos de zap e face.

SmokingSnake

Oi era super protegida pelo governo vermelho por isso nunca se preocuparam em se atualizar e deixaram os clientes eternamente no ADSL, foi só esse governo cair e abrirem mercado para os pequenos provedores que a oi faliu hehe.

Quando sai da oi lerdox, que entregava sempre um bocado abaixo do contratado, caia quando chovia e quando ventava mais forte e a conta ainda era cara, para a Live Tim foi como sair do inferno e ir para o céu.

O que é lamentável. Se não me falha a memoria ela conseguiu que essa divida seja revertida para investimento. Agora eu duvido que ela consiga investir isso. Pra mim acaba sendo um nome diferente para calote.

Jefferson Rodrigues

Esse valor ficou no passado por conta da recuperação judicial.

johndoe1981

Melhor deixar a BOi falir e abrir o mercado, reduzir a burocracia e a carga tributária pra fomentar a concorrência.

Alexandre Roberto

Se nao houvesse tamanha barreira a entrada de novos players, alguem ja a teria comprado ha tempos e a mesma ofereceria hj um servico bem melhor....
mas nao....tem que proteger os consumidores do perigo que e ter n opcoes diversas

Exibir mais comentários