Início » Negócios » Disney+ será lançado com suporte a Chromecast, Apple TV, PS4 e Xbox One

Disney+ será lançado com suporte a Chromecast, Apple TV, PS4 e Xbox One

Concorrente da Netflix também terá aplicativos para iPhone, iPad e Android; Disney+ será lançado em 12 de novembro

Felipe Ventura Por

O Disney+ será lançado em 12 de novembro nos EUA, Canadá e Holanda com séries originais, todas as temporadas dos Simpsons e todo o catálogo de filmes da Disney. Era de se esperar que o serviço de streaming estaria disponível em vários dispositivos, e agora temos confirmação oficial: o concorrente da Netflix será compatível com iOS, Android, Chromecast, Apple TV, Playstation 4, Xbox One, navegadores desktop, entre outros.

Os aplicativos do Disney+ contarão com seções dedicadas para cada uma das principais marcas da Disney: Marvel, Star Wars, Pixar e National Geographic, além da própria Disney. Eles terão suporte a downloads para assistir offline, e contarão com alguns conteúdos em 4K HDR.

No lançamento, o Disney+ será compatível com as seguintes plataformas:

  • Android, Android TV, Google Chromecast
  • iPhone (iOS), iPad (iPadOS), Apple TV (tvOS)
  • navegadores web para desktop
  • Sony Playstation 4 e PS4 Pro
  • Microsoft Xbox One, One S, One X, One S All-Digital Edition
  • Roku e Roku TV

Dispositivos da Amazon estão ausente da lista, mas isso deve ser temporário: outros serviços de streaming da Disney — como o Hulu e o ESPN+ — funcionam normalmente no Fire TV e em tablets Kindle Fire. (Eles também são compatíveis com smart TVs da Samsung e LG.)

Usuários de dispositivos da Apple poderão assinar o Disney+ como uma compra in-app. A Netflix deixou de oferecer essa possibilidade no final de 2018, pois isso obriga a empresa a pagar uma porcentagem à App Store; são 30% no primeiro ano e 15% nos anos seguintes.

Disney+

Disney+ chega em novembro aos EUA, Canadá e Austrália

Nos EUA, o Disney+ será lançado por US$ 6,99 ao mês ou em um pacote de US$ 12,99 mensais incluindo também o Hulu e o ESPN+; este é exatamente o mesmo preço do plano padrão da Netflix.

Também em 12 de novembro, o Disney+ estará disponível no Canadá por C$ 8,99 ao mês (ou C$ 89,99 ao ano); e na Holanda por € 6,99 ao mês (ou € 69,99 ao ano). Na semana seguinte, em 19 de novembro, o serviço de streaming chega à Austrália e Nova Zelândia.

Ainda não há previsão de lançamento no Brasil, mas já existe uma página oficial do Disney+ em português; o serviço deve chegar aos "principais mercados globais nos primeiros dois anos", segundo a empresa.

Com informações: Engadget, The Verge.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

paulo yan
Tomara que desembarque logo por aqui. Ansioso!
Caleb Enyawbruce
Pois é, espero que até lá já tenha app no WebOS
Caleb Enyawbruce
Boa!
Fabio Montarroios
li em algum lugar há algum tempo q o acervo clássico estaria disponível, mas sabe-se lá como será aqui no brasil. tomara q tenha, pq eu queria pesquisar umas coisas das antigas e seria muito oportuno assistir com eles e não material catado por aí...
Frederico Martins
Única vantagem do canal será o acervo, então se não puderem os clássicos, já começa ruim.Penso que quando estrear por aqui já estará bem equilibrado entre novo e antigo.
Frederico Martins
Não, ainda não compensa. 😂😂😂
Frederico Martins
Seria muita burrice não rodar na maior base possível.
Gaba
também espero... se não vou ter que usar o iPad... mas pelo menos pra minha surpresa vou poder usar Disney+ já no lançamento aqui na Holanda.
Alexandre Roberto
iptv foi para o lado negro da forca, mas a ideia nao era bem essa....e so as operadoras ofereceram um pacote decente q ele gsnha forca e volta para a luz
Isaquiel
Mas não vai lançar no Brasil tão cedo.
Luizx
Exatamente iptv e pior que pirataria tradicional
Caleb Enyawbruce
Por causa dos conteúdos em 4K, espero que chegue logo ao WebOS da LG.
Buldego
Pois é, eu sei. Mas essa parada de IPTV paga é gerida pelo tráfico, inclusive internacional.
Alexandre Roberto
nao querendo estimular a ilegalidade, mas em qqer lista de iptv, o national geographic ra la firme e forte, sem falhas....ate por nao ser um dos top busca e audiencia
Fabio Montarroios
se vier todo o acervo clássico vai ser interessante tb! além do national geographic, claro.
danielnbl
Cadê Nintendo Switch =( ? E LG tv
P. Herrera
Bom, isso era o óbvio a se fazer(lançar em todas as plataformas possíveis). Eu quero testar.
Igor Sousa
Pra esportes vale a pena pq não tem delay. Pro resto das coisas a real diferença é o on demand. Não precisa se programar pra ver aquela série, documentário ou filme. Vai estar disponível qdo vc quiser.
Buldego
Eu fiquei interessado por conta do National Geographic.
Luizx
Ta demorando pra lançar , to doido pra assinar logo
Andre Kittler
Lembram quando todos pirateavam tudo que era filme e seriado devido ao custo elevado da TV a cabo para ver 3 coisas que presta?
Buldego
A diferença é que não tem fidelização. Pode assinar um serviço diferente a cada mês, bem rápido e prático.
Léo Oliveira
Se juntar o preço de todas as assinaturas, tá quase compensando em voltar pra TV a cabo e ficar aproveitando os OTTs dos próprios canais e operadoras...