Início » Gadgets » O que é um cabo HDMI [e como ele funciona]?

O que é um cabo HDMI [e como ele funciona]?

Saiba tudo sobre o cabo HDMI: o que é, como funciona e quais os tipos disponíveis, que suportam resolução Full HD ou 4K

Por
21/08/2019 às 16h53

O cabo HDMI é uma conexão básica quando falamos em áudio e vídeo, mas levou muito tempo até ele chegar onde está. É uma conexão que transmite dados em alta qualidade e é compatível com qualquer TV, PC ou videogame que se preze atualmente.

PIX1861 / cabo hdmi / Pixabay

O que é HDMI?

HDMI é a sigla em inglês para High-Definition Multimedia Interface (ou Interface Multimídia de Alta Definição, em português). Uma conexão para a transmissão de áudio e vídeo de alta qualidade, superior a outros padrões como Video Componente, S-Video ou Vídeo Composto. Tem a vantagem de também transmitir som, dispensando cabos adicionais.

A conexão HDMI é simples e seu custo não é alto. Por isso, hoje o conector está presente em um grande número de dispositivos como TVs, consoles de videogame e set-top boxes, além da maioria dos laptops; é também compatível com celulares e tablets, embora precisem de adaptadores.

Como um cabo HDMI funciona?

Um cabo HDMI padrão possui um conector com 19 pinos, cada um com uma função:

Pinagem do conector HDMI / cabo hdmi

  • Pinos 1 a 9: sinal de áudio e vídeo, sendo um trio para cada um dos três canais (Data2, Data1 e Data 0, nesta ordem), divididos em positivo, terra (neutro) e negativo;
  •  Pinos 10 a 12: dados para o canal de relógio interno para sincronizar o sinal, também em positivo, terra e negativo;
  • Pino 13: sinal da função CEC, para controle de dispositivos;
  • Pino 14: sem função (1.0 a 1.3a), função HEC, de conexão Ethernet e ARC, de integração de recursos de áudio (1.4 e posteriores);
  • Pinos 15 e 16: função de DDC (Display Data Channel), para a comunicação de informações EDID (Extended Display Identification Channel), protocolo usado para identificar as capacidades de um dispositivo conectado;
  • Pino 17: terra para os pinos 13, 15 e 16;
  • Pino 18: fornece energia em baixa tensão (+5 V);
  • Pino 19: Hot Plug Detect, que monitora eventos de fornecimento ou não de energia e/ou dados. Nos cabos 1.4 e posteriores, ele também pode trazer funções HEC e ARC.

Ainda que existam vários conectores, as funções são em geral as mesmas para todos.

São eles:

Tipos de cabo HDMI

  • Tipo A: é o conector padrão, usado pela maioria dos dispositivos;
  • Tipo B: Conhecido como Dual-Link, continha o dobro de pinos e era indicado para dispositivos de alta resolução (até 3.840 x 2.400). Caiu em desuso;
  • Tipo C (mini-HDMI): Voltado para dispositivos menores, mas possui os mesmos recursos do Tipo A;
  • Tipo D (micro-HDMI): Ainda menor, também para dispositivos portáteis. Embora a pinagem seja diferente, possui os mesmo recursos dos tipos A e C;
  • Tipo E: Desenvolvido para carros, possui uma trava de segurança para evitar desconexão durante o movimento.

Quais os tipos de HDMI?

O HDMI passou por várias versões desde seu lançamento original em 2002, cada vez recebendo novos recursos. Vejamos as mais importantes:

  1. HDMI 1.0 (2002): Resolução de até 1.920 x 1.080 pixels ou 1920 × 1200 a 60 Hz, áudio de 24 bits, 192 kHz e LPCM em 8 canais;
  2. HDMI 1.1 (2004): Adicionado suporte a DVD-Audio;
  3. HDMI 1.2 (2005): Suporte a formatos One Bit Audio e DSD (Direct Stream Digital) do SuperAudio CD, conector HDMI Type-A liberado para PCs e monitores;
  4. HDMI 1.2a (2005): Especificações do CEC são introduzidas;
  5. HDMI 1.3 (2006): Resolução de até 1.920 x 1.080 a 120 Hz ou 2.560 x 1.440 pixels a 60 Hz, introdução do conector mini-HDMI;
  6. HDMI 1.4 (2009): Suporte a imagens em 4K (3.840 x 2.160 pixels), suporte a 1080p em 3D, suporte a HEC e ARC introduzidos, introdução do conector micro-HDMI;
  7. HDMI 2.0 (2013): Resolução 4K a 60 Hz e até 32 canais de áudio;
  8. HDMI 2.0a (2015): Introduziu o suporte a HDR;
  9. HDMI 2.0b (2016): Suporte a HDR10 adicionado;
  10. HDMI 2.1 (2017): Resolução 10K, 8K  a 60 Hz e 4K a 120 Hz, suporte a HDR dinâmico e alta taxa de frames.

Entre os principais recursos, vale destacar:

  • Função CEC (Consumer Electronics Control): Permite ao usuário controlar vários dispositivos com um só controle remoto, como por exemplo aumentar o volume do aparelho de som ou navegar pelos menus do videogame com o controle da TV;
  • Função ARC (Audio Return Channel): Permite distribuir o som de um aparelho para outros. Por exemplo, você pode ligar a TV, o videogame e o Home Theater via HDMI e o som do jogo sairá direto pelas caixas do conjunto;
  • Funções HEC e MHL: O HEC permite a uma TV transmitir dados de rede via conexão Ethernet, enquanto o MHL facilita a conexão de celulares para reproduzir seu conteúdo em telas maiores. Ambas estão caindo em desuso.
Mais sobre:
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.