Início » Gadgets » Fitbit Versa 2 é oficial: smartwatch traz novo visor e comandos de voz

Fitbit Versa 2 é oficial: smartwatch traz novo visor e comandos de voz

Bateria com autonomia de 5 dias e integração com o Spotify são outros destaques

Emerson Alecrim Por

Quadradão e caro, o Fitbit Ionic foi um fiasco. Felizmente, a Fitbit reagiu rápido ao lançar, no começo do ano passado, o Fitbit Versa. Esse sim deu certo, tanto que vai ganhar uma nova geração: o Fitbit Versa 2 está vindo aí.

Fitbit Versa 2

A nova versão não traz grandes mudanças de visual na comparação com o Versa de primeira geração. O relógio continua tendo formato quase quadrado, cantos arredondados e laterais curvadas, além de manter o tamanho relativamente compacto. O número de botões físicos caiu de três para um, no entanto.

Na tela, mais mudanças. Em vez do tamanho de 1,34 polegada do modelo original, o Fitbit Versa 2 traz display tátil de 1,4 polegada reforçado com Gorilla Glass 3. Já o painel é do tipo AMOLED (o modelo anterior tem LCD).

Outra mudança está no suporte a NFC. Na primeira geração, somente o Versa Special Edition conta com essa tecnologia, mas agora ela está presente em todas as versões do Fitbit Versa 2.

Um microfone embutido é outra novidade, por um bom motivo: o relógio traz integração com a Alexa. Com isso, o usuário pode dar comandos de voz ou fazer perguntas à assistente da Amazon. As respostas não são faladas, porém. Em vez disso, os resultados aparecerão no visor.

Fitbit Versa 2

James Park, CEO da Fitbit, explicou ao TechCrunch que a companhia teve que trabalhar junto à Amazon para o smartwatch ter suporte à Alexa, afinal, a assistente não foi desenvolvida originalmente para suportar esse tipo de dispositivo.

Parece que os esforços valeram a pena: a Alexa é capaz de repassar informações sobre clima, programar alarmes, controlar dispositivos da casa e por aí vai.

O Versa 2 também é capaz de fazer tudo o que o primeiro Versa faz, como estimar o desempenho do usuário em atividades físicas, mensurar a frequência cardíaca e monitorar o sono.

Recursos como giroscópio, Bluetooth (agora na versão 5.0), sensor de luz e resistência à água (em profundidades de até 50 m) foram mantidos. Porém, não foi desta vez que o GPS passou a fazer parte das especificações da linha.

Fitbit Versa 2

Como músicas e podcasts costumam fazer parte da rotina de quem prática esportes, a Fitbit também destaca a integração com o Spotify: até 300 músicas podem ser baixadas no Versa 2 para reprodução offline (desde que o usuário tenha uma assinatura Premium no serviço); é possível reproduzir as faixas a partir de comandos à Alexa.

A bateria foi incrementada. Agora, a autonomia é estimada em cinco dias contra quatro dias do primeiro Versa. Mas, por conta do acréscimo de recursos, é possível que essa diferença não seja tão perceptível assim no Versa 2.

Os preços foram mantidos. Nos Estados Unidos, o Fitbit Versa 2 entrou em pré-venda com valor oficial de US$ 199,95 ou, no caso do modelo Special Edition, US$ 229,95. O lançamento está previsto para setembro.

Fitbit Premium

O Versa 2 vem acompanhado de um novo serviço: o Fitbit Premium. Com ele, o usuário tem acesso a estatísticas mais detalhadas de suas atividades esportivas, encontra desafios e recebe orientações para treinamentos, por exemplo.

A assinatura custa U$ 9,99 por mês ou US$ 79,99 por ano.

Com informações: TechCrunch, The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

ridingthestorm

Algumas coisas na Fitbit me impressionam. Eu possuo uma Charge 3 e um galaxy watch 46mm. Fiz uns testes em corridas utilizando os dois. O charge 3 não tem GPS mas utiliza o GPS do celular. Todas as vezes as métricas (distância, cadência, passos, batimentos cardíacos, etc} foram praticamente iguais. Testei também sem levar o celular, com o galaxy utilizando o GPS próprio e o Charge 3 utilizando apenas os sensores, e em corridas de 6km a diferença foi de apenas 200 metros no Fitbit, achei isso incrível. Mas, apesar disso, eles ainda assim são caros para o que oferecem.

Buldego

Olha o tamanho desse troço, gente.

Buldego

Conseguiu ser mais feio.

Léo Walk

srsrsrsrsrsrsr...

Vanderlei Gomes Fotografia

Meu Pebble felizmente ainda funciona :-

Xbbxxcc

E pensar que mataram a Pebble pra fazer isso. Acho que quem ficou órfão da Pebble tem que acabar migrando pra algum Amazfit mesmo.

Gabriel Naldis

Apple Watch, és tu satanás?

Jefferson Oliveira

Nunca mais compro algo da Fitbit. Comprei o Versa 1 na pré-venda e me arrependi amargamente.

Depois de 2 meses, um monte de problema começou a aparecer. Bateria não durava nem 12 horas, a tela morria e aparecia um monte de linhas nela, não conectava mais no Android (no iOS, estranhamente conectava)... E o pior que um monte de gente teve esses mesmos problemas. Alguns conseguiram trocar, outros ficaram com um peso de papel caro.