Início » Aplicativos e Software » Windows 10 testa recurso de restauração da nuvem em prévia

Windows 10 testa recurso de restauração da nuvem em prévia

Microsoft testa Cloud Download para restaurar Windows 10 baixando sistema a partir da nuvem; macOS oferece mesmo recurso

Por
30/08/2019 às 10h13

A Microsoft liberou para testes um recurso chamado download da nuvem (Cloud Download): ele permite restaurar o Windows 10 baixando a mesma versão do sistema presente em seu PC, em vez de depender de uma partição local, pendrive ou DVD. É algo semelhante ao que o macOS oferece há anos.

Windows 10 Cloud Download

A build 18970 do Windows 10, disponível para usuários no programa Insider, ganhou uma opção adicional de recuperação. Ela pode ser encontrada ao seguir o caminho Configurações > Atualização e Segurança > Recuperação e, na seção Restaurar o PC, clicar em Começar agora.

Surgirá uma nova tela com a pergunta “Como você gostaria de reinstalar o Windows?”. São duas opções: “reinstalação local”, que usará uma partição local ou mídia física; e “download da nuvem”, que baixará o sistema dos servidores da Microsoft.

Download do Windows 10 “pode usar mais de 4 GB”

O download da nuvem tem duas vantagens: ele pega a mesma versão do Windows 10 que você estiver rodando, ao invés de depender de uma partição antiga em seu PC; e só consome espaço em disco quando é realmente necessário — ou seja, quando você precisa reinstalar o sistema.

Windows 10 Cloud Download

Vale notar que o download da nuvem não obtém a versão mais recente do Windows 10, e sim a versão que você está usando. A ideia é evitar problemas de compatibilidade e impedir desastres como a atualização de outubro de 2018, que apagava arquivos do usuário.

Claro, o processo deve ser feito em uma rede Wi-Fi, e o Windows avisa que o download da nuvem “pode usar mais de 4 GB de dados”. Depois da restauração, será necessário instalar todos os programas novamente.

A Microsoft diz que o download da nuvem foi introduzido no Windows 10 1507, ou seja, na primeira versão lançada ao público em julho de 2015. Um pesquisador encontrou esse recurso na Atualização de Aniversário lançada em 2016; isso está escondido no sistema desde então.

O macOS permite fazer restauração da nuvem desde o Lion (10.7) lançado em 2011. No sistema da Apple, é possível escolher entre três opções: instalar a mesma versão rodando atualmente no Mac; fazer download da versão mais recente; ou baixar a versão que veio pré-instalada no computador.

Com informações: Microsoft.

Mais sobre: , ,