Início » Celular » Xiaomi Mi A3 com Android One e Redmi 7A são homologados pela Anatel

Xiaomi Mi A3 com Android One e Redmi 7A são homologados pela Anatel

Xiaomi Mi A3 tem câmera tripla de 48 megapixels e Redmi 7A traz bateria de 4.000 mAh; DL lançará celulares em setembro

Felipe Ventura Por
14 semanas atrás

O Xiaomi Mi A3 e o Redmi 7A receberam a homologação da Anatel para um lançamento oficial no Brasil; a distribuidora DL Eletrônicos disse que os dois celulares serão vendidos a partir de setembro. O Mi A3 tem câmera tripla de 48 megapixels e participa do programa Android One; enquanto o Redmi 7A é um smartphone básico que traz bateria de 4.000 mAh.

Xiaomi Mi A3

Xiaomi Mi A3

Cesar Cardoso, do Pinguins Móveis, descobriu que os dois celulares foram homologados esta semana; ambos tiveram o certificado emitido pela Anatel em 27 de agosto. O Xiaomi Mi A3 tem código M1906F9SH, enquanto o Redmi 7A é identificado como M1903C3EH.

A Anatel confirma que os dois aparelhos são compatíveis com a banda 28 (700 MHz) do 4G brasileiro. Esta é a frequência liberada pelo desligamento da TV analógica, que oferece sinal mais forte em locais fechados.

Xiaomi Mi A3 na Anatel

O Xiaomi Mi A3 foi anunciado em julho: ele tem processador Snapdragon 665, bateria de 4.030 mAh com carregamento rápido de 18 W, e tela AMOLED de 6,088 polegadas com resolução HD+.

Na traseira, você encontra a câmera tripla com sensor principal de 48 megapixels da Sony. O Mi A3 participa do programa Android One para receber duas atualizações de versão garantidas pelo Google. No Brasil, somente a Motorola tem aparelhos com Android One.

O Redmi 7A, por sua vez, é um smartphone básico: ele tem processador Snapdragon 439, até 3 GB de RAM e 32 GB de armazenamento, e tela HD+ de 5,45 polegadas. Você encontra também uma bateria de 4.000 mAh com carregamento a 10 W, e revestimento interno P2i contra respingos.

Redmi 7A

Redmi 7A

Xiaomi Mi A3 pode ser lançado por R$ 2.499 no Brasil

A DL prometeu que o Xiaomi Mi A3 e Redmi 7A seriam lançados na primeira semana de setembro. Eles vão acompanhar o recém-chegado Xiaomi Mi 9T com câmera frontal retrátil, que custa R$ 3.499 no Brasil e € 329 na Europa.

O Tecnoblog fez as contas e descobriu que os produtos da DL custam, em média, os valores praticados pela Xiaomi na Europa convertidos a uma taxa de R$ 10/euro. Pode ser um pouco mais (como no caso do Mi 9T) ou um pouco menos, dependendo do aparelho.

Por isso, estimamos que o Xiaomi Mi A3 custará por volta de R$ 2.499 no Brasil, na versão 4 + 64 GB; enquanto o Redmi 7A pode sair por R$ 1.199 na versão 2 + 32 GB. Eles custam € 249 e € 119 na Europa, respectivamente.