Início » Celular » Motorola One Zoom com quatro câmeras chega ao Brasil por R$ 2.499

Motorola One Zoom com quatro câmeras chega ao Brasil por R$ 2.499

One Zoom tem câmera com zoom óptico de 3x e não faz parte do programa Android One

Paulo Higa Por

Direto de Buenos Aires — A Motorola lançou nesta quinta-feira (5) o One Zoom, um smartphone intermediário com câmera traseira quádrupla, lente teleobjetiva que permite fotografar com zoom óptico de 3x e sensor de impressões digitais embutido na tela OLED de 6,4 polegadas.

Motorola One Zoom

O destaque do One Zoom fica para as quatro câmeras. O sensor principal é um Quad Pixel de 48 megapixels, semelhante ao do One Vision, e acompanha uma lente de abertura f/1,7 com estabilização óptica de imagem para evitar fotos tremidas. Você pode tirar fotos com o modo Night Vision, que realça as cores e melhora a exposição em fotos noturnas.

Também há uma lente ultrawide de 16 megapixels com campo de visão de 117 graus e um sensor de profundidade de 5 megapixels para o efeito de desfoque de fundo, cuja intensidade pode ser ajustada após a captura da foto.

Por fim, a quarta lente é uma teleobjetiva com estabilização óptica de imagem e zoom óptico de 3x ou zoom híbrido de 10x, “que permite captar detalhes à distância ao mesmo tempo em que mantém a qualidade perdida com o zoom digital”, de acordo com a Motorola. As fotos com zoom têm resolução de 8 megapixels.

Motorola One Zoom

Motorola One Zoom não tem Android One

Este é o terceiro smartphone da família Motorola One com foco em câmeras, depois do One Vision e One Action, mas é o primeiro que não faz parte do programa Android One, que garante duas atualizações de versões de Android e correções de segurança por três anos.

A Motorola explica que, por não ser geracional, a linha One “não tem amarras”. Os estudos da fabricante apontam que o usuário, no momento, está mais interessado em inovação em câmeras. Por outro lado, o Android One não era visto mais como uma decisão de compra. “Quem demanda é o consumidor. Se as pesquisas mostrarem que ele faz questão do Android One, poderemos voltar”, diz Thiago Masuchette, gerente de produto da Motorola.

Motorola One Zoom

O Android 9.0 Pie do One Zoom possui a mesma interface dos outros aparelhos da linha Moto, quase sem modificações em relação ao Android do Google. Ele terá uma atualização garantida do Android (ou seja, receberá pelo menos o Android 10) e pacotes de segurança trimestrais por dois anos.

Por dentro, o One Zoom é equipado com processador Snapdragon 675, 4 GB de RAM, 128 GB de armazenamento e bateria de 4.000 mAh com carregamento rápido TurboPower de 15 watts. A tela OLED de 6,4 polegadas é Full HD+, com resolução de 2340×1080 pixels e proporção 19:9.

No Brasil, o One Zoom começa a ser vendido nesta quinta-feira (5), nas cores violeta, bronze e titânio, com preço sugerido de R$ 2.499.

Motorola One Zoom

Motorola One Zoom – ficha técnica:

  • Tela: OLED de 6,4 polegadas, Full HD+ (2340×1080 pixels), proporção 19:9, 403 pixels por polegada
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 675 octa-core de até 2,0 GHz, com GPU Adreno 612
  • RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 128 GB, expansível por microSD
  • Câmera traseira quádrupla:
    • principal: 48 megapixels, f/1,7, Quad Pixel, estabilização óptica de imagem
    • ultrawide: 16 megapixels, campo de visão de 117 graus
    • profundidade: 5 megapixels
    • zoom: 8 megapixels, zoom óptico 3x, zoom híbrido de 10x, estabilização óptica de imagem
    • gravação de vídeo 4K a 30 fps, Full HD a 60 fps, foco por detecção de fase
  • Câmera frontal: 25 megapixels, f/2,0
  • Bateria: 4.000 mAh, com carregador TurboPower de 15 watts incluso na caixa
  • Sistema operacional: Android 9.0 Pie
  • Conectividade: USB-C, Wi-Fi 802.11ac dual-band, Bluetooth 5.0
  • Dimensões: 190 g, 8,8 mm de espessura

Paulo Higa viajou para Buenos Aires a convite da Motorola.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Celso

O primeiro Galaxy S aqui no Brasil não chegava nem a R$ 2000 no preço de lançamento, pra se ter uma ideia.

Celso

O duro é que um projeto para o Android One geralmente é mais caro e burocrático do que um fora.
Inclusive essa foi uma das críticas da Asus, que não aderiu ao programa.

Acho que só a HMD que consegue sustentar tantos lançamentos para o programa, mas isso porque desde o começo ela já desenvolveu laços estreitos com a Google, o que deve ter facilitado o processo.

Gabriel Naldis

E não é que o Noia sabe das coisas? hahahahahahaha

Credulos

Claro que o salário mínimo na época também era outro, mas levando em conta suas devidas proporções atualmente esta muito pior.

Fagner Lopes

As fotos podem até ficarem ótimas, mas acho que o celular fica feio demais com esse monte de cameras...

Igor Maia

"Por outro lado, o Android One não era visto mais como uma decisão de compra. “Quem demanda é o consumidor. Se as pesquisas mostrarem que ele faz questão do Android One, poderemos voltar”, diz Thiago Masuchette, gerente de produto da Motorola."

To achando que vão matar o Android One na Motorola. Que tristeza

Love

Tá doido, se encontra fácil o Galaxy S9 Plus pelo mesmo preço, ou até menos... Mas Br bom é o que compra pela quantidade de câmeras, né? Kk

E esse celular da linha One não está baixando muito o preço, não tão agressivamente como antes pelo menos xD

Gabriel B.R.

🕸️ Tipo as aranhas... Um monte de olhos e não enxergam direito 🕷️ (salvo exceções)

Keaton

Tinham de mudar o nome desse pra Moto None. :I

Keaton

Acho lindo a capinha desse telefone. hahaha

Eduardo Braga

Pois é

André Noia

A questão é que 1.799,00 em 2010 é diferente de hoje. Atualizando o valor para hoje, os 1.799,00 do lançamento do Iphone 4 correspondem a 3.126,00, ou seja, ainda bem caro.

André Noia

A gente só precisa de 1 (uma) câmera muito boa. E só. Daí eles entregam 4 que não fazem nenhum serviço direito.

John Smith

Que piada de mal gosto.

Eduardo Braga

Eu lembro que o iPhone 4 chegou por R$1799. Saudades.

Exibir mais comentários