Início » Telecomunicações » iPhone 11, 11 Pro e Pro Max dos EUA não funcionam no 4G de 700 MHz do Brasil

iPhone 11, 11 Pro e Pro Max dos EUA não funcionam no 4G de 700 MHz do Brasil

iPhone 11 vendido na Europa é compatível com 4G de 700 MHz; nenhum modelo do Apple Watch Series 5 tem essa frequência

Lucas Braga Por

A Apple revelou hoje os novos iPhone 11, iPhone 11 Pro e iPhone 11 Pro Max; quem planeja comprar um deles nos Estados Unidos ou Canadá deve se atentar para o fato de que o aparelho comercializado nessas regiões não é compatível com a banda 28 do 4G, que corresponde à faixa de 700 MHz adotada pelas operadoras brasileiras. Por sua vez, nenhuma variante do Apple Watch Series 5 terá suporte a essa frequência.

iPhone 11 Pro

Os modelos A2111 (iPhone 11), A2160 (iPhone 11 Pro) e A2161 (iPhone 11 Pro Max) serão vendidos nos EUA, Canadá, Porto Rico e Ilhas Virgens Americanas. Eles funcionarão com o 4G do Brasil, mas apenas nas bandas 1 (2.100 MHz), 3 (1.800 MHz), 5 (850 MHz) e 7 (2.600 MHz), além das tecnologias 3G e 2G. O mesmo acontece com os modelos A2223 (iPhone 11), A2217 (iPhone 11 Pro) e A2220 (iPhone 11 Pro Max), que serão vendidos na China e Hong Kong.

Para ter acesso a todas as frequências, será necessário adquirir os modelos A2221 (iPhone 11), A2215 (iPhone 11 Pro) ou A2218 (iPhone 11 Pro Max), que usam o padrão europeu e são compatíveis com a banda 28. Esse impedimento também aconteceu quando a Apple lançou o iPhone XS, iPhone XS Max e iPhone XR no ano passado.

Nas principais cidades, as operadoras Claro, TIM e Vivo atuam tanto com 700 MHz como em outras frequências. Isso significa que o iPhone americano continuará funcionando com o 4G brasileiro, mas não necessariamente terá a mesma qualidade de sinal de outros smartphones.

Quem usa Oi não precisa se preocupar com isso: a operadora não adquiriu licença de uso dessa frequência quando houve o leilão da Anatel. As sobras de 700 MHz deverão aparecer no leilão de 5G que ocorrerá no próximo ano, e Claro, TIM e Vivo não poderão arrematar o espectro.

Apple Watch dos EUA funciona com 4G do Brasil

Apple Watch Series 5

Uma grande surpresa do novo Apple Watch Series 5 é que o modelo dos EUA contém as frequências utilizadas no 4G brasileiro. Tanto o modelo americano como o europeu funcionam nas bandas 1 (2.100 MHz), 3 (1.800 MHz), 5 (850 MHz) e 7 (2.600 MHz).

Nenhuma variante do Apple Watch Series 5 suporta a frequência de 700 MHz do padrão brasileiro (banda 28). No caso da tecnologia 3G, ambos os modelos funcionam com 850 MHz e 2.100 MHz, que são as faixas usadas no Brasil.

Por que a frequência de 700 MHz é importante

Uma das maiores vantagens da faixa de 700 MHz é a cobertura. Frequências baixas possuem maior penetração de sinal, ao contrário das frequências mais tradicionais, como 1.800 MHz e 2.600 MHz. Sendo assim, as operadoras precisam de menos antenas para cobrir mais áreas. A penetração de sinal dos 700 MHz chega a ser maior do que das redes 2G e 3G e também favorece a cobertura indoor.

Por conta da melhor cobertura, cidades do interior e estradas são mais prováveis de ter o 4G em 700 MHz e não possuir sinal em outras frequências. Quem transita nesses lugares são os maiores prejudicados pela ausência da banda 28 no novo iPhone.

Num futuro próximo, é bem provável que o 4G de 700 MHz esteja presente onde houver cobertura celular. Mas é importante frisar que esse tipo de implementação não significa que as outras frequências serão desligadas: elas continuam sendo muito importante por possuírem maior capacidade de usuários simultâneos, o que é útil em áreas movimentadas como shoppings, aeroportos e outras áreas com maior tráfego de pessoas.

Nessas áreas, as operadoras fazem a agregação de portadoras (também chamado de 4G+ ou 4,5G), que junta o sinal de 4G de diferentes bandas para entregar maiores velocidades. Por esse motivo, é bem improvável que as outras frequências sejam desligadas no futuro.

De acordo com a entidade TV Perfeita, responsável pelo processo de migração da TV analógica para a digital, a faixa de 700 MHz já foi liberada em 3.396 municípios em julho de 2019. No entanto, isso não significa que todas as cidades já usam o 4G nessa frequência.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Yo_theK
Não sei se tu leu o título ou a matéria, mas o iPhone que não tem a frequência de 700Mhz é o modelo americano. Claro que no site BR vai ter informações do modelo que será vendido aqui e tem a frequência (assim como o europeu).
Leumas Ninguem
Não compro mais smartphone sem a B28Tenho o Pocophone aqui, sinto falta do 4G+, já que a Vivo aqui usa a B28 pra essa redeFico limitado ao 4G enquanto meu pai com meu amigo Moto G5 Plus funciona
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Eu sei.
Thalles Ferreira
Os aparelhos vendidos aqui são os "europeus", que tem a banda 28. Como no passado.
fan
Não tem novidade nenhuma nisso, aparelho americano funciona nos Estados Unidos e aparelho europeu funciona no Brasil por compartilharmos dos mesmos padrões que eles.Querer polemizar em cima disso é sensacionalismo. O iPhone que será homologado no Brasil é o modelo europeu, compatível com todas as bandas, incluindo a 28.Se vc for aos Estados Unidos e trazer um iPhone 11/Pro, ele irá funcionar aqui. Nos locais que requereram a banda 28, irá cair para 3G se ele n tiver outra banda 4G disponível na região.
fan
A loja que noticiam no mercado livre como oficial não é oficial (administrada pela Apple), é só uma premium reseller de uma empresa licenciada pela Apple pra atuar online.
fan
Na cor black sim, agora nas cores branca e coloridas fica horroroso, igual quando as pessoas viam dummies do iPhone cm esse vidro quadrado escuro.
Credulos
Para quem quiser usar o 4G+ ficar sem a banda 28 esqueça...fora que o MiMo 4x4 não funcionaria também.
Michel
Agora que entendi, realmente não prestei atenção no fato do aparelho vendido no estados unidos.
Michel
"Ela vai homologar os vendidos aqui"óbvio né filho?a questão é que os "aparelhos vendidos aqui" não terão suporte a banda 28, e era essa questão que eu estava falando.
Hemerson Silva
700mhz tbm é base para outras bandas. a banda 28 usada no Brasil não consta no site da Apple
pedroestima
Será então que o site da Apple está errado?Nele consta que os novos iPhones terão tanto 700MHz quanto 2600MHzhttps://www.apple.com/br/ip...
gbitte
Na faixa de preço da pra compra um esterminador, duas 17 e um do Blade runner.
Fabio Santos
Sobre esta banda ouvi uns Guru da vivo que são amigos e paciente no qual ao menos a vivo vai manter esta banda como base e muitos com aparelho importados ficaram só no 3G na maioria dos casos apartir de janeiro.Achei meio furada a colocação até porque a maioria tem seus treinamentos meio que focado em vender e claro vão querer empurrar coisas nacionais kkk.Mais enfim vai saber.
O pixel 4 disfarça as lentes melhor, com aquele fumê dela. Fica um pouco masi razoavel.
Bruno Sousa
Que bagunça. O 5G também é bagunçado assim?
FastSloth87
O 4G usa várias frequencias, o iPhone dela provavelmente usa as bandas 3 (1800 MHz) e 7 (2600 MHz) pra conectar nas redes BR.
Giovani Sousa
"Quem usa Oi não precisa se preocupar com isso" 🙃
Rafael Moreira
Daqui a pouco o iPhone irá ultrapassar o MacBook Pro em questão de preço. Se não já passou.
Mickão
Não duvido nada. O Pixel 3 foi o mais feio da geração dele em sua gama de concorrentes.
Marcelo
Calma que um forte competidor pode destronar esse titulo do Iphone... o Pixel 4
Luizx
Mais um recurso inedito da apple
Credulos
Sim, a frequência de 700Mhz não necessariamente vai operar exatamente nesse numero de 12 a 85 a variações, então a banda tem que ser exatamente a mesma.
Marcus Vinícius
Verdade! Nao notei isso. Mas deixa de funcionar completamente se estiver na 28 e o suporte for para a 12?
Burnerman_X
Quase certo, porém 700Mhz não é uma única banda. 700Mhz pode ser as bandas 12, 13, 14, 17, 28, 29, 44, 67, 68 e 85. Elas tem algumas particularidades, ou seja, esquece frequência, o que importa aqui é a banda mesmo. LTE é meio confuso nesse ponto mesmo.
Marcus Vinícius
A banda 700 MHz foi a primeira implementada nos EUA. Até hoje é a mais usada lá. Improvável de que os comercializados lá não tenham essa banda.Só ver na wikipedia:https://en.wikipedia.org/wi..."The 700 MHz band was auctioned in early 2008 using spectrum previously used by television stations' analog broadcasts, with Verizon Wireless and AT&T Mobility winning the majority of available spectrum. Qualcomm and Echostar were winners of a significant amount of broadcast-oriented spectrum. Verizon Wireless will use the upper band of the 700 MHz spectrum to deploy their LTE network starting on Dec 5, 2010."
Burnerman_X
E é tendência. Huawei Mate 20 foi assim, iPhone 11 é assim e o Pixel 4 será assim.
Alessandro
Que nada, parece uma peça de motor, a usinagem está incrivel, já consigo imaginar umas capinhas steam punk, com engrenagens ao redor das lentes. Pensando bem, tá lindo demais. Mas o 11r tá feio mesmo.
Veritas
Já nas páginas americana e brasileira relativas ao LTE,https://www.apple.com/iphone/LTE/#iphone-11-proehttps://www.apple.com/br/iphone/LTE/#iphone-11-proO modelo A2160, um dos vendidos nos EUA, NÃO É COMPATÍVEL com a LTE 28
Buldego
Feio não ficou mesmo, ficou horroroso.
Baidu feat MC Brinquedo
Não, não... Ela usa o 4G normalmente (plano corporativo).O próprio vendedor tratou isso pra ela, pois já sabia que o modelo americano teria limitações aqui.
Rmavalli
Como muitos outros, também comentou sem ler a matéria, o iPhone vendido oficialmente no Brasil terá suporte a Banda 28, os vendidos oficialmente nos USA não, porque eles não usam a banda 28 pra nada lá.
Thalles Ferreira
Não é que seja incompatível, ele só não aproveita todo o 4G daqui. É como um carro a gás num lugar com poucos postos a gás, você vai sofrer mais com a cobertura, enquanto todo mundo vai se abastecer a vontade.
Thalles Ferreira
Peraí, pensa de novo: porque a ANATEL teria que homologar os iPhones vendidos lá fora? Ela vai homologar os vendidos aqui, os lá de fora, cada um que traga por dia conta e tosco.
Bruno Sousa
Os iPhones vendidos aqui serão compatíveis com a banda 28. Os iPhones vendidos nos EUA não serão compatíveis com a banda 28. Entendeu?
Michel
Em teoria, uma marca como a Apple que já vende OFICIALMENTE seus produtos no brasil deveria funcionar obrigatoriamente com todas as frequências brasileiras, mas como a ANATEL é uma tremenda bosta e não exige alguns requisitos para homologar aparelhos aqui temos que engolir um iphone de 2019 incompatível com a Banda 28.
Michel
Oq vcs acham da anatel não homologar aparelhos fabricados em 2019 sem a banda 28?Os aparelhos lá fora são compatíveis com todas as frequências de lá, mas aqui a gente que tem que se adequar a frequência dos aparelhos de lá, que zona né?Precisamos de mais moral.eu entendo os xiaomis fabricados em 2017/2018, mas os fabricados em 2019?por mim cortava.
Bruno Sousa
É porque o iPhone dos EUA é compatível com as outras bandas do 4G. Só não é compatível com a 28 (700MHz).
Baidu feat MC Brinquedo
Cara, minha amiga saiu do Brasil para NYC pra comprar um iPhone. Ela não fala quase nada de inglês, mas foi atendida por um brasileiro na Apple Store e o cara vendeu pra ela um modelo que funciona no Brasil.Antes da viagem eu até tentei alertar, com uma matéria aqui do TB mesmo, sobre a incompatibilidade. O telefone dela funciona de boa aqui com a rede da Vivo.Link: https://tecnoblog.net/25959...
Keaton
Já viu a do Nokia 9 PureView?
Alessandro
Pior que não ficou feio, essa leve mudança de não ser um vidro quadrado na traseira, melhorou bastante
José Américo Gomides de Sousa
Nas páginas da Apple Francesa e Alemã consta que o iPhone 11 Pro compatível com rede LTE 28 é o modelo A2160, que seria um dos modelos vendidos nos EUA https://www.apple.com/de/ip...
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Digo o mesmo para quem for comprar iPhone no MercadoLivre, tirando a tal loja oficial e claro.
Jefferson Rodrigues
Foi a única coisa que mudou.
Mickão
A traseira mais feia que já vi num smartphone.
brunocabral
iPhone não vale a pena nem pra quem tem dinheiro. Tem uns Androids bem competentes nessa faixa de preços (Rim, Pâncreas, Coração, Fígado, etc)
Gabriel Naldis
😂😂😂😂😂
Probabilidade Zer0
boa, alerta mesmo pq vai ter muito neguinho se achando trazendo iPhone de lá achando q vai funcionar aqui 100% kkk. O 4G do Brasil com 700MHz já é uma bosta, imagina sem HAHAHA