Início » Computador » AMD anuncia update de BIOS que corrige clock máximo dos chips Ryzen 3000

AMD anuncia update de BIOS que corrige clock máximo dos chips Ryzen 3000

Vários processadores da série Ryzen 3000 não estavam alcançando a frequência de boost anunciada pela AMD

Emerson Alecrim Por

Muita gente ficou frustrada ao descobrir que os processadores Ryzen 3000 não alcançam a frequência máxima especificada pela AMD. O problema não chega a ser grave, mas foi o suficiente para deixar uma impressão de “propaganda enganosa” no ar. A reação foi rápida, porém: a AMD anunciou uma atualização de BIOS que promete ajustar o boost dos chips afetados.

AMD Ryzen 3000

O problema veio à tona depois que Der8auer, um youtuber especializado em overclocking, fez um levantamento junto a donos de computadores equipados com chips Ryzen 3000 (terceira geração) para saber se as suas respectivas unidades estavam alcançando o clock máximo estabelecido pela AMD.

Os resultados mostraram que não em boa parte dos casos. Só para dar uma ideia, somente 5,6% dos donos de chips AMD Ryzen 9 3900X relataram ter alcançado a frequência máxima para esse modelo (4,6 GHz).

Pelo jeito, o trabalho de Der8auer foi bem conduzido: dois dias depois da publicação do vídeo sobre o assunto, a AMD prometeu uma solução para 10 de setembro.

Promessa cumprida: a AMD anunciou em seu blog uma atualização de BIOS que corrige o boost.

Não parece ser um problema complexo. Basicamente, o que a AMD diz é que o algoritmo que possibilita o aumento de clock tinha uma falha que fazia a frequência máxima ficar, em média, de 25 a 50 MHz abaixo do esperado. Com a atualização, o clock estabelecido originalmente para o boost é alcançado.

A AMD negou ter ajustado o clock máximo para baixo de maneira intencional. Havia especulação de que essa decisão teria sido tomada para evitar diminuição da vida útil dos processadores, mas a companhia refutou veementemente essa suspeita.

Se você é dono de um computador com chip Ryzen de terceira geração, precisa de um pouco de paciência: a atualização (o firmware AGESA 1003ABBA) já foi enviada aos fabricantes de placas-mãe, mas pode levar duas semanas ou mais para essas empresas liberarem o update de BIOS com a correção.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Castro

só sei q AMD pisa na bola, comprei um rx 570 e esses drivers são todo cagados, o software nem abre, a chance de pegar um ryzen só diminui

Rafael

depende da interpletação né

raphael_silva

Não tem ban, até porque não há motivo para me banir lá

Só não acesso mesmo a sessão de comentários...
https://uploads.disquscdn.c...

Rafael

ban do adrena rafiphinha?

johndoe1981

Eu já li algumas reclamações em relação a BIOS bugada de mobo Gigabyte

raphael_silva

Eu nem acesso mais a sessão de comentários do Adrenaline, nem sei o que tá rolando por lá.

mentvl

kara, se acredita q aqueles malukos la do amdrenaline tao pirando ainda achando q eu sou vc? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk q piada mano!! se traumatizou os caras

johndoe1981

Qual a a fabricante e modelo da sua placa-mãe? Biostar?

raphael_silva

Estou calmo, mas qualquer pessoa que tenha um senso vai saber que é esse o motivo.

Imagina essa situação, tu compra um carro com 500cv, mas esse carro só pega 470cv e tu faz uma volta na pista em 1:13:25, depois a fabricante lança uma correção no carro e ela pega os 500cv por 2 segundos e desce pra 450cv fazendo que tu faça teu tempo em 1:13:20-30, o que isso mudou pra ti? Absolutamente nada.

Os 500cv tem que ser pego se dentro das especificações a todo tempo, a não ser que a empresa tivesse avisado antes que seria apenas um burst, mas não foi o que houve.

johndoe1981

que pena :( pior que só num próximo firmware pra tentar restaurar os clocks e o boost padrão.

johndoe1981

Sinceramente, já aceitei o fato de CPUs e GPUs da AMD não alcançarem clocks elevados e nem serem bons de overclock como os da Intel e Nvidia. Não que sejam produtos ruins por causa disso, mas é comprar contendo as expectativas.

Silvio Ney

Calma mana

Keaton

Nossa... "25 a 50 MHz"... quanta diferença.

Eduardo Alvim

Montamos uma Workstation lá na empresa para registrar nuvens de ponto (laser scanner) e optamos pelo Ryzen. Vou falar uma coisa, a máquina voa... Pessoal da Faro acostumada com i7 e i9 pagou pau.

Guilherme Bueno Grijó

Inaceitável esse tipo de coisa

Exibir mais comentários