Início » Negócios » Livraria Cultura aprova venda da Estante Virtual por R$ 44 milhões

Livraria Cultura aprova venda da Estante Virtual por R$ 44 milhões

Venda da Estante Virtual deve ajudar Livraria Cultura a executar plano de recuperação judicial

Por
20/09/2019 às 11h05

Comprada pela Livraria Cultura no final de 2017 por valor não revelado, a Estante Virtual deve trocar de mãos em breve. Isso porque a Assembleia Geral de Credores do Grupo Cultura aprovou a venda do sebo online por R$ 44 milhões. A decisão é considerada essencial para o plano de recuperação da companhia.

A Estante Virtual foi comprada como parte da estratégia de expansão da Livraria Cultura. Mas, na ocasião, o negócio causou algum espanto no mercado porque o grupo já enfrentava sérios problemas financeiros.

De lá para cá não houve melhora: a Livraria Cultura mergulhou em uma crise profunda. Em outubro de 2018, a companhia pediu recuperação judicial. A dívida do grupo é estimada em R$ 285 milhões, com a maior parte desse montante envolvendo bancos e fornecedores.

Estante Virtual

O plano de recuperação judicial foi aprovado em abril deste ano. A decisão de venda da Estante Virtual tem relação com esse processo. Na ata da assembleia enviada à Justiça, a companhia afirma que, diante da crise econômica brasileira e da sua necessidade de gerar caixa, precisa vender unidades de negócio “que não têm, neste momento, importância estratégica para a operação”.

Como já informado, o valor aprovado para a venda do sebo online é de R$ 44 milhões. A assembleia de credores também aprovou a venda de créditos tributários na ordem de R$ 32 milhões.

Criada em 2005, a Estante Virtual conta com mais de 5 milhões de clientes cadastrados e, no ano passado, atingiu a marca de 20 milhões de livros vendidos.

Com informações: Estadão.