Início » Jogos » 7 jogos de Mundo Aberto Offline

7 jogos de Mundo Aberto Offline

Conheça sete jogos de mundo aberto offline que você pode jogar sem internet seja nos consoles, no Android ou no iPhone

Por
20/09/2019 às 13h58

Engana-se quem pensa que jogos de mundo aberto não podem ser offline: a maioria deles oferece campanhas enormes, com inúmeros desafios e não dependem de uma conexão para divertir. Conheça sete deles com bons gráficos e que dispensam internet.

Guerilla Games / Horizon: Zero Dawn / jogos de mundo aberto offline

7 jogos de Mundo Aberto offline

1. Red Dead Redemption 2 (PS4, Xbox One)

Rockstar Games / Red Dead Redemption 2 / jogos de mundo aberto offline

Um dos melhores títulos de 2018, Red Dead Redemption 2 (PS4, Xbox One) é uma das maiores experiências de mundo aberto. A saga de John Marston pelos eventos que culminaram na história vista no primeiro jogo é extensa e profunda, com um Velho Oeste gigantesco e coalhado de segredos. Há muita coisa a ser feita, vista e experimentada, sem falar que o mundo está sempre em evolução, com elementos sendo construídos conforme o tempo passa. Uma experiência de uma boa história e desafio, mas que também não está preocupado em quanto tempo irá passar por lá.

2. The Witcher 3: Wild Hunt (PS4, Xbox One, PC)

CD PRojekt Red / The Witcher 3 / jogos de mundo aberto offline

“Eu sou Geralt de Rívia e eu aprovo esta lista”

Baseada nos livros de Andrzej Sapkowski, a série The Witcher (que está a caminho da Netflix) trilhou seu próprio caminho nos jogos; The Witcher 3: Wild Hunt (PS4, Xbox One, PC), alcançou um nível de qualidade de narrativa e jogabilidade altíssimos, mas o mundo aberto do Continente mostrado no jogo proporciona horas e horas de exploração e diversão, seja em combates, partidas de GEWNT (que virou um jogo à parte) ou mesmo cavalgando por aí sem rumo, só para contemplar o belo visual.

3. Horizon: Zero Dawn (PS4)

Guerilla Games / Horizon: Zero Dawn / jogos de mundo aberto offline

Exclusivo do PS4, Horizon: Zero Dawn mostra um futuro onde a natureza se recuperou (em partes), as máquinas se tornaram parte da fauna e a humanidade revertou à condição de caçadores-coletores. A protagonista Aloy tem a missão de reunir diversas tribos contra uma ameaça comum a todos, vagando por um cenário enorme que varia entre campos desertos, florestas e montanhas nevadas, com inimigos fantásticos e desafios variados. Quase dois anos depois de lançado, a saga ainda impressiona.

4. Don’t Starve: Shipwrecked (iOS, Android)

Klei / Don't Starve: Shipwrecked

Embora seja apenas uma expansão para as versões originais de Don’t Stave no PS4, Xbox One e PC, Don’t Starve: Shipwrecked é um game completo no iPhone (apps.apple.com, R$ 18,90) e Android (play.google.com, R$ 15,99). Ele é um jogo de administração de recursos, em que você deve fazer de tudo para não morrer de fome ou virar o jantar de outros animais, mas com uma mecânica de livre exploração. Wilson pode construir um barco e explorar regiões com climas, recursos e inimigos diferentes.

5. Terraria (PS4, Xbox One, PC, iPhone, Android)

505 Games / Terraria

Em multiplataforma, Terraria (PS4, Xbox One, PC, iPhone, Android) é um dos mais livres. O game se assemelha à Minecraft em alguns aspectos, permitindo que o jogador construa e explore de modo livre, mas conta com desafios bastante altos, dependendo de quão longe o jogador for. Há uma grande seleção de biomas a serem descobertos e chefes a serem derrotados, sendo um dos mais criativos jogos móveis de seu gênero.

6. Oddworld: Stranger’s Wrath (iPhone, Android)

EA / Oddworld: Stranger’s Wrath

Lançado em 2005 para o Xbox, Oddworld: Stranger’s Wrath foi remasterizado e relançado para iPhone e Android em 2014. No papel do caçador de recompensas Stranger, o jogador tem a missão de capturar bandidos, mas o mundo do jogo é bastante vasto e permite a exploração, ainda que em menor grau que outros da lista (culpa da idade). Ainda assim, Stranger’s Wrath é um dos melhores da série Oddworld.

7. The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Nintendo Switch)

A mais recente aventura de Zelda e Link, The Legend of Zelda: Breath of the Wild foi lançado também para o Wii U, mas ele brilha mesmo é no Nintendo Switch. O primeiro jogo da franquia verdadeiramente de mundo aberto reúne os principais elementos do gênero, com uma direção de arte e trilha sonora espetaculares. A nova versão de Hyrule é enorme e há muito o que fazer, sendo um dos jogos mais fantásticos da oitava geração.

Mais sobre: , , , ,