Início » Jogos » Sony promete que PlayStation 5 gastará menos energia

Sony promete que PlayStation 5 gastará menos energia

Mas o modo de economia em standby do PS5 deverá ser opcional

Paulo Higa Por
23/09/2019 às 11h55

O PlayStation 5 deverá consumir bem menos energia no modo de espera que a geração atual. Pelo menos é o que promete a Sony. No domingo (22), durante a Cúpula do Clima da ONU, a empresa afirmou que adotará tecnologias mais eficientes para reduzir o gasto energético e, consequentemente, a emissão de carbono na atmosfera.

Foto por Kenneth_Fleming/Flickr

O presidente da Sony Interactive Entertainment, Jim Ryan, diz: “Também estou muito contente em anunciar que a próxima geração do PlayStation incluirá a possibilidade de suspender o gameplay com um consumo de energia muito menor que o PS4 (que estimamos que possa ser de cerca de 0,5 watt). Se apenas um milhão de pessoas ativar esse recurso, ele economizará o equivalente ao gasto médio de eletricidade de 1.000 residências dos Estados Unidos”.

É legal, mas nos faz refletir sobre alguns pontos. Primeiro, a redução anunciada foi apenas no modo de standby. 0,5 watt realmente é muito pouco em comparação com a geração atual: o Polygon nota que o PlayStation 4 consumia 8,5 watts em espera, enquanto o Xbox One chegava a 15,7 watts nas configurações padrão (o Wii U era mais econômico, com 0,4 watt). Mas ainda não sabemos como será a eficiência energética durante a execução de jogos.

Além disso, a frase “se apenas um milhão de pessoas ativar esse recurso” implica que essa funcionalidade será opcional, então precisamos ver se os usuários realmente habilitarão a economia de energia em standby e quais recursos deixarão de funcionar no console.

Se o recurso de economia de energia der certo, ele pode mesmo fazer uma boa diferença no final das contas: um relatório do Conselho de Defesa de Recursos Naturais (NRDC) publicado em 2014 mostrou que 40% do consumo energético dos consoles da atual geração estavam no modo de standby.

Desde então, a Sony fez alterações no PlayStation 4 para melhorar a eficiência energética do console. A empresa diz que, por meio de chips mais potentes e modos de economia de energia, já evitou emitir quase 16 milhões de toneladas métricas de dióxido de carbono na atmosfera, o equivalente à emissão de CO2 da Dinamarca em 2017.

Mais sobre: ,