Início » Aplicativos e Software » Google lança Play Pass com 350 jogos e apps de Android sem anúncios e compras in-app

Google lança Play Pass com 350 jogos e apps de Android sem anúncios e compras in-app

Serviço por assinatura do Google custa US$ 4,99 por mês e compete com Apple Arcade, mas vai além

Paulo Higa Por

Depois do Apple Arcade, o Google lançou nesta segunda-feira (23) seu serviço de assinatura de jogos. Batizado de Play Pass, ele oferece acesso a uma biblioteca de 350 games (e aplicativos) para Android por meio de uma assinatura mensal de US$ 4,99 por mês nos Estados Unidos.

Google Play Pass

O Play Pass é um serviço mais amplo que o da Apple: ele também libera aplicativos pagos no Android, não apenas games. E, de acordo com o The Verge, o modelo é diferente: não há investimentos diretos por parte do Google no desenvolvimento dos softwares, nem acordos de exclusividade.

Boa parte dos títulos do Play Pass são games conhecidos, como Monument Valley 2, Limbo e Terraria, além dos viciantes Stardew Valley, Pocket City e Mini Metro. Só esses três últimos jogos, que tiraram muitas horas da minha vida, custam juntos mais R$ 35 na Play Store, então o preço da assinatura pode ser bem atraente para algumas pessoas.

Também há aplicativos como o AccuWeather com anúncios removidos, o Gravador de Voz Hi-Q Pro e a ferramenta para músicos Tunable. Na Play Store, os três custam R$ 12,99 cada. Eles continuarão disponíveis por compra individual no Google Play para os que não quiserem assinar o novo serviço.

E como os desenvolvedores vão ganhar dinheiro? O Google não revela muitos detalhes, mas diz que a remuneração será feita com base no engajamento dos usuários com os aplicativos e jogos do Play Pass. Sem explicar muito, a empresa afirma que serão monitorados mais do que apenas o tempo de tela ou o número de execuções.

Google Play Passs

Por enquanto, o Google Play Pass está disponível apenas nos Estados Unidos, com preço mensal de US$ 4,99, ou US$ 1,99 nos primeiros 12 meses; é possível compartilhar a assinatura com até seis familiares. Outros países receberão o serviço “nas próximas semanas”. Procurado pelo Tecnoblog, o Google informou que ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

Para os usuários de iOS, a Apple lançou o Apple Arcade na quinta-feira (19) com mais 100 jogos exclusivos e assinatura mensal de US$ 4,99 nos Estados Unidos, ou R$ 9,99 no Brasil. Ele oferece títulos como Frogger in Toy Town, da Konami; Shinsekai: Into the Depths, da Capcom; e Sayonara Wild Hearts, da Annapurna Interactive, todos sem anúncios ou compras in-app.

Mais sobre: ,

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

José Vieira
É nós! kkkkkkkkkkkk
paulo yan
Aí eu vi vantagem. Sem falar que pode ajudar a reduzir a pirataria no Android e atrair novos devs. Tweetbot, pleeeeaaaaseee!
paulo yan
Aí eu vi vantagem. Sem falar que pode ajudar a reduzir a pirataria no Android e atrair novos devs. Tweetbot, pleeeeaaaaseee!
Eu
Pobre no Brasil é outro nível KKKKKKTmj
Helmut
Rapaz, quando meu irmão viu isso quase chorou. Vai assinar no tablets dos dois filhos e economizar uma grana com joguinhos.
uB.
Global foi modo de falar. Nem Apple e nem Google estão em todos os países, mas acredito que o Google tenha uma penetração muito maior. Até pq, são serviços e não produtos, é bem mais fácil levar para todo o globo.Mas sim, no mais sou mais a Google, ela é mais acessível e não tem ecossistema fechado. Só pegar os smartwatches. iWatch só funciona em iPhone e androidWatches funcionam no iPhone. E além de ser exclusiva, é realmente caro, ter relógio, celular, tablet, caneta, pc, TV e etc... nuh! N é pra qualquer um.Google n se limita a smartphone, ela vende notebooks tb (apesar de eu n curtir nem um pouco!). Porém, diferente dos Nexus onde era vendido praticamente a preço de custo, PIxel tem sim, uma bela margem de lucro. Pixel4 tão falando q vai custar mil dólares. O Pixel 3 em preço cheio custa a partir de 800 dólares.O Pixel3a acredito que venderia muito bem aqui no Brasil, mas falta expertise na área de vendas, né? Google ainda é um bebe em se tratando a venda de produtos. Apple tá aí há décadas.
Fabio Santos
Mais o foco da Google sempre foi marketing ela lançou o pixel para focar alguns mercados sempre se mostrou assim, até porque ela nunca teve uma logística forte, creio que está se tivesse uma parceira no Brasil poderia trazer algumas novidades maiores se quisesse, mais venhamos pra que? Se em tudo ela ganha do navegador ao chromecast, diferente da Apple que ganha com venda de produtos e já está consolidada no Brasil.Creio que umas ideias não chegam ao Brasil via Google por motivos tributários e falta de investir pesado em marketing pra divulgar até porque Android se analisar já sabemos que a margem de lucro é baixa.Mais dizer a Apple está global também é errada pois ela limita seu acesso fazendo conteúdos diferenciados por região e limita em seus aparelhos.Sou mais dar os pulos do gato com um bom VPN e dibrar um sistema Google de restrição a comprar uma Apple TV.Mesmo tendo iPhone, macbook e iPad não acho legal a Apple TV.
uB.
N tô defendendo a Apple, só citei a última atitude dela. Até pq, Apple sempre foi exclusiva e fechada com USA e seus produtos e os restos q se explodam!Google costuma lançar seus produtos com exclusividade nos USA por um tempinho e depois abre pro mundo todo. Aí Apple vai lá e lança 2 produtos a nível global, pô! Na boa, fez bonito! Nem a Disney tá lançando seu único produto q tá fazendo há anos a nível global.Outro detalhe.... tá certo q a Apple tá aí no mercado de hardware há muito mais tempo, mas lembro q o iPhone n demorou muitos anos pra chegar no Brasil (acho q a 2a versão q chegou aqui, extremamente cara, mas chegou...).Google tem uma gama de produtos, tá lançando o Pixel 4 e até agora, só vende Chromecast de uma geração ultrapassada no Brasil.Google dá um foco extremamente alto pro Brasil, tanto é q o Google Assistente tá disponível em pt-br e n existe em diversos idiomas da Europa, mas vamos combinar, ela tá fraca demais na parte do hardware por aqui, hein!
Junior
Você é doente?
Keaton
Disney, Apple tv, Globoplay, Hbo, Fox, Spotify e Youtube premium dá pra pegar na locadora do paulo coelho. :VAgora, Amazon Prime, Console, Nuvem.... ai danosse.
André G
Eu tenho um PS4 e a última vez que liguei foi em 2018. Toda vez que ligo está cheio de atualizações, deixo atualizando e quando terminam as atualizações eu já desisti de jogar.
𝕂𝕖𝕚𝕥𝕖𝕝_𝟠𝟠
A Microsoft fazendo escola, enquanto a Sony vai a falência, nada de novo como sempre!!!
Fabio Santos
Mais em sua colocação o que diz sobre a Apple não dar acesso exemplo ao Apple tv ao Chromecast? Aí pode? Jogos concordo ter exclusividade em plataformas mais um serviço de streaming, kkk.
uB.
Apple deu um tapa na cara da Google.Vida inteira Google lança serviços e restringe por tempos (ou para sempre) pros USA e alguns países da Europa.Apple vai lá e lança serviços q requerem servidores parrudos e logo de cara numa gama de países. E o engraçado é q a Apple q sempre foi exclusiva e ignorou outros mercados. Parece q o jogo tá virando.--Até entendo alguns serviços serem restritos pq precisam de infra e outras coisas. Mas uma assinatura? Quólé!
Magnosama
ok, resta ver se existem tantas pessoas com o seu perfil, suficientes pra sustentar esse tipo de serviço, deve haver, ou duas das maiores empresas do ramo não estariam investindo nisso. Mas não deixa de ser uma surpresa pra mim.
Filipe Espósito
Ter pouco tempo não significa que eu vou ficar sempre na mesma coisa. A assinatura não chega a ser 10 reais por mês pra poder sempre escolher novos jogos e todos sem essa chatice de compras internas e anúncios. Pra mim, vale a pena.
Will
achei interessante pois remove todas as propagandas de aplicativos, bem legal, se meu celular não tivesse root eu iria assinar, esse serviço lembra o Amazon prime, vc assina uma coisa e vem outras junto
Will
achei interessante pois remove todas as propagandas de aplicativos, bem legal, se meu celular não tivesse root eu iria assinar, esse serviço lembra o Amazon prime, vc assina uma coisa e vem outras junto
Magnosama
Se vc tem pouco tempo pra jogar, não vejo como vai conseguir explorar um acervo de joguinhos pra celular, seria bem mais produtivo e barato comprar um ou outro titulo que vc gosta pra jogar no celular do que pagar todo mês por uma infinidade de títulos que vc jamais vai conseguir jogar...
Filipe Espósito
Minha rotina é bem corrida, eu não tenho muito tempo de parar pra jogar algo no computador ou em console (nem tenho mais console, pra falar a verdade). Assinei o Apple Arcade e pretendo continuar pagando pois é esse tipo de jogos que eu tenho tempo de jogar. Coisas rápidas, pra eu ficar no máximo meia hora por dia. Nem todo mundo quer ou tem tempo pra jogar grandes títulos.
Magnosama
Eu pago, compro um ou outro, mas é o que disse, se muita gente tem resistência em comprar UM jogo, imagine pagar todo santo mês por isso
Ciro Dornelles
Mas ja pensou que esses jogos são assim justamente pq ngm paga por um jogo de celular?
X-Tudãoᴳᴼᵀ
Vamos dividir a aposta entre os que acham que dá mais que uma TV a cabo e os que acham que dá menos que uma TV a cabo.
José Vieira
Só "assino" Deezer e HBO Go... na verdade, o Deezer vem na faixa do Beta Labs, e HBO GO pelo Oi Velox, rs... Netflix, assino e cancelo de acordo com as fases da Lua, rs...
Magnosama
Mas vc joga na fila do pão, numa sala de espera, não gera engajamento...eu pelo menos compro alguns jogos e eles me divertem nesses momentos, mas pagar por mês pra ter uma acervo a disposição me parece um pouco demais pra esses "passatempos", não sei...
Thalles Ferreira
Sei lá, eu acho que muitas pessoas, talvez hoje até a maioria, passa mais tempo com o celular que com o videogame. Jogos casuais podem até ser, hoje, os mais jogados.
Magnosama
Ainda não consigo entender o apelo de uma assinatura pra jogar em tablets e celulares, tsc...é o tipo de jogo ocasional que não gera engajamento para uma assinatura, como no game pass por exemplo, vai ser uma surpresa isso prosperar pra mim...
Ralf Alencar
É um saco mesmo tantas assinaturas , mas eu tento manter o minimo possível apenas com :Xbox live goldXbox GamepassNetflix Amazon prime One drive.
Helmut
haha cheguei aqui tentando calcular o quanto estou gastando com assinaturas.Ainda assim, somando tudo não da o preço que eu pagava pela tv a cabo com todos os canais disponíveis.
Andre Kittler
Seria ótimo e é simples.Fico na espera que um site ou blog te tecnologia separe um estagiário para fazer o que o resto de nós não tem tempo de fazer.... :-)
John Smith
Estava eu aqui pensando se era o único que já tá de saco cheio desse tanto de assinatura...
Capitão Caverna
Alguém já somou todas essas assinaturas?NetflixDisneyApple tvGloboplayHboFoxSpotify Youtube premiumAmazon primeConsoleAlguma nuvemEtcEtc