Início » Celular » Xiaomi Mi Mix Alpha é um smartphone quase todo tela de R$ 11.500

Xiaomi Mi Mix Alpha é um smartphone quase todo tela de R$ 11.500

Mi Mix Alpha tem painel que escorre até a traseira e uma câmera de 108 megapixels

Paulo Higa Por
24/09/2019 às 09h48

A Xiaomi revelou nesta terça-feira (24) mais um smartphone da família Mi Mix, que desde a primeira geração traz bordas extremamente finas para aumentar o aproveitamento de tela. Mas o Mi Mix Alpha leva isso a outro patamar: ele possui um painel que escorre pelas laterais e chega até as câmeras traseiras. O preço é até maior que o dos celulares dobráveis: 19.999 iuanes, o equivalente a US$ 2.800 ou R$ 11.500.

Xiaomi Mi Mix Alpha

O Mi Mix Alpha é uma versão exagerada das telas cascata que estamos vendo nos smartphones mais recentes, como o Huawei Mate 30 Pro, que possui laterais mais curvadas. Só que, além de ter curvas acentuadas, o display envolve todo o aparelho, com as duas extremidades se encontrando em uma faixa vertical que abriga as câmeras traseiras. Por isso, a Xiaomi diz que o modelo tem 180,6% de aproveitamento de tela (?).

O smartphone quase todo feito de tela mostra informações como nível de bateria, intensidade de sinal e ícones da barra de status nas laterais. E não há botões físicos para controlar o volume: isso é feito por meio de pontos sensíveis à pressão na borda do Mi Mix Alpha.

A faixa traseira abriga uma câmera de 108 megapixels. O sensor foi desenvolvido em parceria entre Samsung e Xiaomi para capturar imagens de altíssima resolução — esta é a primeira câmera de smartphone a ultrapassar a marca de 100 milhões de pixels, sendo capaz de gerar fotos de 12032x9024 pixels. Em condições de baixa iluminação, a tecnologia Tetracell entra em ação, combinando quatro pixels de 0,8 μm para funcionarem como um só de 1,6 μm, gerando fotos de 27 megapixels.

Xiaomi Mi Mix Alpha

Ainda na traseira, há uma câmera grande angular de 20 megapixels (f/1,69) e uma teleobjetiva de 12 megapixels (f/2) com 2x de zoom óptico que permitem tirar fotos em macro a uma distância de apenas 1,5 centímetro do objeto. Obviamente, o Mi Mix Alpha não possui nenhuma câmera frontal. Ou tem três câmeras frontais. Depende da sua perspectiva.

De resto, temos hardware poderoso para um topo de linha: processador Qualcomm Snapdragon 855 Plus com modem 5G, 12 GB de RAM, 512 GB de armazenamento interno e bateria de 4.050 mAh com carregamento rápido de 40 watts. O leitor de impressões digitais fica sob a tela, assim como o alto-falante para chamadas telefônicas e o sensor de proximidade ultrassônico.

Xiaomi Mi Mix Alpha

O Mi Mix Alpha será lançado em dezembro e terá fabricação em pequena escala, segundo a empresa. Mas a Xiaomi nem precisa limitar artificialmente a produção, porque ele será para poucos de qualquer forma: pelo equivalente a US$ 2.800, o aparelho é significativamente mais caro que o Samsung Galaxy Fold, que desembarca no ocidente por US$ 1.980.

Com informações: The Verge, Engadget.