Início » Ciência » SpaceX revela protótipo do Starship, foguete para viagens à Lua e Marte

SpaceX revela protótipo do Starship, foguete para viagens à Lua e Marte

Protótipo faz parte do projeto Starship Super Heavy, que promete levar os primeiros humanos para Marte

Emerson Alecrim Por

O visual pode não inspirar muita confiança, mas essas são apenas as primeiras imagens do projeto mais audacioso da SpaceX: o Starship é um foguete que a companhia de Elon Musk está desenvolvendo para levar os primeiros humanos à Lua e Marte.

SpaceX Starship Mk1 (foto: Darrell Etherington / TechCrunch)

SpaceX Starship Mk1 (foto: Darrell Etherington / TechCrunch)

Identificado como Starship Mk1, este primeiro protótipo foi apresentado no último sábado (28) pelo próprio Elon Musk nas instalações da SpaceX em Boca Chica Village, Texas.

Como sempre, o excêntrico empresário fez previsões bastante otimistas sobre o projeto: a expectativa de Musk é a de que o foguete entre pela primeira vez em órbita dentro de seis meses.

Trata-se de um desafio gigantesco, mas pelo menos o projeto já chegou a uma fase avançada de desenvolvimento. Pudera: o Starship Mk1 é uma evolução do Starhopper, protótipo que a SpaceX desenvolveu para testar diversas características do futuro foguete, principalmente os motores Raptor.

O Starhopper cumpriu seu segundo teste de lançamento no final de agosto ao alcançar, conforme o planejado, uma altura de 150 m e retornar para o solo sem incidentes (o primeiro teste foi realizado em julho, mas o foguete alcançou uma altura de apenas 18 m):

Com uma estrutura de aproximadamente 50 metros de altura e 9 m de diâmetro, o Starship Mk1 é bem maior que o Starhopper. O foguete recém-apresentado conta com três motores Raptor, embora a versão final deverá ter seis.

Se os planos forem seguidos à risca, o Starship Mk1 realizará seus primeiros testes de voo até o fim do ano. O plano de Musk é fazer o foguete atingir uma altitude de 65 mil pés (cerca de 20 km) e, logo em seguida, retornar à base.

Apesar das promessas de Musk, o que chama atenção no Starship Mk1 é o design: o protótipo tem um visual que confere a ele um aspecto de amadorismo ou de foguete de filmes de baixo orçamento.

SpaceX Starship Mk1 (foto: SpaceX)

SpaceX Starship Mk1 (foto: SpaceX)

Mas o próprio Musk explica que o design e outros parâmetros serão melhorados nas próximas versões. Com previsão de finalização para o próximo ano, os protótipos Starship Mk3 e Mk4 deverão ser mais finos, rápidos e baratos, exemplifica o empresário.

Para dar uma ideia, Musk diz que a versão final do Starship deverá pesar algo em torno de 120 toneladas — o atual Starship Mk1 pesa cerca de 200 toneladas.

Sim, também existe um Starship Mk2. Esse protótipo está sendo construído no Cabo Canaveral, Flórida, por uma equipe diferente da que trabalha com o Mk1. Ambos os projetos fazem parte de uma espécie de competição interna da SpaceX que visa acelerar não só os trabalhos de otimização das aeronaves, como também os de produção.

As próximas etapas consistem na construção dos protótipos Mk3 e Mk4. O primeiro projeto será assumido pela base em Boca Chica já no próximo mês. O segundo será executado pela equipe de Cabo Canaveral logo em seguida.

Starship Super Heavy

O Starship não é a aeronave completa, mas parte do projeto Starship Super Heavy (outrora chamado de Big Falcon Rocket). Nele, o Starship corresponde à segunda etapa. A primeira, batizada de Super Heavy, consiste no lançador.

Se o projeto atual for mantido, o Super Heavy será um propulsor com quase 70 m de altura por 9 de diâmetro que terá 37 motores Raptor, além de capacidade para até 3.300 toneladas de combustível.

Como primeira etapa do foguete, caberá ao Super Heavy lançar o Starship à órbita e, ao se desacoplar deste, retornar à Terra.

O Starship então seguirá o seu curso. A aeronave está sendo desenvolvida para transportar até 100 pessoas em suas missões, que devem incluir viagens à Lua e Marte.

Ainda não há datas definidas para essas viagens, mas um cliente para elas a SpaceX já tem: no ano passado, o bilionário japonês Yusaku Maezawa comprou o direito de se tornar o primeiro turista espacial da empresa a participar de uma missão ao redor da Lua.

O valor da "passagem" não foi divulgado, mas fala-se Maezawa pagou algo em torno de US$ 100 milhões por ela.

Com informações: TechCrunch, BBC.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Junior Max
Silo aerodinâmico contra furacão , ke ke ke ke!!!!!!
Love & Peace
Eu vendo a organização e educação dos seres humanos no metro de SP, e imaginando em como seria a lua sendo povoada por esses mesmos tão cedo... Eu não iria com eles xD