Início » Antivírus e Segurança » Google Password Checkup avisa quando sua senha vazar

Google Password Checkup avisa quando sua senha vazar

Gerenciador de senhas do Google fica de olho em vazamentos de dados e senhas reutilizadas

Por
02/10/2019 às 09h47

O gerenciador de senhas do Google está se tornando mais inteligente: em vez de servir apenas para guardar suas combinações, ele te alertará quando um vazamento comprometer uma de suas contas. O recurso já existia como uma extensão para Chrome e será integrado à versão web do gerenciador a partir desta quarta-feira (2).

Google Password Checkup

O recurso Check-up de senha analisa as combinações que você salvou em sua conta do Google por meio do Chrome e do Android. É necessário acessar o Gerenciador de senhas, confirmar sua identidade e solicitar a verificação. Então, três tipos de resultados serão apresentados: senhas fracas, senhas reutilizadas e senhas comprometidas.

As senhas fracas são aquelas com “frases óbvias, padrões de teclado simples e palavras isoladas”. A recomendação do Google é criar uma senha longa e fácil de memorizar, como “a letra de uma música ou de um poema, uma fala importante de um filme ou discurso ou o trecho de um livro”. Caso você ainda insista em senhas ilegíveis com um monte de caracteres especiais por acreditar que elas são mais fortes, leia isto.

Senha

Reutilizar senhas é uma prática altamente não recomendada, já que o vazamento de uma única combinação sua pode comprometer várias de suas contas. Para verificar se sua senha já vazou na internet, o Google consulta as seguintes fontes:

  • 000webhost
  • 17 Media
  • Coleção 1,4 bi
  • 7k7k
  • Adobe
  • Anti-public
  • Badoo
  • Bitly
  • Coleção 1-5
  • Dropbox
  • Exploit.in
  • iMesh
  • Imgur
  • Last.fm
  • Lifeboat
  • LinkedIn
  • Mate1
  • Neopets
  • NetEase
  • Nexus Mods
  • Pemiblanc
  • R2Game
  • Rambler
  • Tianya
  • Tumblr
  • VK
  • VN
  • Yandex
  • Youku
  • Zoosk

O Google revela ao The Verge que uma pesquisa encomendada pela empresa apontou que apenas 37% dos americanos entrevistados ativam a autenticação de duas etapas e 66% reutilizam suas senhas em mais de um serviço. Além disso, somente 11% trocaram suas senhas depois que houve um vazamento de dados na Netflix ou outro serviço de streaming.

É claro que você já está bem acima da média se não utiliza 123456 como senha, mas um pouco de cautela é sempre bom.

Mais sobre: