Início » Brasil » Prefeitura de São Paulo barra ônibus por aplicativo da Metra e UBus

Prefeitura de São Paulo barra ônibus por aplicativo da Metra e UBus

Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo diz que linha de ônibus é “clandestina”

Emerson Alecrim Por

Na semana passada, a empresa de transportes Metra e a plataforma UBus colocaram em operação uma linha de ônibus por aplicativo para ligar o munícipio de São Bernardo do Campo à região da Berrini, na capital paulista. Mas o serviço teve que ser paralisado: para a Prefeitura de São Paulo, a nova modalidade é “clandestina”.

Ônibus Metra / Ubus (foto: divulgação)

Ônibus Metra / UBus (foto: divulgação)

Nas redes sociais, é possível perceber que a linha 376-SBC, como foi identificada, agradou à maioria dos usuários que já testaram o serviço. O preço da passagem é de R$ 14,50, um valor considerável. Em contrapartida, o ônibus oferece vários itens de conforto, como poltronas reclináveis, ar condicionado, bagageiro, Wi-Fi e tomadas USB.

O principal atrativo é o aplicativo UBus, disponível para Android e iOS. Por meio dele, o usuário informa os pontos de origem e destino, define o horário em que deseja viajar e reserva seu assento no ônibus — como o veículo tem padrão rodoviário, os passageiros não viajam em pé.

Em seguida, o UBus indica qual é o ponto de embarque mais próximo à região indicada pelo usuário e faz a cobrança da passagem. A tarifa pode ser paga com cartão de crédito ou via cartão de transporte BOM.

Para colocar os ônibus em operação — todos são novos e foram adquiridos especialmente para operação na linha 376-SBC —, a Metra obteve autorização da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU), companhia pública que gerencia o transporte intermunicipal na Grande São Paulo e outras regiões do estado. Por que, então, o serviço foi barrado?

A EMTU é uma empresa controlada pelo Governo do Estado de São Paulo. Os ônibus foram impedidos de circular pela Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes da Cidade de São Paulo. Aparentemente, a suspensão da linha é efeito de uma falta de comunicação entre os dois órgãos.

Em nota, o órgão ligado à prefeitura informou que “o serviço UBus não está credenciado e, portanto, é clandestino. O credenciamento visa garantir a segurança dos munícipes e prevenir a ocorrência de acidentes”.

Ônibus da Metra abordado por agentes da Prefeitura de São Paulo (Foto: Diário do Transporte)

Ônibus da Metra abordado por agentes da Prefeitura de São Paulo (Foto: Diário do Transporte)

Por conta disso, a Metra foi obrigada a interromper o serviço. Na segunda-feira (30/09), a companhia chegou a ter um dos ônibus da linha apreendido por agentes da prefeitura da capital.

Procurada, a UBus explicou que a sua plataforma continua em funcionamento, pois a empresa não é uma concessionária, apenas presta serviços de tecnologia.

Já a Metra reforçou que tem autorização para circular entre São Bernardo do Campo e São Paulo, e que os veículos da linha são novos e, portanto, estão em perfeitas condições de rodar. Nas redes sociais, a companhia tem explicado aos passageiros que o seu setor jurídico já está recorrendo para retomar a operação.

Com informações: Diário do Transporte.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Love

Brasil é uma maravilha ein...

Espero que as pessoas que seriam beneficiadas por esse serviço, tenham o mínimo de interesse para saber do porque de não poderem escolher o que querem.

johndoe1981

É óbvio que estou falando da Prefeitura de São Paulo, que já tem histórico de querer barrar e regular alternativas aos ônibus e táxis. Quer dizer, óbvio pra todo mundo menos você que parece ter dificuldade intelectual pra interpretar um simples comentário, pra variar.

Genumano

Para mim a contagem de deslike sempre apareceu.

johndoe1981

Tragam um troféu para este mito!

johndoe1981
Tá certo, o Deus-Estado sabe melhor do que eu mesmo como devo me locomover. Eu até comentei ontem que o Estado não se esforça pra melhorar o transporte coletivo ou táxi, mas sim para piorar o serviço concorrente, que é melhor e mais barato.
johndoe1981

Tá certo, o Deus-Estado sabe melhor do que eu mesmo como devo me locomover. Eu até comentei ontem que o Estado não se esforça pra melhorar o transporte coletivo ou táxi, mas sim para piorar o serviço concorrente, que é melhor e mais barato.

Marmota Marota

Putz, nem gosto do Doria, mas isso é polêmica inflada.

Ele não inventou ração humana. A farinata é distribuída pela igreja católica faz tempo. Eu era criança e já tinha. E nunca teve nada demais. E não vejo problema algum distribuir nas escolas. Ai apreceu do nada o papo de ração humana e comida exclusiva das escolas. Mas eu procurei e não vi ele falando isso nem de longe.

Pixação é feio. E a maioria foi pixação mesmo. Teve poucos muros com grafite pintado.

Vc tem vários pontos reais pra falar mal dele. E provavelmente eu vou concordar. Mas esses não são.

Guilherme Borges Cunha

Pelo menos isso é bom. Imagina a desgraça que deve ser ter o Bruno Covas reeleito.

Guilherme Borges Cunha

Como falei, não era o melhor. Mas perto do Brunco Covas qualquer um é a melhor alternativa.

Guilherme Borges Cunha

O Estado mantém um monte de exigências esdrúxulas para a concessão. Não importa se quem está fornecendo o serviço é uma empresa privada, no final quem realmente controla é o Estado. Se não posso moldar o modelo de negócio da minha empresa como for conveniente, então não sou eu o controlador. Exatamente por isso no mundo todo o setor de transporte coletivo tem pouquíssima ou nenhuma inovação e muitas grandes metrópoles sofrem com crises no transporte coletivo.

Baidu feat MC Brinquedo

Alguém precisa fazer uma "placa" disso!

Caleb Enyawbruce

Infelizmente tem muuuito oq evoluir :/

Marcos Soares Santos

no meio do esgoto sempre tem uns toletes que boiam e ficam em destaque

Marcos Soares Santos

o que o dória teve de descaso descredita o que ele fez de bom

Marcos Soares Santos

virar ancap é uma ideia ruim, mas n falta argumento

Exibir mais comentários