Início » Internet » TikTok deixará de exibir anúncios políticos para seus usuários

TikTok deixará de exibir anúncios políticos para seus usuários

A rede social afirma que proibiu os anúncios políticos porque eles não se encaixam em sua experiência

Por
04/10/2019 às 15h46

O TikTok tem se popularizado com seus vídeos curtos e explica que o segredo é o ambiente positivo que consegue oferecer aos usuários. A rede social afirma que até mesmo os anúncios devem se encaixar em seus padrões e, por isso, decidiu proibir qualquer propaganda política.

TikTok / Musical.ly

A empresa afirmou os anúncios políticos não estão adequados à experiência que pretende oferecer para seus usuários. No anúncio, o vice-presidente de soluções comerciais globais do TikTok, Blake Chandlee, indicou que a restrição será grande.

“Não permitiremos anúncios pagos que promovam ou se oponham a um candidato, líder atual, partido político ou grupo ou questão nos níveis federal, estadual ou local – incluindo anúncios relacionados a eleições, anúncios de apoio ou anúncios de causa”, afirmou.

Parte da receita do TikTok vem das propagandas, veiculadas pelo feed ou por hashtags patrocinadas por marcas. Os anúncios ligados a outros temas ainda serão permitidos pela rede social, que recentemente lançou uma seção para marcas se conectarem a influenciadores.

Segundo Chandlee, o foco é criar uma experiência genuína e divertida para os usuários. “Pretendemos permanecer sempre fiéis ao motivo pelo qual os usuários adoram a plataforma TikTok: o sentimento irreverente e alegre do aplicativo, que o torna um lugar divertido para passar o tempo”, afirmou.

A proibição de anúncios políticos ocorre após reportagem do The Guardian mostrar como a rede social censura vídeos que desagradam o governo chinês. Ela foi veiculada após suspeitas de que vídeos compartilhados sobre os protestos em Hong Kong foram removidos pelo serviço por razões políticas.

Segundo a matéria, a orientação para moderadores era impedir a livre circulação de vídeos que podem desagradar o governo. Em resposta, o TikTok afirmou que essa abordagem não era a mais correta, mas afirmou que as diretrizes foram atualizadas em maio.

Agora, a empresa diz que mantém  equipes locais de moderação, que seguem uma compreensão própria para cada mercado. A ideia, segundo a companhia, é manter a abordagem regionalizada em todos os setores, desde a equipe de produto até o desenvolvimento de novas políticas.

Com informações: TikTok, TechCrunch.

Mais sobre: